Dona Dilma desmente o desmentido

E  confessa o encontro com Dona Lina

Este repórter foi o primeiro a garantir que Dona Dilma (poderosa Chefe da Casa Civil) teve a famosa CONVERSA com a Dona Lina, então também poderosa secretária da Receita Federal. E perguntei, com rigorosa simplicidade: “Qual o interesse da secretaria da Receita revelar o ENCONTRO? Dona Dilma é que tinha todas as razões para escondê-lo.”

Ontem, Dona Lina deu nova entrevista, confirmou tudo.

Cercada, encurralada, desesperada (por ser poderosa e contestada?), Dona Dilma mudou de tática e estratégia, resolveu usar a fórmula da falsificação do currículo, entrou no caminho da “menas” verdade.

Examinem os fatos.

1 – Loucura total e incompreensível. Dona Dilma agora já admite o ENCONTRO com Dona Lina. 2 – Com uma ressalva: nega que tenha negado o encontro e nega que tenha dito o que Dona Lina diz que ela disse. (Ah! Sérgio Porto ou Stanislaw Ponte Preta, você jamais sonhou em chegar ao Planalto-Alvorada).

3 – Fica então a pergunta que coloquei anteontem antes de Dona Lina “confirmar a confirmação” e de Dona Dilma “negar a negativa”. Uma delas está zombando do Acordo Ortográfico.

4 – Se não foi para fazer um pedido (ou dar uma ordem à secretaria) para que Dona Dilma mandou chamá-la à sua presença “onipotente, onipresente e onisciente”?

5 – Se as duas são funcionárias públicas (embora mais poderosas do que as outras) por que se ENCONTRAREM SECRETAMENTE?

6 – A Receita não é subordinada à Casa Civil. É possível então que Dona Dilma cumpria ordens de alguém acima dela? Que se saiba para dar ordens a ela, só o presidente Lula. Quando ela fala pode ser apenas porta-voz.

7 – Então a conclusão que é mais uma pergunta, insólita mas já confirmada antecipadamente: por que (ou a mando de quem?) Dona Dilma chamou a Secretaria da Receita Federal ao bunker da Casa Civil?

8 – Para não dizer que falei de flores. Hoje, ás 15:30 (no momento, são 10:30), Lula terá um ENCONTRO (novamente a palavra) com o carreirista-aventureiro-desprezível ex-presidente Zelaya.

9 – Haverá mesmo? Zelaya está no Brasil. Lógico, como está na moda política de Brasília, restam 5 horas, podem negar o ENCONTRO.

10 – Lula com Zelaya e Dona Dilma é desperdício de popularidade. Por que não CHAMAM Chavez e Uribe, os dois querem a mesma coisa que o presidente do Brasil.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *