Duas emendas contra a Lava Jato no Congresso

Bernardo Mello Franco
Folha

Desde o início de fevereiro, o presidente da Câmara, o presidente do Senado e outros 33 parlamentares são investigados no Supremo Tribunal Federal, sob suspeita de receber propina do petrolão.

Passados mais de três meses, o Congresso nada fez para tirar sua imagem da lama. Os conselhos de ética não abriram nenhum processo por quebra de decoro. A CPI da Petrobras, uma mistura de “Zorra Total” com “Show de Calouros”, só é lembrada quando alguém resolve soltar ratos ou cantar no microfone.

Se a omissão diante do escândalo já seria condenável, agora acontece algo mais grave. Em duas frentes simultâneas, o grupo que controla o Legislativo tenta mudar a Constituição para melar a Lava Jato. Há duas emendas no forno com esse objetivo. Uma veda a recondução do procurador-geral da República, o que a lei atual permite. A outra permite a reeleição dos presidentes da Câmara e do Senado na mesma legislatura, o que a lei atual proíbe.

LÁ E CÁ

Caso sejam aprovadas, as medidas vão atingir o procurador Rodrigo Janot e beneficiar os peemedebistas Eduardo Cunha e Renan Calheiros. Em uma frase, encurtarão o mandato do investigador e prorrogarão os mandatos dos investigados.

Nos últimos dias, parlamentares de PT e PSDB começaram a ensaiar um acordo para impedir que o Congresso vire arma contra a independência do Ministério Público.

Quem optar pelo outro lado terá a companhia de Fernando Collor. Na noite de terça-feira, em um ato de humor involuntário, o senador subiu à tribuna para pedir o impeachment de Janot.

###
PS
A Assembleia Legislativa do Rio concedeu a maior honraria do Estado ao recém-formado Marco Antônio Cabral, 24. Ele é filho do ex-governador Sérgio Cabral, investigado na Lava Jato. Em janeiro, já havia sido presenteado com a Secretaria de Esportes do governo Pezão (PMDB).

12 thoughts on “Duas emendas contra a Lava Jato no Congresso

  1. Reinaldo Azevedo
    Veja on line

    Petrobras admite a órgão americano o que Dilma esconde dos brasileiros

    Ora vejam que graça! Reportagem de Fernanda Nunes e Mariana Sallowicz, no Estadão de hoje, dá conta de que a Petrobras fornece ao mercado externo — até porque passou a ficar sob estrita vigilância — informações que a presidente Dilma Rousseff sonega aos brasileiros

    Em relatório enviado à SEC, a agência reguladora do mercado financeiro nos EUA, a estatal admite que as dificuldades financeiras pelas quais passa podem atrapalhar a exploração e produção do pré-sal. No documento, a estatal lista os obstáculos que terá de enfrentar para cumprir as obrigações com as reservas que já tem no pré-sal e ainda com as que deverá adquirir no futuro.

    Pois é… O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, justiça se faça, em seminário recente sobre petróleo nos EUA, já havia afirmado que não vê mal nenhum em entregar áreas do pré-sal a empresas estrangeiras, mesmo sem a participação obrigatória da Petrobras, que, segundo o regime de partilha, tem de ser titular de pelo menos 30% da exploração. Na fórmula do ministro, bastaria à Petrobras ter a licença para recusar a participação.

    Dilma não gostou e o desautorizou. Na semana passada, a governanta reafirmou as qualidades do regime de partilha — que impõe à Petrobras um custo com o qual ela não pode arcar — e a obtusa e contraproducente política de conteúdo nacional na área. E, de quebra, ainda aproveitou para atacar FHC. Ao mercado externo, no entanto, a estatal brasileira tem de dizer a verdade, especialmente nesses tempos em que se transformou num exemplo de tudo o que uma petroleira não pode ser.

    No relatório, que é de preenchimento obrigatório, a empresa é explícita: admite que poderá ter problemas de caixa para enfrentar os desembolsos necessários para o pré-sal e antevê dificuldades para se financiar no mercado externo, especialmente se as agências de classificação de risco rebaixarem o seu rating.

    O relatório é bastante realista. A estatal admite ainda que terá dificuldades para realinhar a política de preços para compensar as perdas acumuladas entre 2010 e 2014, quando o governo usou os combustíveis para fazer política econômica mixuruca.

    E por que a Petrobras conta tudo, assim, de maneira tão clara? Porque, a esta altura, qualquer suspeita de que pode estar tentando dar um truque no mercado lhe seria fatal.

    A Petrobras não pode enganar os mercados, mas o governo acha que pode continuar enganando os brasileiros. Vamos ver até quando, Dilma!

    Por Reinaldo Azevedo

  2. O verdadeiro fantasma que ameaça a lava jato é a dupla Renan-Cunha. Enquanto isso a revista VEJA vê supostos grampos ilegais da PF, que teriam sido plantados pela própria PF para melar uma operação da…. PF ! Miopia é fogo.

  3. O Congresso Brasileiro brinca com a Constituição, alicerce da República, como se fosse um instrumento que ele pode manipular a seu bel prazer para seus interesses particulares. A Constituição de 1988 nem chegou ainda, vinte e sete anos depois, a ser inteiramente regulamentada, e já sofreu uma quantidade gigantesca de emendas. Emenda-se a coitada até para garantir reserva de mercado para categorias profissionais, agredindo-se o direito à livre expressão, que é um dos pontos básicos do regime democrático. Não se deveria poder propor emendas à Lei Magna a não ser em casos especialíssimos e de extrema relevância.
    A constituição dos Estados Unidos, com mais de duzentos anos de existência, recebeu até hoje pouco mais de uma dúzia de emendas, enquanto aqui no Brasil o que se ouve é PEC daqui, PEC de lá, como se fosse um jogo de pingue-pongue.

  4. Caro CN … segundo Bernardo Mello Franco … Folha … … … PT e PSDB estão se unindo contra o PMDB – que governou o Brasil nos últimos 20 anos kkk KKK kkk menos, né???
    … … …
    TODOS CONTRA O PMDB!!! !!! !!!

  5. Bernardo Mello Franco, concordo com você em gênero número e gráu. Cunha, Renan, Collor e outros pilantras, estão usando de todos os meios, perversos e desleais para afastar Janot da Procuradoria Geral da República. Qual a razão? “Lógico que todos eles estão a um passo da Papuda” São verdadeiros marginais da política. Se esses mafiosos conseguirem o que querem, aí sim está dado um golpe não em Dilma, mas no povo brasileiro que quer punir e afastar esses indivíduos que representam o que de pior existe na política. Seria como dizes: MELAR A LAVA jATO. O pior Mello Franco é que a mídia que quer ver a cabeça de Dilma em um poste, ESTÁ MUDA. Jornalistas de alto coturno estão, como se fossem avestruzes enterrando a cabeça no chão vendo e fingindo não ver a desgraçaque será para o povo brasileiro se melarem a “lava jato”. O fanatismo político infelizmente acometeu grande parte de nosso jornalistas. Só alguns poucos estão vacinados contra o fanatismo dolarizado.

  6. Mauro Julio Vieira, tenho respeito por todos que participam do Blog. Mas nada me impede de discordar daquilo que acho demasiado. É uma demasia você dizer que Dilma esconde do povo brasileiro aquilo que diz e admite, a orgão americano. Se você Julio Vieira disser alguma coisa no Polo Norte, em tempo real o que tiveres dito será publicado na Internet. Assim sendo acho demasia dizer que Dilma está escondendo do povo brasileiro o que disse lá fora. Seria uma infantilidade pensarmos que Dilma ou qualquer governante fica tuitando e dizendo com ponto e vírgula o que está fazendo 24 horas por dia. Seja razoável, você é bom menino e ainda precisa viver muito mais. Quem aculumula ódio, morre cedo.

    • Obrigado pelas observações Antônio Aquino, porém, essa gente do PT diz o que vem na cabeça sem mais nem menos. Principalmente para o povão deste país.
      Como você disse que política é guerra e eu concordo, Dilma fala a todo minuto que uma árvore não é uma árvore, e isso em frente a uma árvore, iludida de que vá ter alguma vantagem nisto.
      Dilma não é doente.
      É doentia.

  7. Lionço, que pelo nome não se perca. Tire do rosto os antolhos, procure ver a realidade. Achas por acaso que Renan e Cunha são a solução para os nossos problemas? Á política é uma guerra, os que se sentem ameaçados se unem. Não sei se existe alguma aproximação entre PT e PSDB. Acho dificil, não impossível. Se por desgraça do destino deixarem Cunha e Renan fazerem o que querem aproveitando o momento de turbulencia política em que vivemos. (Felizmente Janot está dando conta do recado) Cunha será candidato a presidente da república com grande chance de ganhar. Você acha isso bom para o Brasil? Eu aqui há um mês ou dois já dei a solução. Cunha ser assassinado. É preciso que algém morra para que outros vivam. Estou dando um alerta ao povo. Graças a Deus não sou nem petista e nem tucano. Não é possível que não haja alguém com coragem para apertar um gatilho em um caso extremo para salvar o país.

    • Caro Antonio Santos Aquino … saudações!

      Quanto ao meu nome, os tenho três kkk KKK kkk ou quatro snif snIF SNIF … vamos lá?

      http://www.tribunadainternet.com.br/a-morte-anunciada-do-dia-das-maes-e-do-dia-dos-pais-em-sao-paulo/#comment-161041 com:
      “… Fiquem com Deus. Leôncio Ramos Ferreira (Batismo) Lionço Ramos Ferreira (Civil) Lionco Ramos Ferreira (Informática) kkk KKK KAKAAKAAA, chegamais, papagaio repetidor dor dor das doutrinas de YAHWEH YESHUA RUAHHH HHH HHH””
      … … …
      http://tribunadainternet.com.br/o-derrotado-ja-tem-nome/#comment-173485 com:

      .
      Fiquem com Deus. Lionço chegamais Lião (só no rádio da obra de construção da Ponte Rio-Niterói … a ponte Dilma-Temer vai de Dilma até Dilma kkk KKK KAKAAKAAA)
      .
      RES: RECORDAR A
      .
      Segunda-feira, 26 de Abril de 2010 9:34
      .
      De: “JEVA”
      .
      Para: “Lionço Ramos Ferreira” lioncorfy@yahoo.com.br
      .
      Esqueceu-se de uma chamada!!!
      Lião pro Ferracuti (só no rádio)!!!
      Outra coisa: você já foi abduzido?”
      … … …”
      … … …
      … … …
      … … …
      Prometo que aos poucos vamos nos entender … lembra da Frente Ampla em que Jango, JK e Lacerda morreram reconciliados??? lembra que Brizola ficou de fora e depois foi o último aderir à Revolução do Rosário de 1964 ao defender prorrogação do mandato do Figueiredo??? ??? ???

      Estão querendo acabar com a Constituição CIDADÃ de 1988, de Constituinte de maioria PMDB!!! !!! !!!

      Temer é subordinado à Presidenta Dilma, constitucionalmente!!! Aí partem para destruir o PMDB nas figuras dos Presidentes do Legislativo – sucessores constitucionais de Dona Dilma … em impedida, não aceitarão o PMDB, em caso de Temer for junto com Dona Dilma!!!
      … … …
      Há ambiente para ANISTIA AMPLA GERAL E IRRESTRITA novamente??? ??? ??? Forte abraço respeitoso … pois ainda quero aprender muito com o amigo – tenho só 68 anos!!! meus parabéns pela idade!!!

  8. Lionço eu continuo pacientemente chamando tua atenção para que corrijas o rumo. Você insiste em claudicar analizando sem firmeza os acontecimentos políticos que aí estão. Agora escorregas ao falar de nossa história política. Tu que andas com a cabeça fraca grava bem para não esqueceres: Brizola nunca aderiu a revolução de 1964. Muito menos defendeu a prorrogação do mandato de Figueiredo. Grava bem para não esquecer: O coronel Cals da entourage do general Figueiredo, sugeriu a prorrogação por dois anos do mandato de Figueiredo, o governo movimenteu-se discretamente dando conhecimento a Dante de Oliveira, Luis Inácio da Silva, Tancredo Neves e Ulisses Guimarães. Precisavam entretanto do apoio de um político de esquerda que tivesse peso político. Brizola foi convocado a palácio e lá ouviu do presidente a proposta de prorrogação. Brizola comprometeu-se dizendo: Se o governo mandar um projeto de lei ao Congresso propondo a prorrogação, o PDT votará a favor. Ulisses Guimarães aprovou a proposta, logo a seguir retroagiu quando Tancredo disse-lhe: Ulisses daqui a dois anos termina o governo de Brizola que sendo candidato ganhará a eleição. Já estava tudo arranjado: O general Leônidas Pires Gonçalves (o mesmo, vivinho da silva aos 94 anos, que empossou no grito Sarney, que nos governou como “usurpador”), já estava com um “parecer jurídico escrito por Afonso Arinos para respaldar a prorrogação. Não prosperou. Esta é a verdade histórica. O galo está cantando Lionço acorda! Acorda Lionço! Não esqueças: Sou um professor de história carissímo. Por uma hora de aula cobro a modesta importância de $5.000,00 (cinco mil reais). O interessado deve ter no mínimo recomendação de cinco amigos meus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *