E a dívida pública se expande cada vez mais…

Wagner Pires

O resultado primário, isto é, o resultado entre as receitas e despesas da União contabilizadas pelo Tesouro Nacional, este ano estão decepcionantes. Detalhe: até setembro, em dois meses (fevereiro e setembro) ocorreram déficits primários. Isto é, as despesas foram maiores que as receitas, antes mesmo de serem contabilizados os juros da dívida pública.

No acumulado até setembro, o superávit primário chegou a apenas R$ 27,9 bilhões (38,2% do total da meta do Governo Central, que é de R$ 73 bilhões para o ano de 2013).

A meta geral para fazer superávit é de R$ 108 bilhões (2,3% do PIB), divididos assim: R$ 73 bilhões como meta para a União e R$ 35 bilhões como meta para os Estados e Municípios.

Tanto o ministro da Fazenda – Guido Mantega – quanto o secretário do Tesouro Nacional – Arno Augustin – garantem que da parte da União (Governo Central) a meta será atingida; entretanto, ponderam a respeito dos Estados e dos Municípios. Até setembro, os governos estaduais e municipais conseguiram superávit de apenas R$18 bilhões.

SUPERÁVIT PEQUENO

Somados os números das três esferas de governo tem-se um superávit acumulado de R$ 45,9 bilhões até setembro. Restam apenas três meses para o final do ano (outubro, novembro e dezembro), para que os governos consigam o restante do superávit prometido: R$ 62,1 bilhões.

Da parte da União faltam (R$ 73,0 bilhões – 27,9 bilhões) R$ 45,1 bilhões. Destes, estão garantidos R$ 15 bilhões que virão do leilão de Libra ainda neste mês de novembro, faltando (R$ 45,1 bilhões – R$15 bilhões) R$ 30,1 bilhões.

Divididos os R$ ,1 bilhões pelos três últimos meses, tem-se pouco mais de R$ 10 bilhões de superávit necessário em cada um dos meses que restam em 2013. É possível que o Governo Central consiga. Mas, e da parte dos governos estaduais e municipais?

Em 2012 o superávit do Governo Central foi maior (R$ 86,086 bilhões) do que o prometido para este ano (R$ 73,0 bilhões). Ainda assim, os juros nominais da dívida pública federal alcançaram R$ 147,268 bilhões, dando como resultado um déficit nominal ou a necessidade de financiamento do setor público federal de (R$ 147,268 bilhões – R$ 86,086 bilhões ) R$61,182 bilhões. Este déficit foi coberto com a emissão de novos títulos pelo Tesouro Nacional em operação de expansão da dívida pública.

Este ano os juros da dívida até agosto já atingiram R$ 126,235 bilhões, e como resultado um déficit nominal de R$ 88,794 bilhões já em agosto. Tudo indica que o ano de 2013 será pior que 2012 para a contabilidade pública.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGOs números não mentem e explicam com clareza a necessidade de leiloar Libra, para melhorar um pouco as contas. A pergunta que ninguém respondeu é a seguinte: Se a Petrobras tinha R$ 6 bilhões disponíveis para repassar ao governo no leilão de Libra, porque não usou esse dinheiro para começar as perfurações, sozinha??? (C.N.)

3 thoughts on “E a dívida pública se expande cada vez mais…

  1. O problema é que nossa Economia opera em Duplo Deficit. O Governo Federal gasta mais do que arrecada +- 3,5% do PIB todo ano, e nosso Deficit no Balanço de Pagamentos Internacional é de +- US$ 90 Bi/ano. Isso gera enormes pressões Inflacionárias e consequentemente Taxas de Juros Nominais elevadíssimas, gerando grande e rápido crescimento da Dívida Pública. Basta dizer que a Tx. Básica de Juros nos EUA é de 0,25%aa, na Europa 0,25%aa, no Japão 0.50%aa, na China +- 1,5%aa, no Brasil é de 9,50%aa e com viés de alta. Isso faz crescer EXPONENCIALMENTE o Endividamento. Não há País que resista a essa Pressão Financeira. Temos que reduzir nosso Duplo Deficit.

  2. O que mais irrita a nós pobre mortais, é que dona Dilma e o imbecil do Mantega arrotavam com a máxima arrogância possível, nós estamos totalmente blindados contra qualquer crise internacional e blá, blá, blá.

    Como se diz no nordeste, vão mangar de outro sô.

  3. Senhor CN:
    Foi saudável o leilão. Seria melhor ainda se a China estivesse acompanhada de outra potência, pois se a turma da zona norte (quer que desenhe ?) quisesse sabotar, teria que prestar contas aos participantes também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *