É grave a crise! Guedes teve de cancelar férias em meio a embate sobre 13º do​ Bolsa Família

Paulo Guedes está perto de deixar o governo — mas isso importa?

Guedes tinha entrado em férias e teve de voltar ao trabalho

Ana Flor
G1 Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, cancelou as férias que começariam neste final de semana e iriam até 8 de janeiro. A interrupção foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União neste sábado (19). Fontes ouvidas pelo blog dizem que o ministro decidiu não viajar na próxima semana por conta da pandemia. Como ia ficar em Brasília trabalhando, foi aconselhado a cancelar as férias.

A interrupção das férias vem no momento em que os presidentes da República, Jair Bolsonaro, e da Câmara, Rodrigo Maia, trocam acusações em torno do pagamento do 13º salário para beneficiários do Bolsa Família.

BOLSONARO E MAIA – Na quinta-feira (17), Bolsonaro afirmou que a medida provisória (MP) que autorizava o pagamento do 13º não foi votada no Congresso por falta de vontade do presidente da Câmara.

Na sexta (18), Maia foi à tribuna da Câmara dizer que o presidente mentiu e anunciou a votação de MP sobre o auxílio emergencial, que o governo não quer que seja votada.

E O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), confirmou que a MP do 13º do Bolsa Família não foi votada a pedido do governo, deixando Bolsonaro mal.

GUEDES CONFIRMA – Em entrevista de final de ano a jornalistas na sexta-feira, Paulo Guedes disse que era obrigado a recomendar que o governo não pagasse o 13º do Bolsa Família neste ano, por conta dos gastos com a pandemia.

O ministro da Economia justificou essa posição explicando que o governo poderia incorrer em crime de responsabilidade se encaminhasse o pagamento do valor extra do 13º salário do Bolsa Família pelo segundo ano consecutivo.

3 thoughts on “É grave a crise! Guedes teve de cancelar férias em meio a embate sobre 13º do​ Bolsa Família

  1. A grande novidade deste governo é a comédia pastelão com seus barracos.
    Como a desgraça é inevitável, devemos rir das trapalhadas ou chorar pelas consequências igualmente inevitáveis.
    Como eu sempre soube da incompetência de Bolsonaro eu sei que vou sofrer mas acho a maior graça vendo a desgraça dos incautos que a muito custo estão se arrependendo.

  2. KKK agora quem virou o salvador da república desgovernada pelo Pinóquio é o Posto Ipiranga. Se dependesse do Pinóquio o 13º do Bolsa Família saia de qualquer jeito, mesmo incorrendo em crime de responsabilidade. A arrogância e a confiança do Pinóquio tem o mesmo tamanho, sabe que dificilmente será destronado. A Dilmanta também estaca crente disto.

  3. No Brasil os gestores públicos encontram dinheiro quando é para financiar corrupção, aumento de já abusivos salários de seus entes e manutenção de mordomias diversas. Agora quando se fala no POVO… É icônica a passagem do Chicago Boy quando disse: “Com câmbio baixo, até empregada doméstica estava indo para Disney”. Que maravilha é um país onde até os seus menos favorecidos possuem renda para gozar férias no exterior. Mas para um elitistazinho com o Chicago Boy tudo tem que fluir para o topo da pirãmide. Aliás, falando em Paulo Guedes como anda a questão dele e fraudes nos fundos de pensão Petros, Funcef, Previ e Valia? Pelo visto já tá tudo dominado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *