“É hora de união das esquerdas”, diz Dirceu, que também está prestes a ser preso

Resultado de imagem para DIRCEU PRESO CHARGES charges

Charge do Nani (nanihumor.com)

Carlos Newton

No excelente blog de Lauro Jardim, no portal de O Globo, a jornalista Juliana Braga lembra que “não é apenas Lula quem amanhece hoje preocupado com a prisão. Os embargos infringentes de um dos processos ao qual José Dirceu responde serão julgados no dia 19. Dirceu está bastante apreensivo: caso os embargos sejam negados, ele volta ao Complexo Médico Penal, em Curitiba”.

Realmente, os embargos de Dirceu não têm a menor possibilidade de evitar a prisão dele após segunda instância, porque a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região foi unânime, a única divergência foi a dosimetria da pena. Isso significa chance zero para Dirceu escapar, e ele já pode até ir fazendo as malas.

LUTA PELA DEMOCRACIA – Em seu mais recente artigo no blog Nocaute, do jornalista e escritor Fernando Morais, o ex-ministro Dirceu abordou o julgamento de Lula e defendeu a união das esquerdas e dos democratas, nacionalistas e progressistas.

“É nosso dever agora nos mobilizar para defender a liberdade de Lula. Irmos de encontro do povo assim como o Lula. Agora há uma ameaça de prisão, se ele for preso nós iremos substituí-lo por nós mesmos. Fazendo dezenas, centenas, milhares de caravanas pelo país. Todos nós, parlamentares, prefeitos, governadores, senadores, vereadores, deputados. E vamos unir a esquerda, não só a esquerda, mas os democratas, os nacionalistas, os progressistas. Todos aqueles que se levantaram contra o atentado ao Lula, todos aqueles que sabem que isso é uma ameaça à democracia. E juntos vamos garantir o direito de Lula ser candidato e vamos garantir uma eleição democrática, pois eu tenho certeza que numa eleição democrática, sem violência, sem o uso e abuso da lei, seremos vitoriosos”, assinalou Dirceu, acrescentando:

PELA DEMOCRACIA – “O legado de Lula, o legado da nossa luta contra a ditadura, uma unidade de todas as esquerdas, progressistas, democráticas, socialistas, com certeza fará o Brasil retomar o caminho que Lula trilhou na distribuição de renda, com liberdade e com democracia. Pois com o governo de Lula nunca houve perseguição, nunca houve abuso da lei, pelo contrário, nós vencemos e ganhamos quatro eleições democraticamente. Sempre respeitamos alternância de poder. Portanto, agora não é só a hora da luta contra essas milícias, contra essa violência, contra esses atos antidemocráticos. É a luta pela própria democracia”, salientou Dirceu, criticando os tiros contra os ônibus da caravana de Lula.    

19 thoughts on ““É hora de união das esquerdas”, diz Dirceu, que também está prestes a ser preso

  1. Davi Nogueira Sales
    9 min ·
    A militância cega só enxerga o que convém. Porque apesar de não querer ver Lula preso, tenho que concordar com sua prisão.

    Considerando critérios bem pessoais de avaliação, o governo Lula foi o melhor desde a última constituição, pela expansão econômica, pelas conquistas sociais, pelos planos e programas, foi o que mais fez o Brasil avançar nos mais variados índices. O governo do PT, considerando aí as duas fases, foi desde a primeira república o que mais criou leis e mecanismos anticorrupção, de toda sorte, foi também no qual surgiram e se aperfeiçoaram os maiores esquemas de corrupção da história da nação. Hoje vejo milhares de pessoas defendendo a não manutenção da possibilidade de início do cumprimento da pena de prisão após condenação em segunda instância, não pelo bem do país, não por valores, não por justiça, mas porque tal entendimento possibilitou agora a prisão de Lula. Esquecem que não fosse este entendimento, não teríamos mais as delações premiadas, doleiros, empreiteiros, empresários, políticos, enfim, tantos corruptos e corruptores presos como vimos nos últimos dois anos. A visão seletiva deturpa informações, muda os fatos e macula a história, a fim de que tudo coadune com a tese de que há uma grande conspiração internacional contra o governo popular, não conseguem sequer cogitar a possibilidade de que boa parte do que tem acontecido é fruto do esforço daqueles que tentam fazer alguma justiça. Querem discutir controle de constitucionalidade, mas não querem entender o que é foro privilegiado, o que é competência jurisdicional, não querem ver provas, fingem não saber o que é um laranja. Aplaudem a delação que prejudica o opositor, e descredibilizam a delação que prejudica o aliado, são parciais, partidários e pensam e agem facciosamente o tempo todo, criticam os coxinhas e bolsominions mas agem da mesma está forma quando confrontados, a esquerda está incoerente. Fomentam a desinformação, criam factoides e direcionam esforços contra todos que não coadunam com os interesses ideológicos da vertente que segue, agem igualmente aqueles que critica. Seguem uma cartilha, servindo de massa de manobra para interesses que a muito deixaram de serem populares para serem partidários, e não fazem o mínimo esforço para tentar enxergar uma outra realidade ou alternativa. Não conseguem perceber que o Supremo na verdade não entrou no “grande acordo nacional”, que o grande acordo era acabar com a “sangria” da lavajato, acabar com as delações, acabar com as prisões de políticos. O esforço para tal conclusão é mínimo, é só ouvir os áudios da conversa sem paixão, bem ao final o próprio Machado fala ao Jucá que o pacto era para proteger a classe política. Inclusive, falam expressamente em proteger Lula, pois do jeito que estava, ou seja, com a prisão após condenação em segunda instância, Lula acabaria sendo preso, como provavelmente será, infelizmente. O Supremo teria entrado no grande acordo se mudasse a jurisprudência de dois anos atrás, Carmen Lucia manteve o entendimento que expressa desde 2009, Rosa Weber manteve o respeito à jurisprudência do plenário que teve na integralidade das decisões proferidas. Agora tentam manchar a reputação destas honradas ministras, que só falam nos autos, que não buscam os holofotes e que somente mantiveram a coerência e não mudaram o posicionamento para beneficiar quem quer que seja. Agora aplaudem o voto do único ministro que recentemente mudou “de lado”, Gilmar Mendes, que realmente é “uma mistura de mal com atraso”, que nem preciso falar dos interesses escusos que tem. Se o Supremo tivesse mudado o entendimento, ai sim estaria contra o país e contra a justiça, a impunidade voltaria a prevalecer, como sempre prevaleceu para os que conseguem contratar os bem relacionados advogados. Seria o fim de ex-ministro, ex-senador e ex-deputado preso, seria o retorno das extinções por prescrição sem um dia de prisão, seria o império dos embargos dos embargos dos embargos, e a certeza da impunidade dos ricos e poderosos. Não ver o benefício da manutenção do entendimento para o país e para a justiça é puro facciosismo, é paixão cega por um homem falível, que transformou um projeto de governo em projeto de poder, é defender um partido que claramente se corrompeu, que se meteu em todos os recentes escândalos, e hoje está com ex-presidente, ex-secretários e ex-tesoureiros condenados e atrás das grades. Não reconhecer que Lula se envaideceu pelo poder e se deixou corromper, se não for mau caratismo, prefiro imaginar que é uma inconsciente e desesperada reação a frustrada falta de alternativa para a dita esquerda, criada por ela mesmo. Enfim, admirar Lula e seu governo é quase uma obrigação, seus odiosos algozes que não conseguem ver nada de bom, são simplesmente a outra face da mesma moeda, apaixonada, cega e facciosa, inflados por discursos de ódio, consequência de uma dicotomia criada pelo próprio PT. As provas são frágeis, certamente, entender que houve um julgamento injusto, é factível, mas defender que a culpa de um político deve ser apurada nas urnas, é querer o retorno da pior política, é defender Maluf e Sarneys. A irrestrita defesa de Lula é concordar que os fins justificam os meios, as conquistas sociais alcançadas não podem se tornar um excludente de punibilidade, senão é apoiar o famigerado rouba mas faz, é simplesmente mais do mesmo. Lula está apenas colhendo os frutos de ter traído suas próprias convicções e eleitores, ao ter se envolvido com os piores pares com as piores práticas, de ter se deixado levar por interesse que não o da nação. Apesar do “textão”, e da certeza que pouquíssimos irão ler até o final, a muito disse que não abster-me-ia das críticas e a muito andava calado, diante da parcialidade e paixão dos discursos, e da dificuldade de manter um debate proveitoso. Mas enfim, o que eu queria sinceramente é que alguém respeitavelmente tentasse demonstrar que minhas impressões estão equivocadas, pois honestamente, diante da incredibilidade de nossa justiça e diante de tudo que Lula representou para o país, queria muitíssimo estar errado. Davi Nogueira Sales.
    Advogado – 27 anos de Natal RN

  2. CARACA! Não é missa! É uma ode! Chamada para Guerra!!!

    Que comédia! a Paxtora: -“Lula Vive, Lula Vive!” , ai entra o padre : – Que é isso que ‘Jesuis’ qué!

    REAL AFRONTA AO BRASIL
    Real afronta a legitimidade desta Nação!
    O Brasil não deve se curvar a um ladrão!!!

    Pronto! Disseram Amem!
    Acabou a missa! Meio dia.
    PRA CADEIA!

    • Eis a razão das igrejas católicas perderem tantos seguidores. Uma igreja que celebra missa para ateus comunistas e seguidores de Marx que proclamau a morte de Deus não merece sobreviver. Hj depois de 64 anos católico e praticante, deixo de se-lo. Fui.

  3. Observem os rostos de todos políticos que estão no palanque da missa, estão na verdade hipocritamente segurando a alça do caixão do Lula, desejando profundamente o poder e, se achando herdeiros desse defunto. Pura hipocrisia, na verdade são todos inimigos entre si.

  4. Essa de que Lula fez um governo bom no seu primeiro mandato é acreditar em papai Noel.
    O que aconteceu, quando ele começou a governar é que a China, crescendo espetacularmente comprou minérios ,soja e carne, comoditties que estavam em alta. Com isso as empresas diretamente ligadas a isso empregou milhares e indiretamente, comércio, construção civil e fábricas também. O Brasil cresceu 4% e milhões se beneficiaram com isso.
    Até aí nada a ver com Lula.
    O que Lula fez foi pegar bilhões com que lucrou seu governo e reparti-lo com ditaduras africanas, cubana, e outros países de esquerda alinhados com seu governo. Bilhões que poderiam resolver muitos problemas de saúde e educação.
    Até aí nada de benefício social pelas mãos de Lula.
    Mas, para não ser injusto, ele deu 100 reais para cada pobre do bolsa-família, com o que conseguiu comprar votos dessa gente miserável e dependente dessa esmola.

  5. 1) O tabloide mensal Capital Cultural, que circula nos bairros cariocas de Santa Teresa, Centro, Glória, Catete e Largo do Machado, na edição de março/2018 informa:

    2) o Painel BAF, de SP, “que avalia a preferência dos negros, fez uma pesquisa onde 75.9 dos pretos e pardos paulistas “não votariam sob hipótese alguma no candidato Bolsonaro”.

    3) Considerando que é o maior colégio eleitoral do Brasil, o referido candidato não terá tanta facilidade assim para ganhar.

    4) E, considerando a chegada do Ministro Joaquim Barbosa ao pleito, este sim, tem a simpatia dos negros.

  6. O uso malicioso da palavra mítica Democracia no intuito de atentar contra essa instituicao histórica, é técnica gramciana herdada de teorias nazistas. Poupe-nos, portanto, esse teórico caboclo, dessa demagogia imbecil, que clama por democracia, quando, nessa toada, prega aquilo que não crê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *