‘É mais fácil boi voar de costas’, diz Ciro sobre apelo de FHC para unir o centro

ctv-kvv-ciro-gomes

Ciro ironiza FHC, que só respeita o próprio ego…

Mariana Haubert
Estadão

O candidato à Presidência pelo PDT nas eleições 2018, Ciro Gomes, voltou a ironizar nesta sexta-feira, dia 21, o apelo feito nessa quinta-feira, 20, pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) que, em carta, pediu a união do centro político nas eleições de 2018. “É muito mais fácil um boi voar de costas. O FHC não percebe que ele já passou. A minha sugestão para ele, que ele merece, é que troque aquele pijama de bolinhas que está meio estranho por um pijama de estrelinhas. Porque, na verdade, ele está preparando o voto no Fernando Haddad (PT), porque ele não tem respeito a nada e a ninguém, a não ser ao seu próprio ego”, afirmou Ciro em um ato de campanha realizado no Núcleo Bandeirante, região administrativa de Brasília.

Ainda nesta sexta-feira, os presidenciáveis Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede) também comentaram a carta do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Boulos chamou FHC de “hipócrita” e disse que a ascensão de Jair Bolsonaro é responsabilidade do PSDB. Já Marina disse que os tucanos enfrentam as mesmas dificuldades do PT.

POLARIZAÇÃO – A carta do ex-presidente tucano foi um pedido feito pelo seu partido diante da polarização entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) no primeiro turno da campanha presidencial. O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin está estagnado nas pesquisas de intenção de voto e não tem conseguido deslanchar para poder brigar por um lugar no segundo turno.

Nesta madrugada, após o debate das emissoras católicas em Aparecida, Ciro já havia atacado FHC ao dizer que ele é “um dos responsáveis pela situação que nós vivemos”.

Ciro também voltou a criticar Bolsonaro ao afirmar que “só uma pessoa muito inocente, doida para ser enganada, acredita que o Bolsonaro vai dar 15 dias de atenção ao Paulo Guedes”, em referência ao economista da campanha do adversário.

Divergência – Guedes e Bolsonaro divergiram nesta semana depois de o primeiro propor a volta da CPMF, imposto sobre transações bancárias, e ser, logo em seguida, desautorizado pelo presidenciável.

A respeito, Ciro Gomes citou uma propaganda que era veiculada no interior do Ceará de um xarope que tinha como slogan: “só burro não toma Castaniodo”. E completou:

“O governo Bolsonaro não acontecerá porque eu vou pedir a Deus que ilumine a minha palavra para proteger o Brasil desse salto no escuro”, disse.

MACHISMO – Em entrevista à imprensa, Ciro também rechaçou a pecha de machista, disse que as mulheres irão salvar o Brasil do fascismo, prometeu que vai fiscalizar e multar empresas que pagarem salários menores às suas empregadas em funções desempenhadas igualmente por homens e disse que irá aumentar a pena para o feminicídio.

“As mulheres brasileiras e os mais pobres vão salvar o nosso País do precipício, do fascismo, do militarismo extremista radical. As mulheres brasileiras têm direito que o país reconheça o seu momento e o país tem que garantir aquilo que já está na regra: mulher que faz o mesmo trabalho de homem tem que receber o mesmo salário de homem”, disse.

COISA VERGONHOSA – O candidato afirmou ainda que irá combater a violência contra a mulher e aproveitou o tema para criticar os boatos de que teria agredido a ex-mulher Patrícia Pilar. “É uma coisa extremamente vergonhosa”, disse.

Nesta semana, a atriz e diretora gravou um vídeo divulgado em redes sociais para desmentir o rumor.

“Eu vou resolver isso, eu vou me vingar disso protegendo o povo brasileiro, especialmente as mulheres contra o nazifascismo que o senhor Bolsonaro representa”, completou.

20 thoughts on “‘É mais fácil boi voar de costas’, diz Ciro sobre apelo de FHC para unir o centro

  1. A coisa mais ridícula dessa eleição é o Ciro Gomes imitando o discurso da extrema-esquerda.

    É patético ver o coronel de Sobral dando uma de “antifa” e dizendo coisas como “discurso de ódio” e chamando o adversário de nazista…

    Ele pensa que vai conseguir o respeito do pessoal do PSOL, etc.

    Os comunas de verdade devem estar morrendo de rir.

  2. -Se o SUPREMO não fosse formado por MINISTROS COMPRADOS, cujas bundas vivem assadas de chocar processos de notórios criminosos, todos os CENTRISTAS estariam hoje UNIDOS… na Papuda!

  3. Os Italianos não perceberam Mussolini!
    Os Alemães não perceberam Hitler!
    Os Brasileiros não perceberam Lula!

    BOLSONARO SEMPRE FOI DOS PARTIDOS BASE DO PT

    OPORTUNISTA!!! SEMPRE VOTOU COM A ESQUERDA!!!

    As pessoas se recusam a PERCEBER O PERIGO BOLSONARO!

  4. “O erro da ditadura foi torturar e não matar.” (Bolsonaro)
    Qual Constituição dá a quem governa o direito de torturar ou matar? Qual Estado é esse que Bolsonaro prega?

    “Mulher deve ganhar salário menor porque engravida” (Bolsonaro)
    Qual das 7 Constituições brasileiras menciona algo assim?

    “Eu sou favorável à tortura, tu sabe disso”(Bolsonaro)
    Qual Constituição traz como base o fascismo que Bolsonaro prega?

    “É um índio que está a soldo aqui em Brasília… Ele devia ir comer um capim ali fora para manter as suas origens. ”(Bolsonaro)
    Sem palavras, deve estar na Constituição que Bolsonaro pretende implantar, ou melhor, JOGAR NA CARA DO POVO BRASILEIRO…

    • AndreBR, esse tipo de declaração enviesada é conhecida no resto do mundo como “picking cherries”, que é pegar declarações polêmicas de alguém de décadas atrás e tirá-las do contexto. Bolsonaro disse essa frase cretina sobre tortura há 19 anos atrás. Ciro Gomes disse que Lula é um merda, que Fortaleza é um puteiro a céu aberto, que receberia a polícia à bala se um juiz mandasse prendê-lo, que o papael fundamental da mulher dele era dormir com ele.
      A sua militância política em favor da esquerda é realmente visível. Espero que seja de graça.

  5. Marcha da insensatez

    “Uma das obras mais importantes para compreendermos os caminhos tortuosos e os desatinos que eventualmente as ações governamentais e manifestações sociais podem adquirir é um estudo da historiadora norte-americana (duas vezes vencedora do Prêmio Pulitzer de Literatura) Barbara W. Tuchman, chamado A Marcha da Insensatez. Nele, a autora percorre a história para identificar inúmeras situações nas quais os governantes, em diferentes nações e continentes, tomaram decisões e assumiram posturas contrárias ao que seria sensato.”
    Mario Sergio Cortella

  6. “Acuse-os do que você faz”. Faz tempo que não vejo tanto ódio no rosto de uma pessoa.
    Ciro Gomes se tornou um risco real para o Brasil.
    O pior que não se encontra ninguém com coragem ou decência para dizer isso a ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *