É melhor a ministra Cármen Lúcia se apressar…

Resultado de imagem para cármen lúcia

Prazo para Cármen Lúcia vai acabar nesta quarta-feira

Bernardo Mello Franco
Folha

Os políticos ameaçados pela Lava Jato querem que o Supremo Tribunal Federal deixe a delação da Odebrecht para depois. Até a semana passada, a coalizão de investigados tinha pouca esperança de atrasar o acordo da empreiteira com a Justiça. O relator Teori Zavascki estava decidido a homologar os depoimentos em fevereiro. Com isso, o fim do mundo chegaria antes do Carnaval. A morte do ministro deu um alento a quem sonha em frear a operação. Isso explica o impasse e as disputas em torno da indicação do novo relator dos casos. A escolha será decisiva para o futuro de deputados, senadores, ministros e do presidente Michel Temer, citado 43 vezes por um lobista da construtora.

Como não é possível garantir que o novo relator seguirá o ritmo de Teori, as delações correm um risco real de acabar na geladeira. Isso não ocorrerá se a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, homologar os depoimentos até a próxima terça, último dia do recesso do Judiciário.

ESTANCAR A SANGRIA – Se a ministra confirmar o acordo, ninguém mais será capaz de “estancar a sangria”, pelo menos nesta fase das investigações. É por isso que Cármen tem sido aconselhada a homologar logo as delações, numa “homenagem” à memória de Teori.

No início da semana, dois movimentos abriram caminho para essa solução. Numa das frentes, o procurador Rodrigo Janot fez um pedido formal de urgência para o caso. Na outra, a presidente do Supremo autorizou os três juízes que auxiliavam Teori a retomar os trabalhos. Agora a decisão final está nas mãos da ministra.

Enquanto ela não age, as pressões se avolumam. Na quarta-feira (dia 25), o ministro Gilmar Mendes foi visitá-la e declarou que aceitaria com “naturalidade” a tarefa de ser o novo relator da Lava Jato. No domingo (dia 22), ele passou horas fechado com Temer no Palácio do Jaburu. Segundo a assessoria do ministro, tratou-se de um encontro de “amigos há mais de 30 anos”. É melhor Cármen se apressar.

13 thoughts on “É melhor a ministra Cármen Lúcia se apressar…

  1. E alguém acredita na dona Cármem, aquela que fala bonito mas não toma nenhuma ação contra os bandidos e arrepiou no caso Renan? Afinal, o padrinho dela é o Lulla e quem tem este padrinho não gera confiança.

  2. Presidente Carmen, transforme suas palavras de posse, em, realidade, o futuro tranquilo do povo sofredor está em Vossas mãos, Honre a Srª Justiça, homologue, honrando à memória do Ministro Teori, e nosso povo,
    Entre na História Pátria, fazendo que a justiça, faça Justiça, é o que o povo espera.
    Bem sabemos, que o STF, está na condição de stf, com seus sinistros, 07/12/16, não nos deixa mentir, De o grito de Independência, sem morte para libertar o Brasil desses ladrões dos Direitos da Cidadania. Olhe a Bandeira que está em sua sala de trabalho, e leia o Lema de “Ordem e Progresso”, como Dever de Consciência.
    Que Deus lhe de força e coragem, lhe protegendo e iluminando, para a Homologação que fará Justiça, a um povo sofredor e injustiçado.

  3. Os americanos estão protestando no aeroporto JFK na fria New York. Protestam em favor dos imigrantes! Isso é povo valoroso.
    Na nossa terra querida, de um povo heroico, ainda não se escutou um sussurro retumbante contra a corrupção. Vamos continuar de quatro a assistir o roubo, a miséria, a sem vergonhice dos poderosos?
    Temer não é aceitável – precisamos agir, reagir, ocupar as ruas novamente, mostrar aos canalhas a nossa disposição, a nossa vontade, o que queremos para o nosso país. Chega de coroné cachorro, de almofadinhas frouxos. Marchons!

  4. Além de uma homenagem seria um recado que o Supremo não se acovardou, como disse o chefe, nem se acovardará se tentarem parar a faxina que está sendo feita na política brasileira. Esperemos. Sem muita confiança, mas torcendo pelo melhor.

  5. Muitos que se alegraram com a “morte matada” do Min. Teori, gostariam do mesmo destino para a Min Carmem, é bom não duvidar das diabrices dos que pelo poder e dinheiro são capazes de qualquer coisa. É melhor a ministra se precaver, seu colega Mendes e seus “capachos”, como disse o ministro Joaquim, estão a espreita de suas vítimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *