E os outros que comeram na gamela do Cachoeira?

Antonio Santos Aquino

Se for verdade o que está sendo divulgado, só resta ao Senado cassar o mandato de Demóstenes Torres, líder do DEM. Mas precisamos saber tudo também sobre os outros que “comeram na gamela de Cachoeira”.

Além de poderoso, Cachoeira tem uma audácia amazônica. É só lembrar: quando da primeira gravação com Waldomiro Diniz, ali foi dito por ele que tinha dinheiro para ajudar na eleição de Benedita e Rosinha.

Depois, o audacioso Cachoeira, que devia prestar depoimento aqui na Assembléia do Rio de Janeiro, fez beicinho e disse que não viria depor. Se quisessem, que fossem a Goiânia em seu escritório ouvi-lo; ele pagaria todas as despesas. Logo, logo, apareceram impolutos deputados dizendo que fariam o sacrifício de ouvi-lo em Goiânia.

A cambada está quase toda aí. Foram e voltaram sem nada dizer. Perguntinha íncômoda: todo esse sacrifício dos “impolutos” deputados foi A SECO? Está na hora de sabermos quais foram os “turistas” que foram atender Carlinhos Cachoeira, onde se hospedaram, qual foi a despesa e onde realmente o ouviram. Na presença de quem e outras coisa mais. Não podemos votar mais nesses pilantras.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *