As ligações da Fundação Ford com o socialismo são reais

Leonardo Maia

Como oportunamente lembrou aqui na Tribuna da Internet o comentarista Caio Efrom, as ligações entre Fundação Ford e socialismo são muito mais extensas do que imagina a cabeça anti-americana, anti-Israel e pró-Islamismo de muitos. Não só Ford como Rockefeller e Soros (este, dono do Partido Democrata, que também poderia ser chamado de ‘Partido Socialista Americano’, há mais de 10 anos [“The Shadow Party”, David Horowitz / Richard Poe]).

Não tenho pretensão de ser espião nem investigador de coisa alguma. Minha ‘investigação’, além de se dar em cima de um material aberto ao público, é como a indignação de qualquer cidadão brasileiro que, além de não crer no teatro jornalístico, vive há 12 anos sob um governo mentiroso e marxista (o que é redundância, até) que tenta comprar o Congresso, usurpar a Petrobrás, promover animosidades fomentando a segregação da sociedade brasileira em classes (“negro”, “branco”, “LGBT”, “heterossexual” etc), em detrimento do fato de que somos todos compatriotas.

Agindo assim, atrasou o Brasil, deixando passar o momento mais favorável ao país no mercado financeiro em toda sua história. por conta de caprichos e corrupção, temperados com incompetência.

PREFIRO O MOSSAD…

E sinceramente, embora não seja nenhum entusiasta do Mossad ou de Israel, mil vezes o serviço secreto israelense a qualquer organização islâmica. Melancólico pensar que já tivemos um Oswaldo Aranha nas Relações Internacionais e hoje temos no governo uma terrorista aposentada e autoritária que defende – em nome do Brasil – o diálogo com grupos terroristas da natureza mais vil.

15 thoughts on “As ligações da Fundação Ford com o socialismo são reais

  1. Lendo este artigo, identifiquei-o como resposta aos meus comentários de um texto anterior, intitulado “Não podemos esmorecer, de Percival Puggina, publicado em 17 de outubro de 2014”.
    Cabe então algumas reparações a este presente artigo:
    Vocês não deveriam confundir socialismo com filantropia, pois o que a Fundação Ford pratica é tão somente fulantropia e não socialismo.
    Num mundo socialista não há lugar para a filantropia, pois as necessidades sociais estão plenamente realizadas.
    Eu nunca declarei apoio ao estado islâmico, muito ao contrário, pois o Estado Islâmico pratica a pena de morte e quem é a favor da pena de morte são vocês, os direitistas.
    Eu sou contra a pena de morte.
    Portanto, o Estado Islâmico tem mais pontos em comum com vocês do que comigo.
    Até porque vocês éque apoiaram o Estado Islâmico quando este lutava para derrubar o governo do ditador Bashar Al Assad, inclusive cogitando intervenção e bombardeio das tropas do exercito sírio que lutava contra este mesmo EI.
    Minha cabeça não é anti-americana (sic), pois eu também sou americano,.
    A minha cabeça é americana.
    Já que nasci no Brasil, sou americano e honro minha origem.
    Também não sou contra os Estados Unidos, e em alguns pontos eu os tenho em admiração.
    Não preciso de visto para entrar nos EUA, como a maioria de vocês direitista precisam.
    Também não sou anti-Israel e também admiro o povo judeu que legou à humanidade grandes personalidades como Freud, Spinoza, kafka e também MARX.
    Quem perseguiu o povo judeu no holocausto foram os direitistas, na forma de nazistas.
    E para finalizar, a afirmativa de que FHC recebeu dinheiro da CIA através da Fundação Ford foi publicada nesta mesma Insuspeitíssima Tribuna, escrita por Sebastião Nery:

    http://www.tribunadainternet.com.br/livro-que-relata-envolvimento-de-fhc-com-a-cia-esgota-edicao/

  2. Subscrevo o artigo e aos incautos, não falo dos que tem opinião formada contrária, mas que seguem em sua ignorância que acham que alguém pratica filantropia (na casa dos bilhões, não estou falando de ajudar alguns idosos, um lar de aidéticos, etc) sem interesses… não se trata de outra coisa que uma maneira de fazer lobby, só que no país alheio. Dou um exemplo a filantropia de vários magnatas fornece dinheiro para “causas ambientais” que fazem danos ao Brasil como entregar nossas terras a indígena (massa de manobra politica) que serão posteriormente exploradas por americanos (dos EUA) quando der na telha. A filantropia na África dá com uma mão tratamento médico e com a outra recolhe amplo número de dados sobre efeitos colaterais de novos medicamentos e estudos sobre a evolução de doenças nos pobres africanos.

    • Muito bom Fernando. Direto ao ponto. Relativo ao comentário do Sr. Giuseppe, fica até difícil comentar, tamanha a
      “fabulação” com diz a candidata. Pergunte aos cubanos, norte-coreanos, etc se suas necessidades sociais estão sendo atendidas…Não faça sentenças, tentativas fracassadas de colar pecha (“vocês é que apoiaram o Estado Islâmico”) ou afirmações sobre o que penso ou disse, generalizando que sou a favor de pena de morte, ou fazendo a velha divisão de “nós” e “vocês”. O pior é tentar fazer o uso, típico, de superioridade moral ou ideológica, que simplesmente é nula, para não dizer negativa (“Não preciso de visto para entrar nos EUA, como a maioria de vocês direitista precisam”). No fim ainda tem um reductio ad Hitlerum (mais uma vez típico da falta de argumentos) completamente asqueroso para quem entende o mínimo de história. Agora sobre a Fundação Ford, desde a década de 50 era investigada por colaboração com a propaganda soviética, nos tempos atuais basta olhar os programas que ela financia e verá que todos são do ideário da esquerda: cotas raciais, feminismo (FEMEN e etc.), multiculturalismo, MST, movimentos de diversidade e LGBT. Quem financia o Fórum Social Mundial? Fundação Ford. Quem está apoiando o Mujica na liberação da maconha? Soros (sobre esse sr., é interessante saber que é um dos donos do site de petições online AVAAZ). Já que você citou Marx, vamos dizer que essas fundações são com Engels foi para Marx…Se FHC recebeu dinheiro da Fundação Ford o objetivo sempre foi outro, a internacionalização socialista. Essa história da CIA é só cortina de fumaça…

      • Prezado Sr. Caio:
        Não defendo Cuba, defendo única e exclusivamente o Brasil.
        Mas, para falar a verdade, posso te responder que esta noite milhões de crianças no mundo vão dormir com fome e nenhuma delas é cubana, mesmo com Cuba sofrendo um violento bloqueio comercial que já dura décadas.
        Ao contrário do que o Sr. afirma, quem tentou “colar pecha” , acusando alguém de ser pró-islamismo, reforçando a indução com uma foto de execução em massa pelo EI, foi o autor do artigo e o Sr na sua ratificação ao mesmo.
        Vocês sempre tentam inverter as posições, sem trocadilho.
        Apenas esclareci que o EI comunga mais as ideias dos direitistas do que as minhas.
        Os direitistas apoiaram o Estado Islâmico sim, isto é fato. Apoiaram a intervenção militar internacional na Síria para derrubar o ditador Bashar Al Assad.
        O Brasil foi contra a intervenção e acusaram o PT, com sua política externa, de defender um ditador.
        De repente o EI, libertário lutador pela democracia se tornou terrorista feroz. Vá entender a cabeça de vocês.
        Assim como fizeram na Líbia, onde derrubaram Khadaffi, A intervenção visava somente a ocupação de território e nada mais.
        Não fosse a firme postura da Rússia, inclusive com instalação de mísseis antiaéreos, o Estado Islâmico teria dominando também a Síria.
        O filme da execução de khadaffi, logo após ser capturado, lembra em muito esta foto com a execução de prisioneiros.
        O mundo direitista vibrou em orgasmo ao assistir a este vídeo da sua execução.
        Quando digo algumas coisas referentes à minha situação sócio-cultural-econômica é tão somente para rebater as acusações inverídicas alguns fazem a quem rebate as acusações infundadas feitas ao PT. Ou seja, para eles todo defensor do PT é “vagabundo dependente do Bolsa Família” e só vota no PT com medo de “perder o benefício e ter que trabalhar”. Só por isso e pretendo não fazer mais, pois parece pedantismo quando é só elucidação.
        Quem revela conhecer pouco de história é o Sr. Pois declarar que “a Fundação Ford, desde a década de 50 era investigada por colaboração com a propaganda soviética” é uma bobagem.
        O Sr. parece desconhecer que os anos 50 foram marcados pela histeria do macartismo, período de intensa patrulha anticomunista e desrespeito aos direitos individuais, e qualquer pessoa ou entidade que discordasse do estabelecido era considerado propagador e promotor do comunismo.
        Na época do macartismo todo mundo era considerado suspeito, devido ao clima de histeria então reinante.
        Neste contexto Charlie Chaplin foi considerado subversivo e foi EXPULSO dos EUA. Atenciosamente.

        • Vamos lá caro Giuseppe: 1) Você não defende Cuba, nem eu disse isso, o que você defende é o socialismo: “Num mundo socialista não há lugar para a filantropia, pois as necessidades sociais estão plenamente realizadas.” Há um só pais socialista no mundo atual ou que tenha existido em que isso aconteceu? Na prática a teoria é outra. 2) Violento bloqueio? Se informe. Qualquer país do mundo pode negociar com Cuba, há diversas empresas brasileiras que fazem isso. Cuba possui relações comerciais com mais de 100 países. E não há crianças passando fome em Cuba? Claro que não, porque agora no talão é permitido 1800 calorias diárias, e antes era 1600 (ironia). Outra, porque o Brasil doa milhares de toneladas de alimentos anualmente para Cuba se a situação é tão boa? 3) Quem coloca as fotos no artigo são os editores. 4) Só para esclarecer Obama para ti seria de direita? Se for, favor novamente se informar melhor. 5) Quem governava os EUA no período da guerra na Líbia? Obama. Mesmo assim, digo que, neste caso, a questão é muito mais complexa que dualismo esquerda e direita. O contrário seria reducionismo. Até porque a centro-direita de Sarkozy na França foi apoiada por toda esquerda para a intervenção. E ora, vejam só, na Síria, o esquerdista Obama, foi apoiado pelo socialista Hollande. 6) não vou comentar sobre tua situação “sócio-cultural-econômica”. 7) Conheço muito bem sobre o Macartismo, mas isso não invalida em nada meu comentário, por isso o “desde a década de 50” e não “na década” (aqui a referência: Phil Kent, Foundations of Betrayal. How the Super-Rich Undermine America, 2007). E novamente reforço o comentário, anterior, que pago o FSM? Quem financia várias ONG´s feministas, MST, movimento LGBT e etc? Fundação Ford! É simples, tá no próprio site deles (olhe o do Brasil e o americano). Porque fazem isso? Só uma questão de por em prática uma das maiores “virtudes” do socialismo, a completa eliminação física e econômica dos empreendedores nacionais. 8) E é verdade, em momentos de histeria e de crise moral que surgem patocratas para tomar de assalto o poder, vide o próprio McCarthy (numa escala menor), Hitler, Lenin e Stálin (numa escala bem, mas bem maior). Lamentavelmente em um dos casos se perde as liberdades individuais, nos outros a vida… Att.

    • Você está correto na sua declaração, Fernando. Filantropia, em certo sentido, é apenas caridade realizada com intenção de propaganda e cooptação. Ela pretende manter o seu público alvo em constante dependência desta caridade, sem de fato resolver os problemas sociais que causam o seu sofrimento e o maior beneficiado por esta prática é o próprio filantropo. Os dois exemplos que você citou são reais e atuais. Diferente dos programas sociais que objetivam legar direitos básicos e promoção da cidadania, com consequente desenvolvimento social, a filantropia oferece um pão a quem tem fome, mas não trabalha para erradicar a miséria. Para aqueles que previsivelmente postarão alguma crítica por considerarem o bolsa família esmola, antecipo dizendo que foi uma atitude emergencial para eliminar a fome, problema secular no Brasil, e as doenças em decorrência da subnutrição. O próprio Aécio declarou (promessa de campanha, claro) que se for eleito tornará o BF política de estado e não de governo.
      Paralelamente ao Bolsa Família existem outros programas na área de educação, saúde, emprego e renda em breve tornarão o BF dispensável. Saudações.

  3. CARA DE PAU!!!!

    DO POLIBIO BRAGA. Aqui: http://polibiobraga.blogspot.com.br/

    Conheça a história de nepotismo, jamais contada antes, da Agente X-26, a técnica da FEE, Dilma Roussef.

    A agente X-26 foi nomeada por Jair Soares a pedido do marido, com quem foi trabalhar depois com um a FGAL-9 na Assembléia do RS.

    Desde que chegou a Porto Alegre no final da década de 70, onde passou a viver com seu marido, o ex-deputado estadual Carlos Araújo, PDT, com quem teve uma filha, Paula, atual procuradora do MPT, a presidente Dilma Roussef passou a ser conhecida como ocupante de diferentes cargos públicos, entre os quais o de Assessora Superior da Assembléia do RS, Diretora Geral da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Secretária Municipal da Fazenda e Secretária Estadual de Minas e Energia.

    . Ela serviu aos governos do PDT e do PT.

    . Os cargos que ocupou, todos de livre nomeação – CCs, FGs ou secretarias – foram por indicação do marido, inclusive na Assembléia, onde trabalhou diretamente sob as ordens do deputado Carlos Araújo, na Assessoria Superior da Bancada, percebendo ali a mais alta FG da Casa, calculada hoje em R$ 14 mil, sem contar vantagens.

    . O que muito pouca gente sabe é que Dilma começou sua vida como servidora pública na qualidade de CC nomeada pelo então governador Jair Soares, do PDS, a quem Carlos Araújo foi procurar em 1983 para pedir o emprego para a mulher. Dilma foi nomeada no âmbito da secretaria do Planejamento para a FEE (Fundação de Economia e Estatística). Lá ela consta da Folha até hoje. Como X-26, técnica X-26. Na época, o PDS era o Partido de sustentação do general João Batista Figueiredo, de quem Soares fou ministro da Previdência. Dilma e Araújo combateram ambos, Contra Jair, apoiaram Alceu Collares, PDT.

    . Nos casos da FEE e da Assembléia, Dilma Roussef foi beneficiada pela relação de parentesco, prática que no debate do SBT denunciou como “imoral” e “ilegal” na situação que teria enfrentado seu adversário Aécio Neves em Minas.

    . A presidente sabia perfeitamente que sua retaguarda estava a descoberto, mas mesmo assim resolveu acusar o adversário por um tipo de “crime” que “cometeu” várias vezes, muito tempo antes.

    . Nos seus 30 anos como empregada contratada, compareceu efetivamente ao trabalho menos de 5 anos. No restante do tempo esteve cedida. Seus salários como X-26 sempre foram pagos pela FEE

  4. Respeito a opinião de todos, desde os que apelam à xingamentos por falta de argumentação até dos que defendem o Comunismo – que apesar de ter matado muito mais gente que o nacional-SOCIALISMO ou nazismo, nunca foi julgado por seus crimes contra a humanidade e até hoje ainda continua os cometendo.

    Mas é querer tapar o sol com a peneira usar de relativismo pra abafar o fato de que o Ocidente (inclua aí o Brasil, ainda que maltratado pela desconstrutiva mentalidade revolucionária há tantos anos, ainda faz parte da cultura e valores ocidentais) sofre uma iminente ameaça do Califado e suas alianças.

  5. domingo, 9 de novembro de 2014

    Polícia Federal aponta elo de ligação entre a bandidagem do PCC e a organização terrorista islâmica Hezbollah
    Agentes da Polícia Federal trabalham no monitoramento da fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai

    Documentos da Polícia Federal e do serviço de inteligência do Brasil apontam que traficantes ligados ao grupo terrorista islâmico libanês Hezbollah formaram uma associação com criminosos brasileiros, integrantes do Primeiro Comando da Capital, o PCC. Relatórios produzidos pela Polícia Federal apontam que terroristas do Hezbollah se ligaram aos integrantes do PCC para articular rotas do tráfico internacional de drogas e contrabando de armas. Os detalhes foram revelados pelo jornal O Globo, neste domingo. Segundo a publicação, uma série de documentos da Polícia Federal obtidos pelo jornal revela que a sociedade começou a ser montada em 2006. Mas as provas só foram descobertas dois anos depois, quando uma operação realizada pela Polícia Federal reuniu os primeiros indícios da ligação entre libaneses e a organização criminosa brasileira. Na época, envolvidos com o tráfico internacional foram presos. De acordo com autoridades americanas e relatórios produzidos pelo Órgão para o Controle e Combate das Drogas (DEA), integrado pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos e encarregado da repressão e controle de narcóticos, o dinheiro da droga é justamente uma das fontes de financiamento de entidades terroristas. Já a Polícia Federal encontrou indícios de que o grupo libanês que operava com o tráfico abriu canais para o contrabando de armas destinadas à organização criminosa brasileira. Em troca, os criminosos do PCC prometiam dar proteção a presos da quadrilha libanesa já detidos nas penitenciárias do País. A veracidade da associação entre membros do PCC e do Hezbollah foi confirmada pela área de inteligência da Polícia Federal, que monitorou não só os suspeitos sob investigação, como também os integrantes da facção brasileira que comandavam ações de dentro dos presídios federais e estaduais em São Paulo e Paraná. Segundo relatório da Polícia Federal, “a concentração de tais detentos vem auxiliando na aglutinação de indivíduos com interesses comuns, além de viabilizar o contato de traficantes de origem árabe com grupos” como a facção “com marcante presença nos estabelecimentos prisionais do Estado de São Paulo”. O documento diz ainda que os contatos internacionais dos traficantes libaneses “têm atendido aos interesses” da facção brasileira, “que, por seu turno, viabiliza uma situação favorável aos estrangeiros dentro do sistema prisional, além de assegurar algum lucro com negociações mesmo enquanto estão presos”. A partir de investigações e conversas com informantes que atuam na região da fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, o setor de inteligência da Polícia Federal identificou que os traficantes libaneses não só abriram canais para a organização criminosa obter armas no Exterior, como teriam participado da venda de explosivos supostamente roubados por membros do PCC. “Os libaneses em atividade criminosa, apesar de terem no tráfico de cocaína seu principal foco de atividades, também atuariam no tráfico de armas para grupos criminosos de São Paulo, sendo que, recentemente, também teriam intermediado uma negociação de explosivos”, diz o relatório destacado pelo jornal. As informações sobre os vínculos entre as duas quadrilhas foram compiladas depois que o governo americano passou a apontar em seus relatórios anuais de combate ao narcotráfico a participação de libaneses da Tríplice Fronteira ligados ao comércio ilegal de drogas e ao financiamento de ações terroristas. Em 2006, relatório do Departamento do Tesouro americano chegou a listar nove pessoas acusadas de ajudar a enviar recursos para o Hezbollah. Além dos nomes, o relatório apontava que a Galeria Pagé, em Ciudad del Leste, no Paraguai, vizinha da cidade brasileira de Foz do Iguaçu, era o bunker dos agentes que davam suporte financeiro ao Hezbollah. Na época, o governo brasileiro emitiu nota negando haver prova de que terroristas atuassem na região do Sul do País. Nos anos seguintes, o DEA, a agência americana de combate às drogas, reiterou a acusação. Em 2008, dois anos após o primeiro relatório do Tesouro dos Estados Unidos, os serviços de inteligência da Polícia Federal já estavam apontados para a região.

    Fonte: http://poncheverde.blogspot.com.br/2014/11/policia-federal-aponta-elo-de-ligacao.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *