E se Rose contar o que sabe, para ganhar a delação premiada?…

Marcelo Mafra

Pelo que mostram essas notícias, está se confirmando o que empresário Marcos Valério teria dito à revista Veja sobre o Lula: “Empresários se reuniam com ele para obterem facilidades junto ao governo federal, num esquema de arrecadação clandestina de dinheiro para o PT.”

Então, se ele já fazia isso como presidente, segundo Marcos Valério, parece que continuou depois, como ex-presidente.

As declarações de Lula para imprensa são sintomáticas de quem tem culpa no cartório. Ele disse: “Eu me senti apunhalado pelas costas. Tenho muito orgulho do escritório da Presidência, onde eram feitos encontros com empresários para projetos de interesse do país”.

Era para isso, então, que servia o escritório da presidência da República em São Paulo? Para “encontros” com empresários?

Por que Lula veio novamente com a mesma desculpa inicial que apresentou para o caso do mensalão, quando disse que foi “traído”? Meses depois, mudou o discurso. E por que se referir a “encontros” com empresários? Por que dizer que eram para “projetos de interesse para o “país”?
Lula parece estar tentando antecipar algum tipo de defesa na sua forma de se manifestar.

E José Dirceu, o “consultor”? Novamente aparece envolvido em esquemas clandestinos.

Será que a secretária Rosemary Noronha vai bancar a boba, como Marcos Valério – que acreditou que receberia proteção no caso do Mensalão e conseguiria se safar -, ou vai contar o que sabe, para se aproveitar da chamada delação premiada? Esta é a questão, hoje.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *