triste saber que milhes de brasileiros ainda recusam a vacina, agindo infantilmente

Imagem analisada visualmente

Charge do Jean Galvo (Arquivo Google)

Vicente Limongi Netto

A tragdia da covid-19 h dois anos apavora o mundo. Aqui no Brasil, a primeira infeco do novo coronavirus foi notificada no dia 26 de fevereiro de 2020. Dilacera famlias. Destruiu empregos, abalou a economia. Carregamos na alma a marca brutal, vergonhosa e estarrecedora de quase 700 mil mortos. O drama continua. Sem previso de acabar.

O sistema de sade tem horas que no suporta atender a demanda. A dor passou a morar na vida da populao. A escalada cruel da pandemia maltrata e penaliza. preciso que todos se conscientizem e procurem os postos de vacinao.

CONTRA A VACINA – Inacreditvel que milhes de pessoas ainda no foram vacinadas. Sabem que, sem o apoio da vacina, quem sobrevive geralmente padece com sequelas.

A covid-19 caiu no colo de Bolsonaro. No incio, o chefe da nao desprezou a fria assassina do coronavirus. No adotou providncias de imediato. Demorou para comprar vacinas, deciso que teria evitado milhares de mortes.

Chamou a covid de “gripezinha”. Debochou da vacina e das normas sanitrias. Tripudiou e continua fazendo pouco caso do uso da mscara. J pegou covid duas vezes, mas se acha super-homem e foge da vacina.

VACINAR PRECISO – A vida no tem preo. Bolsonaro precisa acabar com insensatez de condenar as vacinas, pensando em colocar uma tranca depois que a porta j foi arrombada. O Brasil precisa avanar na vacinao coletiva.

Estamos longe do sossego. As devastadoras covid-19 e a variante micron cobrem de medo, humilhao, tristeza e indignao os coraes dos brasileiros.

Julgavam que em 2022 estaramos livre da pandemia, atravs da vacinao e da imunidade do rebanho, porque no contavam com o surgimento das novas variantes.

ATAQUE ZONA FRANCA – Como de hbito, sorrateiro em suas atitudes pouco republicanas, o ministro Paulo Guedes investe, mais uma vez, contra o Polo Industrial de Manaus(PIM). Desta feita, decidindo reduzir em 25% o valor do IPI para grande parte dos produtos fabricados na zona franca. Recebeu, prontamente, o firme e enrgico repdio do deputado federal, tila Lins(PP-AM).

Lins argumenta que Guedes nunca teve compromisso com a zona franca de Manaus. O que prope, segundo tila Lins, “imoral e nada republicano”. “ um duro golpe contra o polo industrial. Muitas fbricas fecharo e os 100 mil empregos diretos proporcionados pelas indstrias da zona franca correm risco”.

tila pediu ao poderoso ministro da Casa Civil, senador Ciro Nogueira, que intervenha junto a Bolsonaro para coibir e frear ” essa nova nefasta, brutal, injustificvel, aodada e inacreditvel atitude contra a zona franca”.

11 thoughts on “ triste saber que milhes de brasileiros ainda recusam a vacina, agindo infantilmente

  1. Continua o choro, s mi mi mi. Muda o disco, at quando vai bater no Presidente?
    J est mais do que provado que ele estava certo. Tudo que ele previu vem acontecendo. Ainda bem que ele agiu a tempo de no deixar afundar o pas de vez. A oposio no satisfeita com a popularidade do presidente, ataca-o insancentemente, com o propsito de denegrir a sua imagem e desacredit-lo perante s populao brasileira.

  2. Para mudar, precisamos falar com quem ainda pensa e pensa corretamente. E depois, fazer o que tem de ser feito!

    Temos problemas? Sim e muitos!

    E como vamos corrigi-los? Mostrando que, repetir bobagens e superar milagres coisa de idiota. O inteligente derruba a coisa mal feita e mostra como tem de ser feita.

    E quem no enxergar, que fique pelo caminho procurando a salvao!

    Fallavena

  3. Senhor Vicente Limongi Netto , um ex-secretrio do ministrio da economia ” da safra de Paulo Guedes ” , esta pregando um tal ” FUNDO DE PREVIDNCIA ALTERNATIVA ” ao oficial , acredito que tenha criado na surdina uma empresa para esse fim , com capital oriundo da ” PREVIDNCIA SOCIAL OFICIAL ” , pois existem vrias pessoas que desde de 2017 , deram e requereram sua aposentadoria e at hoje no receberam resposta alguma , como pblico e notrio , esse ex-secretrio saiu do ministrio da economia recentemente .

  4. Bolsonaro NO contra vacinas, Sr Limongi; ele contra a OBRIGATORIEDADE da vacina. Como um homem de letras o senhor deveria saber que so coisas diferentes e um pouco de verdade faria bem s suas anlises.

  5. Seu Vicente, o senhor est entregando a fatura no lugar errado, as vacinas s poderiam ser compradas depois do aval da Anvisa.
    Esconder o bonito e mostrar o feio artimanha, o Brasil um dos pases que mais vacina sua populao.
    No mais o senhor est no pleno direito de externar suas opinies.
    Quando leio seus artigos, de imediato, logo no comeo j sei o que vai vir. Tiro de artilharia para destruir o Bolsonaro.

  6. Imagino que a maioria dos jornalistas, aqueles que tem a obrigao de escrever um artigo por dia. Eles acordam pensando, hoje tenho que escrever um artigo ou crnica onde tenho que desconstruir a imagem do presidente, tenho que achar ou criar algo novo para bater.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.