Eduardo Bolsonaro imita o pai, dá “banana” e manda deputadas “rasparem o suvaco”

Oposição gritava ‘Fascista! e Eduardo rebatia: ‘Raspa o suvaco’

Camila Turtelli
Estadão

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) criticou nesta terça-feira, dia 18, parlamentares mulheres que fizeram uma nota de repúdio ao presidente Jair Bolsonaro pela ofensa à jornalista Patrícia Campos Mello, repórter do jornal Folha de S.Paulo. Irritado, Eduardo subiu à tribuna da Câmara logo após a líder do PSOL, Fernanda Melchionna (RS), chamar o presidente de “machista”.

“Esse tipo de discurso também revolta. A deputada diz que fala em nome das mulheres. Calma aí. Será que não tem mulher aqui comigo não? Uma banana, em nome das mulheres. Uma banana! Quero saber onde elas estavam quando o Lula falou em mulheres de grelo duro”, questionou Eduardo na tribuna na Câmara, acompanhado de deputados do PSL, homens e mulheres.

GRAMPO – A frase foi uma referência a uma conversa grampeada entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-ministro Paulo Vannucchi, em 2016. Na ocasião, Lula disse a Vannucchi que estava chamando as petistas Fátima Bezerra e Maria do Rosário para acompanhar de perto Douglas Kirchner, um dos procuradores que o investigavam. No diálogo, ele se referiu às feministas do partido de forma grosseira. “Cadê as mulheres do grelo duro do nosso partido?”, perguntou.

Ao ler a nota de repúdio a Bolsonaro, Fernanda Melchionna – acompanhada de outras deputadas da oposição – disse que falava em nome das mulheres brasileiras “desrespeitadas por um presidente machista que ataca a liberdade de imprensa”.

SANÇÕES – Logo depois, a bancada do PSOL na Câmara protocolou representação na Comissão de Ética da Presidência da República, pedindo que Bolsonaro fique sujeito às sanções previstas no Código de Conduta da Alta Administração Federal.

“O presidente da República não pode se valer do seu cargo para iniciar uma cruzada contra a imprensa brasileira, proferindo ofensas de teor misógino e machista”, diz o texto. Na prática, porém, a Comissão de Ética é um órgão auxiliar do presidente.

Sob o argumento de que estava “revoltado”, Eduardo prosseguiu com os “questionamentos” às colegas, especialmente as do PT. Enquanto o filho “zero três” de Bolsonaro falava, um tumulto tomava conta do plenário, com vaias de um lado e gritos de apoio, de outro.

“TEM QUE ENGOLIR”  – “Onde vocês estavam? Estavam perdendo dinheiro enquanto isso. Estavam roubando”, disse ele ao se dirigir à presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR). “Isso daqui não passa de discurso político, isso aqui é a imposição do politicamente correto para tentar calar a boca do presidente Jair Bolsonaro. Eu quero saber qual outro presidente machista deixou sua mulher discursar na posse. A mulher do Lula só serviu para levar a culpa da roubalheira”, provocou. “Nós somos os revoltados que até ontem não tínhamos espaço aqui. Agora, vocês vão ter de nos engolir. Aqui ninguém se dobra ao politicamente correto, não”.

A oposição gritava cada vez mais alto “Fascista! Fascista!”. Eduardo, por sua vez, rebatia: “Raspa o suvaco, hein? Senão dá um mau cheiro do caramba”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Assistimos, mais uma vez, a um show de baixo nível. Um deputado eleito por milhares de cidadãos dando o “recado” e ocupando espaço mandando mulheres rasparem o suvaco e infantilmente imitando o pai distribuindo bananas ?  Não há sequer respeito pelas mulheres. A ausência de bom senso nos discursos impera. Enquanto isso, questões importantíssimas alongam a fila de espera nas pautas políticas. (Marcelo Copelli)

30 thoughts on “Eduardo Bolsonaro imita o pai, dá “banana” e manda deputadas “rasparem o suvaco”

  1. Por que você não enfatiza o que o ladrão , nefasto e corrupto, agora abençoado, disse?
    De fato, perda de tempo, há assuntos mais importantes a tratar.
    Aquilo lá é uma pocilga, onde chafurdam , sobretudo, a canalhada petista, psolista, pcbista, pcdob, e varias outras.
    Fale e dê o destaque a esta corja de bandidos que lá chafurdam.
    De fato, perda de tempo no seu comentário também.

  2. CARTA ABERTA AO GENERAL HELENO. Caro General, se for para mudar de verdade este país, como de fato mudou de verdade em Novembro de 1889, pelas mãos do Marechal Deodoro, que, infelizmente, deu nisso que aí está, mas que ainda assim valeu a pena a mudança, que, à evidência, necessita de uma remudança há muito tempo, ou seja, de uma reinvenção do Brasil, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, para acabar com safadeza concentrada e sediada em Brasília, então terá valido a pena a volta do militarismo ao comando político do país, mas se for para continuar tudo como dante$ no velho quartel de Abrante$, então que vá para a PQP o militarismo tb enquanto opção política nacional, ou seja: vade retro Sataná$, até porque lugar de militar é no campo de batalha, no front, e não na política mercenária, bandida, contaminante. https://www.brasil247.com/brasil/general-heleno-manda-um-foda-se-para-o-congresso

  3. A esquerda mente, rouba e até mata. O outro lado também não é santo, mas não a ponto de ultrapassar os limites do hediondo, que na esquerda é obrigatório e justifica a sua sanha pelo poder totalitário.

    Ainda há pouco na CPI das fakenews, as mentiras da esquerda mostraram cabalmente sua condição de criminosa.

  4. A fala de Eduardo Bolsonaro é a mesma que pode ser ouvida em botequim de periferia, entre senhores de meia-idade embriagados por álcool, e que proferem as mesmas frases misógenas, racistas, anti-feministas (normalmente por frustração por não terem mulheres ao seu alcance), com a diferença que em botequim de periferia, estas falas chulas não são censuradas.

  5. Os Bolsonaros são broncos. Isso todo mundo sabe. Mas por que o Glauberzinho do Psol pode insultar constantemente um Ministro da Justiça e a mídia fica quieta junto com a seita laica? E ainda por cima gera barraco de sair na mão no congresso apoiado pelo Freixo-pezinhonapiscinadocopa, que repete os insultos em sua rede? Por que eles são “bõeins” e os outros a encarnação do mal?

  6. Marcelo Copelli, meu caro – Boa tarde!

    Há uma ignorância generalizada sobre o que seja ser fascista – não é sinônimo de ser anticomunista!!!

    Fascismo é principalmente o Social (fasces = fascio – feixe de grãos) prevalecer sobre o Individual … dele deriva o Nazismo (em que a Nação prevalece sobre o HomeMulher) … … … o Comunismo Leninista se diferencia pelo Internacionalismo prevalecer sobre a Nação e a Pessoa.

    Sds.

  7. Esperava-se que a conduta do presidente desta Republiqueta fosse de acordo com as exigências do cargo para o qual foi eleito.

    No entanto, Bolsonaro tem se envolvido negativamente com as palavras que ele mesmo profere, tanto por não estarem de acordo com o protocolo porque pronunciadas pelo primeiro mandatário da nação, quanto à maneira ridícula e desavergonhada que o presidente quis dar na resposta à jornalista que ansiava por um furo jornalístico.

    Se Lula, Dilma – o raio que parta! -, disseram inúmeras asneiras boca a fora, tal desrespeito e má edução do casal de mafiosos não autorizam Bolsonaro seguir vociferando da mesma forma, agressiva e ofensiva.

    Agora, quanto ao Eduardo, que reagiu à altura do ambiente do antro de venais, criticá-lo seria de nossa parte um erro clamoroso!
    Caso os comentaristas ouvissem os parlamentares da oposição como se dirigem ao presidente, a maneira deplorável e insultuosa como berram contra Bolsonaro e até mesmo contra a sua pessoa, Eduardo foi educado!

    A insolência da oposição, seus ataques, suas expressões deploráveis, a violência do que dizem do presidente e até de sua família, inclusive de sua esposa, caso houvesse no congresso – antro de venais, repito – uma legítima e verdadeira comissão de ética, mais de 50 parlamentares já deveriam ter sido cassados pelos impropérios berrados nos “expedientes” em plenário.

    Mas, o que se constata, é a existência de uma “comichão” de vermes, que contribui para o péssimo conceito dos políticos a total descrença no legislativo, casta que elegeu o povo como seu inimigo!

    O que disse Eduardo, os gestos feitos por Eduardo, as palavras utilizadas pelo Eduardo … por acaso não é assim que seus colegas corruptos e desonestos agem quando presentes nas sessões ordinárias de ordinários??!!

    Reclamar deste deputado, extrair o seu comportamento fora do contexto onde está envolvido, lamento, mas não considero justo, pois as agressões, insultos, ataques, ofensas, têm sido a característica dos venais há muito tempo!

    O que dizer da cusparada de Wyllys no Bolsonaro?
    Sofreu algum processo da “comichão”?!
    Nada!
    O porco imundo, asqueroso, canalha do Glauber Braga, do Psol, quantas vezes ofendeu criminosamente a Moro?!
    Foi chamado às falas pela sua conduta imperdoável PORQUE contra o decoro parlamentar, SE HOUVESSE MESMO DECORO NO PARLAMENTO??!!
    Nada!

    E querem que Eduardo seja o “joãozinho do passo certo”?!
    O pessoal tá de sacanagem, nessas alturas, convenhamos!

    Antes que me digam a mesma frase que postei no início deste comentário que, um erro não justifica o outro, ou seja, Eduardo não precisa ser mal educado e desrespeitoso como seus pares, pergunto:
    Mas qual é o parlamentar educado e respeitoso, honesto e decente, que existe no antro de venais??!!

    Como exigir de um predador, que não aja igual à sua espécie?!

    Aliás, a norma do antro de venais é quanto pior melhor.
    Deputados e senadores ROUBAM a nossa atenção pelos ataques e briguinhas em plenários ou nas “comichões”, enquanto continuam absolutamente despreocupados com o povo e com os problemas nacionais!

    Faltou ao Eduardo sair cuspindo na cara dos petistas, pessolistas, comunistas … ou distribuir porradas na cara dos que ofendem seu pai e Sérgio Moro.

    Mas, aí, o buraco é mais embaixo!
    Qual é o parlamentar corajoso e honrado que temos?
    NÃO EXISTE!
    Logo, que sigam neste teatro de péssima qualidade, neste antro de venais, pois este é o congresso nacional, uma usina de merda!

  8. Certamente essas quadrilhas travestidas em partidos políticos conseguirão cassar Flávio Bolsonaro.

    Não precisarão sequer de provas, de modo a atrelá-lo comprovadamente junto às milícias.
    Jeitinho daqui, acolá … e eis o senador cassado.
    Vitória da oposição!
    Um Bolsonaro a menos!

    A gentalha da oposição, a ralé política deste país, poderá acusar e ofender quem ela quiser, independente de haver ou não provas a respeito da acusação registrada.
    O porco imundo do Braga não acusou Moro de Ladrão?
    Depois o acusou como capanga de milicianos do Bolsonaro?

    Sem prova alguma, o corruto e ladrão deputado faz o que bem entende, em nome da deturpada, violentada, deformada, do monstrengo denominado imunidade parlamentar!

    Com Flávio Bolsonaro acontecerá o mesmo, em sentido contrário:
    sem qualquer prova de estar unido a milicianos, será cassado inexoravelmente!

  9. Pode ser também, pode ser …

    Aliás, o antro de venais só age sorrateiramente, por baixo dos panos, na calada da noite.
    Vale qualquer conduta para desviar a atenção dos problemas brasileiros sem solução e causados pelos parlamentares.

  10. Caro Copele,é claro que eu também não concordo com a fala de Bolsonaro porém é preciso ter coerência e infelizmente isso está faltando à imprensa de nosso país. Minha pergunta é simples.Qual a diferença das palavras ditas por Bolsonaro com as palavras ditas por Lula tempos atrás? É preciso ter equilíbrio e coerência quando se emite opiniões coisa que alguns profissionais de comunicação não o fazem. Porque? Em muitos casos agente sabe que é porque a torneira do faz me rir agora está fechada.

    • Agora, falando sério (é fato).
      Eu quero que ele continue aqui.
      Quando eu comecei a frequentar esse blog, eu vinha para ler (e era o que mais tinha) comentários idiotas; hoje isso mudou, e esse blog é o que tem a menor percentagem de comentários idiotas (que distorcem a verdade).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *