Eike Batista: na Lagoa, a mortandade da credibilidade

Falou tanto que ia limpar a Lagoa, sem resultado algum. Agora, as chamadas “algas txicas”, que provocam essa tragdia h dezenas de anos, voltaram. Alm do sofrimento para quem mora em volta de um dos lugares mais bonitos do Rio, a desmoralizao do “amestramento” jornalstico.

Esses amestrados batem palmas at para o enterro de peixes. Enterro? Mas no foi o prprio Eike que “matou” os peixes, perdo, que afirmou que no havia mais mortandade?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.