Eleitores que desistiram de Bolsonaro aguardam ansiosamente a definição de uma terceira via

Direito esquerda

Ilustração reproduzida do Arquivo Google

Carlos Alberto Sardenberg
O Globo

Primeiro, foram empresários da economia real. Depois, a eles se juntaram banqueiros e economistas do primeiro time. E, agora, o mercado financeiro também entrou no processo de divórcio com o governo Bolsonaro e, muito especialmente, com o ministro Paulo Guedes.

As previsões para os números macroeconômicos já vinham piorando havia semanas: perspectiva de inflação, juros e dólar em alta, expectativa de PIB cada vez menor para este e o próximo ano. Mas isso era percepção. “Só” percepção, se dizia, que poderia mudar assim que o governo e o Congresso se entendessem sobre um Orçamento minimamente equilibrado para 2022 e, com sorte, sobre algumas reformas (tributária?) e privatizações.

CADÊ O DINHEIRO? – O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, procurou acalmar os mercados justamente com esta tese: tudo isso passa quando o governo mostrar de onde vem o dinheiro para os diversos gastos.

Mas na semana passada aconteceu algo real no mercado financeiro, que não acontecia havia mais de ano: nos contratos de futuros, os títulos do governo foram negociados a juros de quase 11% anuais.

Isso revela enorme desconfiança em relação à capacidade de o governo entregar qualquer coisa que ao menos pareça controle de contas públicas — gastos abaixo do teto — ou reformas. E sexta-feira o ministro Guedes praticamente sepultou a reforma do Imposto de Renda — no que foi um raro momento de bom senso. Ele disse que, se for para piorar o sistema, então é melhor deixar como está — que é muito ruim.

ESTAMOS PIORANDO… – Sempre pensamos que era impossível complicar e pesar ainda mais o sistema tributário brasileiro. Pois as últimas discussões sobre a reforma do IR mostram que estávamos todos errados.

E reparem: há bons projetos de reforma tributária já longamente discutidos, que até alcançaram um bom nível de apoio. Mas uma mudança dessas exige um presidente que lidere não apenas sua gente, mas todo o país, incluindo governadores, prefeitos, empresários e as pessoas, enfim todo mundo que sofre os efeitos positivos ou negativos do sistema de pagamento de impostos. E mais um ministro da Economia que também saiba ligar o mundo econômico ao político. Não é o caso, nem de um nem de outro.

Tudo somado e subtraído, temos: o ritmo de recuperação deste ano cai em relação ao previsto no início do ano, quando se achava que a vacinação permitiria a abertura plena da economia; o crescimento em 2022 está apontando para menos de 2%, que é o — baixo — nível de expansão natural do Brasil; desemprego permanecendo elevado; inflação e juros em alta.

DÓLAR NÃO CAI – O dólar deveria cair, não é mesmo? Se os juros estão altos, se a renda fixa e os títulos do Tesouro voltaram a ser atraentes, era de esperar que investidores externos viessem com muitos dólares para aproveitar esses rendimentos. Ainda mais que os juros continuam a zero lá no mundo desenvolvido.

Mas o dólar continua alto por aqui, bem acima dos R$ 5. É outro claro sinal de desconforto. É seguro investir num país em que o presidente é ameaça às instituições e o governo tem duas políticas econômicas? Sim, duas: uma, a supostamente liberal do ministro Guedes; e a outra, do Orçamento paralelo, ou secreto, comandado pelo Centrão.

NUM ANO ELEITORAL – Assim nos encaminhamos para um ano de eleições gerais. Bolsonaro está confinado a seu núcleo duro e nada indica que possa sair dali. Sua popularidade desmancha semana a semana.

Isso abre uma enorme avenida para Lula, que já está jogando em todo o país. Mas também abre espaço para a terceira via, um candidato de centro — que ainda não está em campo.

Mas toda aquela gente que está em processo de divórcio com Bolsonaro procura justamente essa terceira via. Seria ridículo ter votado em Bolsonaro para tirar Lula, depois votar em Lula para tirar Bolsonaro.

29 thoughts on “Eleitores que desistiram de Bolsonaro aguardam ansiosamente a definição de uma terceira via

  1. Se Bolsonaro tentar golpe ‘a consequência é a cadeia’, diz Alessandro Vieira

    Redação O Antagonista
    21.08.21 13:51

    O senador afirmou ter certeza de que o presidente não será bem-sucedido em sua tentativa

    O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) comentou em entrevista ao Congresso em Foco a escalada golpista do presidente Jair Bolsonaro.
    “Ele acredita que o caminho autoritário é melhor. Bolsonaro realmente mostra um absoluto desapreço pela democracia, pelas instituições e não quer fazer um esforço pela democracia de negociar, dialogar, ouvir a sociedade. Isso aponta para uma postura golpista, então eu acredito que Jair Bolsonaro possivelmente tentaria um golpe.”
    Vieira afirmou ter certeza de que Bolsonaro não será bem-sucedido em sua tentativa.

    “Tentar é possível, sim, e acredito que vai gerar um trauma nacional muito grande. Acredito que nossas instituições são robustas o suficiente para suportar esse desafio. São poucos crimes que são mais graves que uma tentativa de golpe. A consequência é a cadeia.”

    https://www.oantagonista.com/brasil/se-bolsonaro-tentar-golpe-a-consequencia-e-a-cadeia-diz-alessandro-vieira/

    • Numa revolução, ou golpe, cadeia ou morte, são facas de dois gumes, aos vencedores as batatas, quentes. A escalada golpista que se iniciou com o demotucanismo via tapetão, que deu zebra com a chegada de Bolsonaro ao comando do poder central da república decadente terminal, como demonstrado no episódio do famigerado fundão ladrão eleitoral (vetado por Bolsonaro), que demonstra quais as reais intenções dos “representantes do povo”, vê-se que a escalada golpista está se dando outra vez pelo demotucanismo, de novo via tapetão, contra o qual, no passado o lulopetismo não reagiu à altura apenas porque não tinha as forças armadas na mão. Diga-me com quem andas e te direi quem és, e quais são as suas reais e segundas intenções.

      • Tudo bem, Jaime, pontos de vista podem estar certos ou errados, mas é salutar deixar o tempo dar o veredicto.
        Espero que caso o veto ao fundão seja derrubado e seu presidente estiver muito ocupado ofendendo um ministro do STF, para comentar, você venha aqui e explique o que aconteceu.

  2. Creio que existem dois sentimentos presentes nos ex apoiadores de Bolsonaro:
    1- Eu me iludi por que quis. Idealizei um governante perfeito, correto, militar eu fui um babaca.
    2 – Afinal Lula é ladrão? Como pode terem anulado todas as sentenças? Ele não ficou 580 dias preso?
    Conclusão: o eleitor está com um pé atrás. Não vai arriscar novamente seu voto em promessa que cheira à aventura.

  3. FOLHA DE S. PAULO

    Domingo, 22 de agosto de 2021

    Com ‘custo Bolsonaro’, retomada fica em xeque
    Rumo errático do governo afasta investidor, pressiona dólar, aumenta custo de vida e alimenta pobreza.

    Maioria dos indicadores piora após 2 anos e meio de Bolsonaro e com pandemia.

  4. Verdade seja dita, ninguém conseguirá destruir o Presidente, pois está protegido por parte substancial do povo, pelas Forças armadas, pelas Forças policiais, pelos cristãos e conservadores, e principalmente por Deus. Então eu concluo: daqui pra frente só vitórias. Não há como voltar o tempo sombrio que permeou o país pós regime militar. Resta a oposição, esquerdista, socialista, marxista, ou outro ista qualquer, enfiar a viola no saco e se conformar. São novos tempos, e quem não estiver satisfeito, favor procurar o aeroporto e rumar para lugares que os recebam de braços abertos, como Cuba, Venezuela, China, Coréia do Norte, etc.

    • “protegido por parte substancial do povo”

      – 1/3 NÃO É MAIORIA.

      “forças armadas, polícias, cristãos e conservadores”

      – olha a “qualidade” dos citados… só que o um voto não conta dois – como queriam…

      “favor procurar o aeroporto e rumar para lugares (…) Cuba …”

      Por que não vão vocês para se juntarem aos conservadores talibãs?
      A verdade é que são verdadeiros talibãs latino-americanos e querem a todo custo implantar no Brasil o fundamentalismo bolso-olavista nazifascista…

      • Paulão sorriso deve estar às gargalhadas depois desta sua postagem acima:

        “Verdade seja dita, ninguém conseguirá destruir o Presidente, pois está protegido por parte substancial do povo, pelas Forças armadas, pelas Forças policiais, pelos cristãos e conservadores, e principalmente por Deus.”

        Che, mas é muito pretensão, convenhamos!
        A proteção de cristãos e conservadores é que me deixa em dúvida:
        Cristo NÃO ENSINOU esse tipo de confronto;
        conservadores querem eliminar o pobre, miserável, desempregado, e diminuir a população do Brasil através do Covid19 e a Variante Delta??

        Bah, pobre povo, que terá contra si Deus, FFAA, cristãos, conservadores, Forças Policiais, parcela da própria população, a ira de Bolsonaro, o ódio de seus filhos … será que não é uma extrema covardia contra o cidadão??!!

        Deus estaria mesmo ao lado de Bolsonaro?
        Respeitosamente, mas não detecto em Paulão sorriso esta autoridade espiritual, afirmando que o Criador coloca-se à disposição do presidente para defendê-lo!
        De quem e de quê?!

        Preocupa-me, sobremaneira, quando leio comentários misturando irresponsável e provocativamente, Deus com política ou movimentos que coloquem o povo em confronto.

        Os malucos colocam dentro de suas cabeças ocas que são apoiados pelo Criador, que o presidente é o enviado do Todo-Poderoso, e saem a cuspir palavras de ordem!

        Certamente o Deus da direita é o velho e conhecido bezerro de ouro, pois sem dinheiro, sem os banqueiros, elites e castas, essa tendência política não se sustentaria!

        Se, como dia Paulão, o “deus” está com eles, então vou optar pela Teologia da Libertação, de Leonardo Boff, onde o Deus, se não protege o pobre, pelo menos não apoia quem ainda queira matá-lo!!!

        Santo Deus!
        Mais um pouco, e Bolsonaro transformará o Brasil em um Estado Messiânico, onde a palavra existe no próprio nome!

        Paulão deverá ser uma espécie de cardeal, missionário, bispo, pastor, apóstolo, que sairá mundo afora pregando o boa nova do messias Bolsonaro!

        Muita loucura, mesmo para esses dias!!!

  5. Agora que a imprensa descobriu ? Pelo histórico dele no exército, já deveriam saber o perigo deste cara, O povo tem memória curta, acredita mais na boca destes fanáticos, que seria o melhor para o Brasil, ledo engano, o povo não aprende, sempre vota errado, a ” elite “se sustenta pelo erário público, este é o grande mal deste país, acorda povo que continua em berço esplêndido.

  6. Aguardam ansiosamente uma terceira via? Ansiedade, seu Sarda, há pela incerteza do pão de cada dia, pelo gás para o rango, pelo remédio para o ansião, pela segurança que falta e nos assalta.
    Eu, hein, parece que o vírus está afetando também o cérebro dessa gente.

  7. O único dos potenciais candidatos à presidência que apresenta propostas sérias para um desenvolvimento sustentável do país é Ciro Gomes.

    Em vez de discutirmos nomes, deveríamos discutir as ideias.

    • 2 colocações.

      1 – Se você falar em nomes (Ciro Gomes); você estraga o golpe midiático da “terceira via”.

      2 – Discutir “ideias” é pior ainda (porque todos tem ideia fixa); pois metade quer se agarrar ou continuar agarrado á teta publica; e a outra metade quer parar de sustentar malandro.

  8. “Terceira via”. Esse nome é bonito e instigador.
    Até as mulheres mais honestas se assanham com esse “nome” que desperta sonhos inimagináveis.

    Se qualquer homem perguntar a sua mulher se ela não se arrepende de ter casado com ele, ao invés do outro pretendente (vizinho que também á cortejava); ela (90% dos casos) não titubearia; e responderia: “claro que não meu amor”.

    Mas se um homem perguntar a sua mulher: Meu bem; se fosse hoje, quem você escolheria para casar ? Eu, o outro (vizinho que te cortejava), ou a terceira via ?

    Esse negocio de terceira via, iludi qualquer sonhador.

  9. Seu Sarderberg da Grobo, sabe que sinhô tá certo, as motociatas promovida pelo $talinácio comprovam sua assertiva, o senhor é um bamba no pedaço e só encontra similar no personagem Urubulino.

    • Ela vai aproveitando a exposição na CPI para tentar ganhar projeção nacional… Mas será um fiasco. Vai manter a CPI até 2022???
      Já falei antes. Nunca nenhuma CPI fez bom candidatos vitoriosos em eleições para governos – que eu saiba.
      Nem mesmo quem assumiu a presidência ou relatoria da Comissão… vide Freixo com a CPI das milícias. Não levou prefeitura nem governo do estado. E olha que o RJ é terra que impera o tráfico e as milícias.

      Logo. É preciso muito mais sustância… e Simone Tebet não tem. Como ainda tem um passado mau lavado, isto é, sujo mesmo!!!

      • Como parlamentar, votou:

        – A favor do Impeachment de Dilma
        – A favor do teto dos gastos
        – A favor da reforma trabalhista
        – A favor da manutenção do mandato do senador Aécio Neves
        – A favor da suspensão das demarcações de terras indígenas e pagamento de indenizações para fazendeiros – ela é proprietária de fazenda.

        O marido, deputado estadual, atuou em Comissão Parlamentar que pretendia incriminar o Conselho Indigenista Missionário (CIMI) – claro, como família ligada ao agronegócio – mas acabou arquivado pela Justiça.

        Já a trajetória política no estado, a atual Senadora foi vice na chama de Governador que, depois, foi preso durante o mandato…
        *fonte Wikipedia

        O passado dessa Senadora NÃO CHEIRA BEM NÃO. Só atrai o desavisados que não dedicam tempo para pesquisa cuidadosa…

  10. “Mas toda aquela gente que está em processo de divórcio com Bolsonaro procura justamente essa terceira via. Seria ridículo ter votado em Bolsonaro para tirar Lula, depois votar em Lula para tirar Bolsonaro.”
    Perfeito!
    Acertou em cheio!

    • A proposito de seu comentário, escondendo a modéstia num canto, e sem querer bancar o profético, me atrevo a lembrar que há mais de ano, nesta TI, quando assinava F.Moreno e o Editor não me deixará mentir sozinho, postei mais de uma vez a seguinte sentença “Bolsonaro nos livrou do PT e Bolsonaro nos o devolverá”
      Como gostaria de estar errado!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *