Eliana Calmon critica Toffoli e diz que ministro “quer ter todas as pessoas sob seu controle”

Calmon critica Toffoli  que age como ‘senhor todo-poderoso’ 

Frederico Vasconcelos
Estadão

A ex-corregedora nacional de Justiça Eliana Calmon considera “um verdadeiro absurdo” o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, requerer ao Banco Central o acesso a todos os relatórios de inteligência financeira produzidos nos últimos três anos.

“SEM PÉ E SEM CABEÇA” – “No bojo de um inquérito sem pé e sem cabeça, ele determina ao Coaf a entrega de dados fiscais de mais de 600 mil pessoas. Será que têm 600 mil indiciados no inquérito estapafúrdio? Na verdade, parece que ele quer ter todas as pessoas sob seu controle”, afirma.

Em 2011, ela foi alvo de queixa-crime oferecida pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB ), Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe ) e  Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra).

QUEBRA ILEGAL DE SIGILO – As entidades sustentaram ter havido quebra ilegal de sigilo bancário e fiscal, quando o Conselho Nacional de Justiça usou dados do Coaf ao fazer inspeção nas folhas de pagamento e declarações de renda de magistrados e servidores de tribunais. O objetivo era apurar as suspeitas de incompatibilidade entre os rendimentos e o patrimônio de 62 juízes.

A Procuradoria Geral da República entendeu que não houve quebra de sigilo, tendo arquivado a representação criminal. Ao comparar os dois episódios, Eliana Calmon diz estranhar o silêncio da magistratura em relação à devassa de Toffoli: “Ninguém diz nada e o Supremo avança, sem limite e sem pudor. Até onde irá? Ninguém sabe”.

AUTORIZAÇÃO – “O CNJ era órgão de investigação, mas os tribunais não aceitavam o acesso às anotações do Coaf, ao argumento de que só com autorização judicial era possível trabalhar com dados fiscais”, diz a ex-corregedora.

Em fevereiro de 2012, o então procurador-geral, Roberto Gurgel, afirmou que os dados divulgados “não contêm a identificação de magistrados e servidores que eventualmente realizaram operações qualificadas de atípicas’.

MANDADO – Ajufe, AMB e Anamatra haviam impetrado mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal, com pedido de liminar, para suspender as investigações da corregedoria com dados do Coaf. Em nota pública, os três presidentes à época, respectivamente, Gabriel Wedy, Henrique Calandra e Renato Sant´Anna, afirmaram que a “Corregedoria Nacional de Justiça havia decidido, ao arrepio da lei, desrespeitar direito líquido e certo”.

“Tais procedimentos haviam sido implantados sem o conhecimento prévio do próprio CNJ e sem autorização judicial, desde 2009, pela Corregedoria, que, não satisfeita, passou, agora, a investigar, a partir de dados que solicitou ao Coaf, até os cônjuges e descendentes de magistrados e servidores, ou seja, de pessoas que sequer integram o Poder Judiciário, totalizando mais de 200 mil pessoas”, afirmaram.

LIMINAR – O cargo de corregedor nacional é exercido sempre por um ministro do Superior Tribunal de Justiça. A liminar suspendendo todas as investigações do CNJ –a começar pelo Tribunal de Justiça de São Paulo–, foi concedida às 21h de 19 de dezembro, último dia do Ano Judiciário de 2011, pelo ministro Ricardo Lewandowski. O relator do caso, ministro Joaquim Barbosa, não se encontrava no STF.

Posteriormente, o ministro Luiz Fux, do STF, suspendeu parcialmente a liminar que impedia a Corregedoria de fazer inspeções nas folhas de pagamento e declarações de renda de magistrados e servidores de 22 tribunais, medida autorizada por Eliana Calmon. Dez pedidos de vista feitos por integrantes do CNJ interromperam o andamento de processos que já estavam  prontos para ser julgados.

Na sessão plenária do dia 4 de setembro de 2012, ela se emocionou ao ser aplaudida de pé, na despedida do cargo de corregedora nacional de Justiça.

13 thoughts on “Eliana Calmon critica Toffoli e diz que ministro “quer ter todas as pessoas sob seu controle”

  1. Na verdade esses juizes deveriam e trabalhar como todos os outros juizes e acabar com a falta de tempo e não deixar os processos prescrever beneficiando um monte de gente corrupta que acaba não sendo julgado rapidamente, não vejo nenhum dos senhores juizes do supremo com todas as regalias e assistentes que sao varios pra cada juiz acabar com a demora no judiciario para julgar um processo. ja imaginou que bom seria que os supremos juizes julga-se antes de prescrever todos os casos, mais isso eles não teriam interesse, Ja que nao podem julgar tantos processos não estão trabalhando tanto assim pra soltar todos os que ja foram condenados como esta acontecendo atualmente no ano de 2019

  2. Dona Calmon, critique o Bolsonaro. Ele é o presidente, o BC está sob suas ordens. O Toffoli quer mandar em todo mundo porque o Bolsonaro está agindo como um homem fraco, servil. O pior de tudo é que o Bolsonaro é um péssimo lider.
    Antes tinhamos um ladrão e uma abestalhada que sabiam mandar, mas infelizmente eram corruptos cinco estrelas!

  3. “Em 2011, ela foi alvo de queixa-crime oferecida pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB ), Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe ) e Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra).”

    –Como estão caladinhas, tais associações devem estar com a boca em alguma teta… ou as ações do Imperador do Brasil favorece os lucros dos seus associados.

  4. O ALTISSIMO SEJA LOUVADO SEMPRE ..

    Eliana Calmon …ha..ha..ha..ha… Todos sabem quem é essa degenerada traira ..amiga dos “amigos’ Procrastinadora de decisões judiciais..uma verdadeira NÓ CEGA …que se achava acima do bem e do mal … FALAVA e falava …Mas nada fez contra a imoralidade maior dos juizes canalhas deste país …O auxilio Moradia que essa degenerada MAMOU quietinha …e embolsou tudinho NOS SEUS BOLSITOS DE MADAME DO MAL …kkkkkkk …
    No julgado de um REPRESENTAÇÃO contra o seu “amigo ” Fux ..QUANDO LÁ ESTAVA ELE E ELA NO STJ… devido a uma canalhice do FUX em um processo a favor da TELESENA do degenerado Silvio Santos … Essa “SANTA DO PAU OCO’ mesmo em vista de todos os atos deploráveis do Sr. Fux , no dito RE da TELESENA …. AO INVÉS DE ISENÇÃO E AMOR A VERDADE E A JUSTIÇA …PASSOU a mão na cabeça do amigo degenerado e arquivou a REPRESENTAÇÃO , dizendo que tudo estava legal . UM ESCANDÁ-LO . HA..HA..HA..HA… Então agora essa degenerada verdadeira bruxa do mal …se acha no pedestal de “julgar os atos dos outros …” HA…HA…HA..HA.. ..
    Como PODE ISSO …? só mesmo aqui no Brasil …
    e assim caminha a humanidade ….

    E se é para enterrar de vez essa NÓ CEGA …ENTÃO VAMOS LÁ …. Ao longo de sua carreira na magistratura da Bahia …essa degenerada jamais ousou “bater” de frente contra o GRUPO DE ACM …que fazia o que bem queria na BAHIA …em todos os sentidos , e também nunca vi ela defender os NEGROS da BAHIA , no terrivél processo de segregação racial no Estado MAIS NEGRO DA NAÇÃO…Tudo isso ELA viu presenciou e CALADINHA ficou …na moita cuidando de seus interesses ..em suma uma caricatura deprimente de uma degenerada traira da JUSTIÇA .
    “APLAUDIDA DE PÉ…. ? ” ha..ha..ha..ha..ha..

    O ALTISSIMO SEJA LOUVADO …SEMPRE …

    ” Buscareis sempre a justiça e a verdade e destas não se aparte …” Livro de Provérbios .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *