Elio Gaspari e Ruy Castro expõem o desprezo oficial em relação à arte e museus

Resultado de imagem para museu nacional

Dinossauro era uma das grandes atrações do Museu Nacional

Pedro do Coutto

Foram dois artigos excelentes nas edições de ontem de O Globo e da Folha de São Paulo, os de autoria de Elio Gaspari e Ruy Castro expondo e acentuando o desprezo de governos que se sucederam ao longo do tempo em relação aos museus, às obras de arte de modo geral e também quanto às pesquisas científicas que repousam entre suas paredes. O caso do Museu Nacional no Rio de Janeiro é um exemplo marcante e impressionante do desprezo que marca as ações concretas nesse campo tão importante como de preservar a criação humana.

Basta ver as verbas destinadas pela UFRJ ao Museu Nacional. Apenas 54 mil reais nos primeiros quatro meses do ano. Além disso, uma série de outros museus encontram-se carentes do apoio oficial. Reportagem da GloboNews focalizou problemas existentes em diversos deles, ameaçando seus acervos. O Museu do Ipiranga em São Paulo é outro exemplo. Inclusive encontra-se fechado. No caso do Museu Nacional, vale assinalar que o último presidente da República a visitá-lo foi Juscelino Kubitschek, no final de seu governo em 1960.

58 ANOS DEPOIS… – A distância entre um ponto do tempo e outro é de praticamente 58 anos. Os presidentes que o sucederam não atribuíram nenhuma importância ao trabalho que a casa realizava. Isso demonstra também o distanciamento entre o poder público e as obras de arte que tornam a cultura universal.

Com o incêndio da noite de domingo queimaram-se peças da maior importância para o processo da cultura. Esse processo é de fato dinâmico, pelas oportunidades de pesquisa que oferece, e não estático, gelificado no passado. A cada dia, a cultura se renova, se amplia, se aprofunda e permite novos ângulos de observação e análise dos criadores das peças.

É triste que haja descaso, sobretudo porque as obras de gênios humanos pertencem a todos, e sua beleza está na oferta que é oferecida àquele que as procuram. E o governo Michel Temer é mais um omisso entre tantas omissões. Um desastre completo.

###
E AS ISENÇÕES FISCAIS AUMENTAM…

Agora vejam só, enquanto os museus são levados ao esfacelamento, por falta de recursos, o governo vai aumentar as isenções fiscais de 283 bilhões para 306 bilhões este ano.

Reportagem de Adriana Fernandes e Lorena Rodrigues, O Estado de São Paulo desta quarta-feira, destaca o assunto. Emendas apresentadas a Lei Orçamentária para 2019 aumentaram ainda mais as renúncias tributárias. Com isso o governo do país abre mão de uma receita equivalente a 4,2% do Produto Interno Bruto. Isso sem falar na falta de cobrança, por parte do INSS, das empresas rurais. Nos balanços do Funrural encontra-se a superfície do mar de dívidas não cobradas.

Adriana Fernandes e Lorena Rodrigues comparam o montante de 306 bilhões com o déficit orçamentário projetado na LDO no montante de 139 bilhões de reais. Tudo isso sem contar os juros de 6,5%, taxa SELIC que incidem anualmente sobre o endividamento de 3,7 trilhões de reais.

Para concluir lembro uma frase de Santiago Dantas: “O povo, no fundo é melhor que os governos e algumas elites do país.”

27 thoughts on “Elio Gaspari e Ruy Castro expõem o desprezo oficial em relação à arte e museus

  1. ah na hora que algum intelectual ou artista ou quem quer que seja realmente se mobilizar e angariar recursos para manutenção cultural do pais ai me acordem, fazer textos maravilhosos sobre o defunto é fácil ce ta morrendo de alegria pois o cara erá um chato.

    eu quero mesmo é ver o MPF dividir bem divididinho a responsabilidade pela incompetência que foi aquele incêndio.

  2. Bom dia … amados e amadas!!!

    Estou tendo dificuldades; pois o gmail me avisou que posso ser bloqueado kkk

    Ainda bem que nosso CN me respondeu (por e-mail kkk) que posso continuar a meditar por aqui … inclusive, me revelou um segredo dele (acontece também com ele se ver meditabundo kkk) … e vou logo esclarecendo, né??? quando fico em posição meditabunda, o faço sentado – como agora – ou, de preferência, deitado (é que acontece de acordar lá pelas madrugadas – e só consigo novamente dormir, depois de receber as instruções de Papá; e prometer que vou divulgá-las) … porém, deitado com as costas no colchão KKK kkk KKK

  3. Desculpem-me ser repetitivo; mas, dois próceres brasileiros o arquiteto Oscar Niemeyer e o antropólogo, filósofo, educador entre outros títulos o grande Darcy Ribeiro, geraram a brilhante ideia do ensino integral para parte da sociedade menos assistida os CIEPS que por infelicidade foram apelidados pelos cariocas de “Brizolão”.
    Se fosse política estatal e o “gato angorá” tivesse dado continuidade ao programa, o Rio de Janeiro pelo menos este estado estaria ‘anos-luz’ em termos de educação e desenvolvimento tecnológico, principalmente na área da informática.
    Mas, pelo apelido, foi relegado a penúria dos recursos públicos a começar pelo moreira franco que justamente venceu o Darcy Ribeiro na disputa para governador.
    Se nós fizemos isso com os carioquinhas e com a educação; o que se esperar de museus, hospitais, escolas, infra estrutura, ruas e estradas e o mais?!!!
    O preço a ser pago já é alto, mais ainda não está 10%(dez por cento) do que vamos pagar, pois o futuro próximo será terrível.

    • José Pereira Filho, meu caro … Collor tentou mandar a ideia para frente com os CIACS … Brizola o apoiou firmemente (já tinha passado uns tempos em NI – a exemplo de Kruschev) … porém, o PDT resistiu … lembra, não???

  4. ISENÇÕES FISCAIS. Isso representa dizer que o governo tem a exata noção de que estrangula, asfixia a economia com sua sanha arrecadatória, mas beneficia apenas a quem quer. Ou uma mudança total na forma, valor e critérios de cobrança de tributos, já teria sido feita a décadas. Se a esquerda pretende um acirramento entre as relações sociais no Brasil, está logrando êxito, pois as atitudes de radicalismo estão aflorando por todo Brasil, tanto a favor, quanto contra o pestimo. O problema é que um estado é muito complexamente estruturado e não disposto em ocas. Trabalhar cargos e funções baseados em critérios políticos e ideológicos é apenas suicídio. Uma nova ascensão da esquerda neste momento representaria um retrocesso, sem que o Brasil tivesse reagido ao golpe anterior. O exterior, seria uma rota natural, assim como já acontece na Venezuela. Ou coisa bem pior. Muitos buscariam as armas e uma fragmentação do país, seria uma das consequências previsíveis.

  5. Lembro amigo Lionço que o Collor realmente abraçou a ideia que seria implementada a nível nacional se não me engano CIACS; mas, infelizmente ficou pouco tempo como representante do poder.

  6. Também ontem … em outro post – também do Pedro do Coutto (sobre o Ibope e Datafolha) … coloquei 6 comentários sobre o Exorcismo Magno que está sendo proposto para Nicarágua, Venezuela, Cuba e Bolívia … seria em 29 próximo!!!

    Pelo que entendi, chama-se Magno por causa da presença do Excelente Bispo … e não só de Padre Exorcista!!!

  7. Tanto quanto eu saiba, o Museu da Independência – nosso Museu do Ipiranga lindíssimo, com seus também belos jardins – está sendo restaurado. Reabrirá em 2022, após cuidadosa reforma e restauração de sua fisionomia de época.

  8. Não é só os museus que estão abandonados. Nossos economistas não dão valor a nossa cultura e instituições científicas. Há alguns meses o supercomputador do LNCC corria sério risco de ser desligado por falta de verba para pagar a conta de energia. Enquato isto nossos partidos políticos, sindicatos e artistas que não tem competência para montar seus shows vivem nadando em dinheiro.

  9. Descaso das autoridades por mais de 1/2 século e incompetencia e aparelhamento por parte de reitores esquerdopatas. O resultado é trágico!
    E insistindo em tragédias anunciadas, o Canecão que nas mãos da iniciativa privada(ainda que de forma não totalmente legalizada) proporcionava uma excelente opção de lazer para as pessoas e um bom lugar de apresentação para os artistas, vai continuar nas mãos dessa mesma UFRJ? Até quando continuará nas patas desses quadrupedes da UFRJ e do PSOL? E a própria UFRJ, quando voltará a ser uma universidade de verdade e não um aparelhozinho de um partidozinho mediocre que com sua incompetencia só provoca tragédias e destruição?

    • Por favor não compare estes caras da ufrj e do psol com os quadrúpedes. Pois, os quadrúpedes foram um meio de transporte importante para este País. Estes caras estão mais para merda do cavalo do bandido, quando o cavalo esta de caganeira.

  10. Quanto à cultura … ela vai até bem … lá em outros países kkk

    Ontem nosso colega Anunnaki … no post do Paulo Peres de “Carinhoso” … escreveu sobre o catalão Joan Chamorro.

    Ele até grava baião … https://www.youtube.com/watch?v=Ki-qmKHtjXo
    … … …
    Bossa nova sinfônico … é com https://www.youtube.com/watch?v=exW0j12qLwk … com os cariocas radicados nos EUA … Rose Max vocals, Ramatis Morais guitar
    … … …
    Vale lembrar da Austrália … https://www.youtube.com/watch?v=-YkK5eSlX7M … Desafinado
    … … …
    E no Brasil … a volta do MAXIXE com https://www.youtube.com/watch?v=4wfrA54BMZg
    … … …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *