Elite dos três Poderes pode ficar tranquila, seus privilégios serão preservados pelo governo

Resultado de imagem para MARAJAS CHARGES

Charge do Lane (Arquivo Gloogle)

Carlos Newton

É constrangedor constatar que muitos brasileiros e brasileiras pretendiam sair às ruas neste domingo, para protestar contra os privilégios das nomenktaturas dos três Poderes, pensando que o governo pretende mesmo acabar com essa farra do boi , porém o Congresso e o Supremo estariam boicotando a iniciativa.

UMA ILUSÃO À TOA – Na verdade, esses bem-intencionados manifestantes estão iludidos em sua boa fé, porque em momento algum a equipe econômica demonstrou intenção de acabar com as regalias no serviço público.

Embora a eliminação desses privilégios seja considerado imprescindível para a recuperação da economia nacional, como demonstração de todos precisam dar sua cota de sacrifícios, o ministro Paulo Guedes se dedica a fazer cortes que só atingem os servidores de escalões baixo e médio, preferindo preservar as vantagens concedidas à elite do serviço público, após a Constituição de 1988, e que foram confirmadas pelo Supremo.

COISA MUITO ANTIGA– Esses privilégios não foram criados no passado recente. Pelo contrário, são características da vida nacional.  É bom lembrar que na Constituinte um dos objetivos dos parlamentares era acabar com os privilégios de algumas categorias, como os estivadores, que tinham aposentadorias e pensões altíssimas, muito superiores à remuneração do presidente da República, vejam se é possível uma maluquice dessas.

Justiça seja feita ao Dr. Ulysses Guimarães e aos constituintes. Eles tentaram acabar com essas distorções salariais e incluíram dois dispositivos muito claros na Constituição, para que houvesse limites salariais nos três Poderes. Um deles, o artigo 17 das Disposições Transitórias, é o instrumento que precisa ser recriado hoje. Seu texto é impecável e não deixa margem a dúvidas, porque impede que haja recursos ao chamado direito adquirido:

Art. 17. Os vencimentos, a remuneração, as vantagens e os adicionais, bem como os proventos de aposentadoria que estejam sendo percebidos em desacordo com a Constituição serão imediatamente reduzidos aos limites dela decorrentes, não se admitindo, neste caso, invocação de direito adquirido ou percepção de excesso a qualquer título.

RESPEITO AO TETO FEDERAL – Devido a esse dispositivo constitucional, os estivadores e outros privilegiados passaram a receber o teto federal (que hoje é de R$ 39.293,32). Mas aos poucos o Supremo foi abrindo as comportas, aceitando auxílios de toda sorte (bebê, educação, alimentação, moradia, paletó) e penduricalhos variados, além de carros oficiais com, combustível liberado, apartamentos e casa funcionais, planos de saúde e tudo o mais, esculhambando os tetos dos salários previsto na Constituição.

Aliás, antes da ditadura militar esse privilégios eram denunciados incansavelmente pelo então deputado Carlos Lacerda (UDN-DF), que inclusive criou a expressão “chapa-branca” para criticar a prática dos carros oficiais e outras regalias. Mais de 60 anos depois, nada mudou.

CARTÃO CORPORATIVO – A situação é tão nauseante que não se consegue acabar nem mesmo com o sigilo dos gastos com cartãocorporativo, uma espécie de cartão de credito sem limite que o então presidente Lula da Silva teve a ousadia de presentear à sua amante Rosemary Noronha.

O fato é que logo que assumiu o governo, em 2003, Lula criou um cargo elevadíssimo para nomear a segunda-dama, que então se tornou chefe do inexistente Gabinete da Presidência da República em São Paulo. No pacote, Rosemary Noronha, ex-secretária do Sindicato dos Bancários de São Paulo, ganhou um escritório luxuoso, cartão corporativo, assessores, secretárias, motoristas e carro oficial com combustível liberado, além de um emprego federal muito bem remunerado para a filha, que ainda era estudante.

LUA-DE-MEL PERMANENTE – A amante Rosemary Noronha acompanhou Lula em mais de 30 viagens internacionais, com passaporte diplomático e cartão corporativo. O jornal O Globo entrou na Justiça para quebrar o sigilo do cartão da segunda-dama, que fazia altas compras no exterior, mas até hoje o Supremo não liberou.

Essas regalias, os penduricalhos salariais e as mordomais têm de acabar, mas não será neste governo, pois o primeiro a ser privilegiado é o próprio Jair Bolsonaro. Ele recebe R$ 30.934,70 como presidente, R$ 29.301,45 como aposentado da Câmara e algo em torno de R$ 12 mil como capitão reformado. Ou seja, mais de R$72 mensais, e não gasta um tostão, porque todas as suas despesas são pagas pela Presidência da República.

Esta é a realidade brasileira. Aqui do lado de baixo do Equador, privilégio é considerado direito adquirido.

###
P.S.Sem entender o que está acontecendo, muitos brasileiros e brasileiras iam sair às ruas neste domingo para defender as reformas, pensando que o governo pretende cortar os privilégios e regalias da nomenklatura dos três Poderes, mas isso “non eczistirá”, porque a equipe econômica ainda não fez nem fará nenhum projeto com esse objetivo. A proposta que já foi enviada ao Congresso permite reduzir até 25% da jornada de trabalho e do salário do servidor, mas as elites estão poupadas. Aliás, nem mesmo o sigilo dos cartões corporativos será quebrado, acredite se quiser. (C.N.)

42 thoughts on “Elite dos três Poderes pode ficar tranquila, seus privilégios serão preservados pelo governo

  1. A matéria é excelente!!
    A NR, é sensacional!
    Vou emoldurar!
    Só tem trouxas úteis!!
    Se não tivesse o Corona Vírus, as pessoas iriam pra rua sem nem saber direito (A PAUTA) do que estão reclamando.
    Na verdade tá tudo tão ruim, que o negócio é ir pra rua. Mas o pessoal não sabe por que.
    Claro que o governo acha tudo isso uma delícia, buscam nos confundir e, conseguem.
    Sabem por que? Porque o brasileiro não acompanha a política no dia a dia.
    É assim: ouvi falar… ouviu dizer…
    Ou você persegue IMPLACAVELMENTE a política a cada segundo, ou então, fica com cara de bundão útil.
    Simples assim.
    Atenciosamente.

    • “Só tem trouxas úteis!!”

      Perfeito!

      Pano rápido, nobre Espectro!

      A Tchurminha dos Quadrúpedes e a da Cangalha Ideológica (quase a mesma coisa..kkkkkk xD) ficarão com as faces rubras e as orelhas em brasa ao ler seu comentário! Essa bolsomicaretinha de hoje deveria se chamada de “Marcha do Orgulho Bovino”!!!

      O dono do curralzinho toca o berrante convocatório e o gadinho trouxa atende dócil e orgulhosamente!!!

      Brasileiro gosta e sente orgulho de ser otário!!

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk xD

  2. Pelo que entendi e pelo plano de governo, as reformas, todas elas, respeitarão os tais dos direitos adquiridos. As mudanças valerão a partir da promulgação da reforma. Não é o desejado, mas o possível. Se não for assim, o STF bloqueia e o congresso boicota.

      • Em Israel, eram os anciãos do povo os que tinham autoridade!!! e os levitas eram os que recebiam os 10% das outras 11 tribos!!!

        Na Península Hispânica, desde antes dos Romanos, havia os Fidalgos, os chamados de pessoas especiais!!

        Com os Reinos de Espanha e Portugal, continuou a haver Fidalgos – enquanto em outros reinos era a Nobreza!

        Com a volta de Dom João VI a Portugal … ele assina a Constituição decorrente da Revolução Liberal de 1820 … e é extinta a FIDALGUIA … pois todos passa a ser iguais perante a Lei kkk KKK kkk

        No Brasil, os históricos do MDB, liderados pelo Dr. Ulysses, acabaram com a Fidalguia ao promulgar, sob a proteção de Deus, a CIDADÃ kkk KKK kkk quem acredita??? ??? ???

  3. A pauta é:
    Reduzir a 10% os salários fixos destes vagabundos da câmara, senado e também, do stf.
    Sem automóveis, sem vôos nos aviões da FAB.
    Manter o plano de saúde destes crápulas. Somente os dos titulares.

    Período:
    Até a OMS afirmar o fim da pandemia.
    A economia de recursos decorrente, será destinada ao equilíbrio das contas públicas, com destinação, por exemplo, ao BPC, e outras prioridades estabelecidas pelo governo.

    O congresso, e o stf, entram e recesso até lá.
    Alguém contra?

  4. Na verdade quem não sabia a pauta, ou fingia não saber, é a chamada “grande mídia” ou como é conhecida atualmente, a “extrema imprensa”. Nas redes sociais, que é o que realmente faz a diferença nos dias de hoje, todo mundo sabia o porque da manifestação. Pode ter certeza, depois que essa crise do “Atchim Chinês” a manifestações virão ainda mais fortes pois haverá mais tempo para desenvolver as idéias. A “Grande Mídia” perdeu o monopólio da informação.

  5. Ate o fim de 2020 vai acontecer cosa muito pior no brasil e no mundo todo , com a diferença de que no restante do mundo não existe a desigualdade social que existe no brasil , portanto a crise para os outros países sera atenuada.
    O lado bom nisso tudo é o fato de que com a recessão que se aproxima, vai cair a arrecadação e o governo não tera mais dinheiro para pagar as castas superiores que sugam toda a riqueza gerada pelo país.
    Apenas como exemplo ,Bolsonaro assim que foi eleito presidente aprovou aumento de salarios para os ministros do STF , que ganhavam “apenas ” 33 mil e com o aumento passou para 40 mil.
    Não se deu por satisfeito e fez reforma da previdencia exclusiva para os militares que nada mais é do que aumento dos salários.
    Detalhe que os militares estão de ferias desde o fim da ultima guerra em 1945.
    É por estas e por outras que o capital estrangeiro esta todo sendo retirado do brasil.
    A fuga de capital estrangeiro ate inicio de março deste ano , ja é maior do que todo o ano de 2019 !!
    É por isto que o dolar esta subindo e a bolsa caindo,
    Ninguem acredita mais nesse país.
    O real esta perdendo ate para o peso Argentino.
    Uma esculhambação total.

    • Espalhando desinformação.
      O aumento dos ministros do STF foi aprovado e sancionado durante o governo do presidente Temer em 2018.

      A nova lei eleva os subsídios mensais dos ministros em 16,38% — dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. O texto tem origem no projeto (PLC 27/2016), aprovado no último dia 7 pelo Senado Federal.

      Fonte: Agência Senado

      Só colocar no Google se alguém quiser confirmar.

      • Por essa e outras é que, não acredito em nada do que falam, escrevem e pregam os socialistas. Desacredito em 100% nos divulgadores do Socialismo.

        A Esquerda mente, difama e distorce os Fatos a seu bel prazer. Não à toa que seu lema é: Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é.
        Avaliando o passado e o presente da Esquerda, ela se supera em causar mal às nações e ao seu povo.

        O Socialismo em si já é uma mentira. Não passa de uma utopia que só funcionou na Ilha fictícia imaginada por Thomas More.
        Em 1920 (apenas 3 anos depois da Revolução russa) Ludwig von Mises e outros grandes economistas estudaram e avaliaram o experimento socialista.
        Nem se precisou esperar passar 30, 40 ou 50 anos da implantação do socialismo para os economistas da Escola Austríaca perceber que na prática o Socialismo/Comunismo não funciona.
        Bastou Mises, o gênio da economia, examinar os escritos mais fundamentais elaborados pelo marxismo, para perceber que tal experimento não funcionaria.
        E quando o Mises desmascarou e explicitou toda a realidade do socialismo, ainda em 1920, os ensinamentos de Marx praticamente ainda estavam na fase teórica. Mas o seu alerta foi ignorado.
        E assim sendo, por mais de 100 anos a humanidade foi testemunha do surgimento, desenvolvimento e do colapso mais trágico de um experimento da história humana: o socialismo.
        Esse experimento resultou em mais de 100 milhões de perdas humanas, foram destruídas economias com perspectivas de se tornarem ricas e ainda causaram grandes desastres ecológicos.
        Pois é, Livros e Historiadores estão por aí nos relatando que Ludwig von Mises e seus seguidores, gente com as melhores mentes em economia do Século XX, alertou o Mundo para o perigo do Socialismo, MAS não o quiseram ouvi-los.

        Leia o alerta de quem realmente sabia do que estava falando:
        “No presente ensaio, “O Cálculo Econômico sob o Socialismo”, Mises examina as alegações mais fundamentais do marxismo. Ao fazer isso, Mises expõe o socialismo como sendo um esquema que, além de utópico, é ilógico, antieconômico e impraticável em sua essência. Ele é “impossível” e destinado ao fracasso porque é desprovido da fundamentação lógica da economia; o socialismo não fornece meio algum para se fazer qualquer cálculo econômico objetivo — o que, por conseguinte, impede que os recursos sejam alocados em suas aplicações mais produtivas. Em 1920, entretanto, o entusiasmo pelo socialismo era tão forte, principalmente entre os intelectuais ocidentais, que esta pequena e perspicaz obra-prima de Mises não apenas não foi compreendida, como também foi deliberadamente distorcida pelos seus críticos.”

        Leram o alerta do respeitado economista?
        Já em 1920, apenas 3 anos depois do Comunismo ter sido implantado na Rússia, o Mises escreveu uma obra mostrando o fracasso desse experimento marxista.

        Em 1920, Mises e outras Mentes brilhantes da Escola Austríaca sabiam que o Socialismo só funcionaria nos Livros escritos por Marx/ Engels, na cabeça dos intelectuais e também nos Livro do MEC na era petista.
        Já nos dia de hoje, ano de 2020, depois de quase 103 anos da experiência socialista, até pessoas de pouca cultura como esse que vos escreve e também as pedras, sabem que a Seita ideológica criada por Marx não funcionou.
        Hoje sabemos que o Socialismo gerou escassez generalizada, fome e frustração em massa. Se na URSS o caos e a escassez foram inevitável, imagine em outros países ainda mais pobres.
        O estado socialista destruiu a ética inerente ao trabalho, privou as pessoas da oportunidade e da iniciativa de empreender, e difundiu amplamente uma mentalidade assistencialista.
        E mais, o socialismo produziu para o Mundo e desespero do povo das suas nações, monstros como Lenin, Stalin, Mao Tsé-tung, Fidel, Che Guevara, Pol Pot, Hugo Chávez e muitos outros. E esses ditadores cometeram crimes até então sem precedentes contra a humanidade, em todos os estados comunistas. Massacraram e mataram o seu próprio povo e em tempos de paz.

        De um Blog:
        A destruição da Rússia e do Camboja, bem como a humilhação sofrida pela população da China e do Leste Europeu, não foram causadas por “distorções do socialismo”, como os defensores dessa doutrina gostam de argumentar; elas são, isto sim, a consequência inevitável da destruição do mercado, que começou com a tentativa de se substituir as decisões econômicas de indivíduos livres pela “sabedoria dos planejadores”.

  6. Situação de guerra.
    Durante a mesma, foi decretado o toque de recolher, o curfew, dos aliados.
    Se a situação se agravar, o governo poderá decretar.
    Sem alarmismo, mas de pé no chão.

  7. Belo artigo CN,

    realmente, o envolvimento político da população em geral é baixo. Por isso, a engabelação é perene. Os mais sacrificados, como sempre, são aqueles pertencentes à parte média pra baixo da pirâmide.

    As fórmulas mágicas para corrigir essas distorções aparecem e sempre da mesma forma: que se feche o Congresso e o STF e se reduzam e cortem seus salários. Assim, o poder executivo poderá fazer o que quiser, sem contestação. Com carta branca.

    E parece que só nesses poderes há privilégios. Que basta acabar com eles e tudo ficará bem. Que as desigualdades sociais diminuirão, equilibraríamos a nossa situação fiscal e ainda sobraria dinheiro para as demais prioridades.

    No Brasil muita coisa precisa ser feita, mas acredito que a primeira coisa é uma reforma tributária de verdade, a qual diminua os impostos dobre itens de consumo, alivie a carga tributária sobre a produção e torne o IR sobre a renda mais justo. Isso aumentará o poder de compra da população e diminuirá as desigualdades. É um princípio muito básico: quem ganha muito não diminuirá seu consumo, já quem ganha pouco ou mais ou menos, aumentará o mesmo.

    Depois se façam as outras coisas necessárias, à medida do possível, com responsabilidade fiscal e sem sobressaltos, como na música de Paulinho da Viola, Argumento.

  8. “ESSAS REGALIAS, os penduricalhos salariais e as mordomias têm de acabar, mas não será neste governo, pois o primeiro a ser privilegiado é o próprio Jair Bolsonaro. Ele recebe R$ 30.934,70 como presidente, R$ 29.301,45 como aposentado da Câmara e algo em torno de R$ 12 mil como capitão reformado. Ou seja, mais de R$72 mensais, e não gasta um tostão, porque todas as suas despesas são pagas pela Presidência da República.” ESSAS REGALIA$, mordomias, penduricalhos, vantagens e privilégios, sem limite$, na verdade , é o tumor maligno em estágio de metástase que está levando da dita-cuja república 171 ao óbito. E o tal Coronavírus, na verdade, quebrou o galho da manifestação 171, do Bolsonaro, que tinha tudo para ser uma grande frustração, até porque a farsa bolsonariana já não consegue enganar mais ninguém , a menos que a Terceira Via de Verdade, se infiltrasse nela, e, à moda Junho de 2013, fizesse agora o arregaço que precisa ser feito há muito tempo, pega pra capar geral no sistema podre, sob pena deste país desabar de podre sem nunca ser passado a limpo, neste governo e em governo nenhum, sob a égide do sistema do mesmo e velho sistema podre, com prazo de validade vencido há muito tempo.

  9. Ontem, comentei sobre salários e mordomias do 3 (TRÊS) poderes. Faço questão de deixar claro a inclusão do executivo, haja vista que o movimento que se anunciava para o dia 15 era contra o legislativo e o STF em favor do executivo.
    Alguns comentaristas deste blog estão indo no mesmo diapasão: atacando corretamente o legislativo e o STF, mas errando em poupar o executivo, conforme o interesse do Planalto.
    As propostas do governo tem sido, fazer economia tirando dinheiro dos servidores da classe de baixo, aposentados, também da classe de baixo. Quanto aos salários e mordomias dos três poderes, são imexíveis.
    A maior responsabilidade é do executivo, que tem o dever de tomar iniciativa para acabar com essa discrepância.
    Reitero o que já disse: Bolsonaro deveria dar o exemplo, acabar com cartão corporativo, ou pelo menso acabar com o sigilo, e ainda, dar exemplo abrindo mão de 2 dos 3 salários que recebe, assim como fez o Senador Reguffe, Álvaro dias e Ciro Gomes.

  10. Selo de qualidade dos militares, é o que a famigerada, corrupta e nefasta esquerda, não tem.
    E os que a defendem, na maioria, querem privilégios.
    O executivo também entra nos cortes de privilégios.

  11. ” … E parece que só nesses poderes há privilégios. Que basta acabar com eles e tudo ficará bem. Que as desigualdades sociais diminuirão, equilibraríamos a nossa situação fiscal e ainda sobraria dinheiro para as demais prioridades. ..”

    Sabemos disso, Vidal.
    A questão é dissolver a injustiça dos proventos milionários dos parlamentares que são pagos pelos pobres, miseráveis, desempregados e analfabetos deste país.

    ” … No Brasil muita coisa precisa ser feita, mas acredito que a primeira coisa é uma reforma tributária de verdade, a qual diminua os impostos dobre itens de consumo, alivie a carga tributária sobre a produção e torne o IR sobre a renda mais justo….”

    De fato, há muito por fazer no Brasil, muito. A reforma tributária é uma decisão importante, mas discordo que seja colocada em primeiro lugar porque mais uma vez o ser humano terá de esperar pelos supostos resultados positivos.
    Para o comércio interestadual, comerciantes, indústrias, para os que estão empregados, contratados e servidores públicos será maravilhoso.
    No entanto, os carentes e necessitados aumentarão mais ainda, a ponto que esta reforma poderá se tornar inócua porque não haverá consumidor, em face do contingente sem qualquer poder aquisitivo para movimentar a roda do consumo.

    ” …Depois se façam as outras coisas necessárias, à medida do possível, com responsabilidade fiscal e sem sobressaltos, como na música de Paulinho da Viola, Argumento.”

    Quando Vidal?
    Quando o povo não tiver mais condições de reação alguma?
    Quando a crise social atingiu níveis tão elevados, que o Brasil não terá como saná-los por que estará diante de um caos sem precedentes de pobreza e miséria?

    Não acredito, conterrâneo, que se deva dar ao povo, ao ser humano, ao cidadão brasileiro, uma qualificação inferior ao capital, ao lucro, à solidez do sistema financeiro.
    Para quê?
    Quem usufruirá dessas reformas, se já não era quem nesta situação ganhava muito dinheiro?
    Pois ganhará mais ainda, enquanto o povo também continuará à mercê de decisões que os colocará permanentemente como coadjuvante, que poderá aguardar indefinidamente o bolo crescer para ser distribuído!

    Che, mas a população não vale mais nada?
    Tornamo-nos figuras que fazem parte do circo de horrores que criaram para nos engaiolar, e apresentarem como aberrações da natureza?

    Vidal, meu caro, é nessa situação que eu me arranco os cabelos, quando constato que o povo não é importante, prioritário, e que pode sempre aguardar por medidas que melhorarão o país.

    Pois está à espera de melhoras há décadas, e só obtém cada vez mais dificuldades para sobreviver.

    Abração.
    Saúde.

    • Caro Bendl,
      Concordo com plenamente quando defende que um governo tem de privilegiar com medidas os mais pobres e miseráveis.
      Isso é uma atitude de quem tem sentimento cristão, humano, de ver os nossos semelhantes como irmãos.
      Ao considerar a sua defesa pelos mais necessitados, se prepare, vai ser chamado de socialista e esquerdista, querendo iguala-lo ao falso esquerdismo corrupto do Lula.
      Não se aflige, ao defender uma política voltada para o mais necessitados, é uma atitude nobre, que só engrandece quem a defende
      Um abração

      • Jacob, meu amigo,

        Deves ter percebido que a linha dos meus comentários é em defesa do povo, e há tempos.

        Se não considerarmos a espécie humana como o principal motivo de atenção, de cuidados, de consideração, repudio conceitos, argumentos, alegações, que sejam favoráveis ao capital em detrimento das pessoas.

        E, meu caro, pouco se me dá o que vão dizer de mim.
        Preciso ser honesto comigo mesmo, em princípio, de modo que eu seja o mesmo para com os comentaristas e leitores da TI.

        Mas te agradeço entenderes que é uma “atitude nobre” de minha parte.
        Na minha ótica, trata-se de obrigação, caríssimo amigo Jacob.

        Abração.
        Saúde.

    • Caro Bendl,

      a historia nos ensina que cisões de um sistema raramente dão certo.
      Por que imaginas que uma revolução daria certo no Brasil? Na minha opinião, até pioraríamos.

      Sim, falta muita coisa para a maioria, mas pelo menos há um sistema de saúde e de educação, que a despeito de serem falhos, garantem alguma coisa às camadas mais baixas.

      Uma reforma tributária que diminua os impostos sobre itens de consumo e da produção, imediatamente trará resultados. Pois o povo pagará menos pelos itens consumidos.

      Mas considero que posso estar errado. Que o rompimento constitucional seja a melhor medida. Exponha em detalhes como o povo usufruirá dessa revolução. O que deveria ser feito? Certamente posso me convencer, caso teus argumentos forem factíveis e realísticos. Lembro que o Brasil e todos os países estão inseridos num contexto global.

      A empatia é uma qualidade que admiro, acho que pouca gente a possui. E muita gente que fala sobre ela não a pratica, porque ela é uma coisa inerente, pessoal.

      Abraço, saúde e vida longa.

      • Vidal,

        O assunto é demasiadamente importante para debate, que é exatamente o que estamos fazendo.

        E dentro de normas e regras onde prevaleçam a educação e respeito, fundamentais para diálogos e ratificações ou retificações daquilo que se está discutindo.

        Me dá umas horas porque estou terminando um levantamento com base em dados oficiais, onde provarei o quanto que o povo e o Brasil estão sendo muito mal conduzidos economicamente.

        Vais verificar que, em se tratando de reformas no país, JAMAIS tivemos alguma que tenha ido ao encontro das necessidades e carências do povo, pelo contrário.
        Todas que até o dia de hoje foram implantadas, nos prejudicaram de maneira incalculável.

        Portanto, de posse dessas informações preciosas, afirmo categoricamente que precisamos, antes de qualquer medida, que o cidadão seja contemplado naquilo que mais lhe faz falta:
        Trabalho, e um plano social de benefícios que seja diametralmente oposto ao Bolsa Família que, se mata a fome de milhões de pessoas, possibilita que fiquem em casa sem produzir.

        Erro clamoroso dessa “inclusão social” mentirosa e enganadora!

        Abraço.
        Saúde.

  12. Parabéns CN, por relembrar o conveniente sigilo do cartão da Rosemary monamour.
    Afinal se liberar os dados do cartão saberemos por onde andou o profeta lula e com isso aonde podem estar depositados seus tesouros nas terras africanas.

  13. Transformar o estado brasileiro em servidor do povo, ao contrário de quase um século em que o povo é escravizado por ele não é tarefa fácil. É tão ou mais difícil do que foi o desmonte das ditaduras comunistas do leste europeu.
    O povo está fazendo sua parte, embora a esquerdinha sempre faz de tudo para desvalorizá-la.

    • “as leis e instituições deveriam ser julgadas pelo padrão de saber se e até que ponto elas promovem o objetivo da cooperação social pacífica. A sociedade é o meio mais importante através do qual os homens são capazes de buscar os fins que dão sentido às suas vidas.

      Assim, sua defesa da democracia e dos limites constitucionais aos poderes do governo baseava-se no julgamento fundamentado que a história demonstrou muitas vezes que o recurso a meios não democráticos e “extra-constitucionais” levou à violência, repressão, revogação de direitos civis e civis. liberdades econômicas e um colapso do respeito pela lei e pela ordem legal, que destrói a estabilidade da sociedade a longo prazo”.

  14. Alagoas hoje acordou com uma live do Governador Renan Calheiros Filho afirmando que o Coronavirus já atingiu “Outros Planetas” , imaginem um ser humano que tem informações e comunicações com outros Planetas ! Por isso ninguém sabe para onde foi o dinheiro dos Brasileiros roubados na pelos Políticos Amigos e Cúmplices de Lula e da Quadrilha petista do Nordeste, devem ter sido aplicados em “paraísos fiscais de outros Planetas” !!!!!!!

  15. Sr. Newton;
    Tínhamos uma esperança com Paulo Guedes, apesar de Bolsonaro ( ” A origem trai o homem” ).
    Quando Guedes deu aumento para a cúpula Militar,
    acendeu a luz amarela.
    Rezo pra que a luz amarela mude pra verde.

  16. Senhores; o povo não quer muito não, quer emprego, educação, saúde e segurança.
    Não temos nada disso hoje em dia ou temos muito precariamente.
    Temos trabalho. Engenheiro com cinco ou mais anos de experiência trabalhando em aplicativos de transporte ou entrega de fast food; garotos entregando agua sem absolutamente nenhuma garantia trabalhista e por aí vai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *