Em 2011, teremos os 50 anos da renúncia de Janio Quadros e da resistência democrática liderada por Brizola, com a Rede da Legalidade

Carlos Newton

Em 2011 completam-se 50 anos da heróica resistência, iniciada no Rio Grande do Sul, sob a liderança de Leonel Brizola, então governador do RS, em defesa da democracia e da Constituição brasileira, pela “Rede da Legalidade”.

Quem nos chama atenção para esse fato é o leitor-comentarista Mário Assis, que foi Secretário de Planejamento do governador Nilo Batista e sabe muito sobre Brizola e aquela época de resistência democrática.

“Esse fato histórico, e de formidável mobilização popular, merece a realização de matérias jornalísticas que recuperem a memória nacional, mostrando às atuais gerações que a mobilização da sociedade, em defesa dos seus interesses, não é uma utopia”, destaca Mario Assis, acrescentando:

“Creio que a Tribuna, com a sua tradição de bem informar, poderia preparar uma matéria, lá pelo mês de agosto de 2011, com imagens da época, artigos e farto material informativo para relembrar esse episódio ímpar da história política recente do país”.

Como os leitores-comentaristas deste blog já até costumam escrever sobre o assunto, inclusive recentemente tivemos uma reveladora troca de opiniões sobre os chamados “Grupos dos Onze”, seguramente Mário Assis será atendido.

Nosso diretor Helio Fernandes com toda certeza também vai escrever a respeito daquele período, que ele viveu com toda intensidade e do qual é uma das principais e mais abalizadas testemunhas, assim como Pedro do Coutto e Carlos Chagas. E o próprio Mário Assis pode também dar sua contribuição, é claro.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *