Em Berlim, a Seleção reconduz o Brasil ao primeiro plano do futebol mundial

Resultado de imagem para brasil e alemanha 2018

Com o gol de Gabriel, estamos de novo no topo

Pedro do Coutto

A vitória da Seleção Brasileira sobre a Alemanha, terça-feira, em Berlim, reconduziu o futebol brasileiro ao primeiro plano do panorama internacional. Aliás não apenas pela vitória de 1 x 0, mas pela sequência de uma campanha que resulta de um trabalho de equipe comando pelo técnico Tite. Os atletas foram libertados de esquemas rígidos de atuação e puderam assim, como os fatos demonstram, dar expansão ao que o selecionado apresenta como sua maior característica: a improvisação e a realização do futebol arte. Sem prejuízo da tática indispensável, equiparando as jogadas ofensivas aos lances defensivos.

Foi assim que o Brasil chegou ao pentacampeonato marcado pelas jornadas heroicas de 58, 62, 70, 94 e 2002. O resultado de 2002, inclusive acrescenta um ponto importante nos confrontos entre Brasil e Alemanha

OUTROS EMBATES – Claro, em 2014 perdemos por 7 x 1. Foi o maior desastre da história do esporte brasileiro. Inútil pensar em resgatar a goleada, mas fundamental lembrar que entre nós e a Alemanha há outros episódios a destacar..

O principal deles exatamente em 2002. Na decisão de 30 de junho, no Japão, a camisa amarela que já conquistara 4 títulos mundiais, atingiu o penta campeonato derrotando a mesma Alemanha por 2 x 0 na final da Copa, dois gols de Ronaldo Fenômeno. Há quatro anos levamos um banho na semifinal, porém fica na história o desfecho de 2 x 0 na finalíssima no  International Stadium em Yokohama. Não há déficit contra nós nos enfrentamentos cujos destinos ocorreram no futebol mundial.

SETE FINAIS – Das vinte Copas do Mundo disputadas de 30 até hoje o Brasil esteve 7 vezes na final. A Alemanha, que conquistou quatro títulos, esteve nos desfechos de 54, 66, 74, 82, 2002 e 2014. Logo, fica flagrante o destaque histórico dos dois países no mundo mágico do futebol.

Mas falei que o futebol não se ganha apenas do meio pra frente. É preciso saber defender, e daí a importância da tática na ocupação dos espaços do campo. Foi brilhante o desempenho tático da Seleção que volta a ser de ouro. Dois comportamentos foram realizados à perfeição. Um deles quando o time estava de posse da bola, outro quando lhe competia lutar por ela nos espaços ocupados pelos adversários. A Seleção ia e voltava com o mesmo empenho, a mesma garra, a mesma visão moderna do futebol. Mas não foi essa somente a qualidade que iluminou a vitória.

NEYMAR E PELÉ – O êxito cresceu de importância porque vencemos sem Neymar. E me lembro sempre de um artigo do jornalista Achiles Chirol, no Correio da Manhã, na Copa de 62. “Sem Pelé”, era o título. Dizia Achiles: se a Seleção para vencer dependesse de um só homem, por mais genial que ele seja, não seria o futebol brasileiro.

Para os mais jovens acentuo que Pelé contundiu-se no segundo jogo dessa Copa em Santiago do Chile. Entrou Amarildo, vencemos, conquistando o bicampeonato.

4 thoughts on “Em Berlim, a Seleção reconduz o Brasil ao primeiro plano do futebol mundial

  1. O Pelé não se contundiu na estréia na Copa de 62,no Chile.
    A estréia foi contra o México e o Brasil ganhou de 2X0,gols dele e do Zagalo.
    Pelé se contundiu no 2º jogo,contra a Tchecoslováquia que terminou 0X0.
    Por sinal os mesmos tchecos foram os adversários da final que terminou 3X1 para o Brasil.

  2. Piada do ano.
    O jogo está 7 a 2 para a Alemanha.

    Não temos mais as proximidades com nossos jogadores, tão necessárias para que torçamos pelos nossos clubes, e não pelos clubes que não conhecemos a não ser pela mídia bancada por quem não nos diz respeito.

    Futebol do Brasil acabou, somente temos a história bonita dos grandes jogos do Maracanã que deixou de ser o maior do mundo para virar um “circo” (com todo o respeito aos que nele trabalham), e enricar lulas, sérgios, dilmas, dirceus, cunhas, aécios,e tantos outros que nunca gostaram de futebol como gostam de roubar.

    Salve o Clube de Regatas Vasco da Gama que no esporte é muito maior que o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *