Em busca de um Biden brasileiro, não encontraram ninguém, a não ser Lula, é claro

Brazil's former President Lula faces more charges - BBC News

Lucra agora é homem de centro, honesto e família

J.R. Guzzo
Estadão

Uma das ideias fixas preferidas do noticiário político do momento é descobrir, em algum canto do Brasil, um “Joe Biden” brasileiro, capaz de arrumar uns 70 milhões de votos, ou por aí, e derrotar o presidente Jair Bolsonaro nas eleições do ano que vem – como se um Biden, aquele que está em Washington, já não fosse mais do que suficiente para as necessidades atuais da humanidade.

O que se vai fazer? Biden virou, para os altos mestres da ciência política, o presidente ideal para qualquer país do mundo de hoje – procura-se, desesperadamente, um Biden paraguaio, um Biden esquimó, e por aí vamos. Por que não, nesse caso, um Biden brasileiro? É onde viemos parar.

MADE IN BRAZIL – Os Bidens made in Brazil, até agora, incluem alguns dos nomes mais inesperados, ou francamente esquisitos, que alguém poderia imaginar; na verdade, pelo jeito como vão as coisas, e com um mínimo de trato, qualquer um pode ser um Biden brasileiro hoje em dia.

Por exemplo: que tal, nos seus quase 81 anos de idade, o ex-presidente Michel “Fora” Temer? Acredite se quiser, mas ele é um dos personagens citados na galeria de possíveis candidatos à posição de salvador do Brasil em 2022. Na mesma linha, foram capazes de ressuscitar um político cearense do qual não se falava seguramente há anos, talvez nem no Ceará – o senador Tasso Jereissati. E o atual presidente do Senado Federal, então? A soma total de suas realizações, até agora, teria sido uma visita do ex-presidente Lula – mas acabou não rolando.

OUTROS DESAPARECERAM – Sumiram de vista e das listas de Biden brasileiro, como numa miragem, gente como o governador João Doria, o apresentador de televisão Luciano Huck e, por mais surpreendente que possa ter sido a lembrança do seu nome, o ex-futuro presidente reeleito da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que caiu em exercício findo depois que o seu projeto presidencial virou suco; não deu certo nem na Câmara.

Até algum tempo atrás, eram citados entre as grandes esperanças de um Brasil de centro, civilizado e social-democrata. Hoje, coitados, ninguém se lembra mais deles – ficaram para trás, imaginem, até do senador Tasso.

O mais curioso dessa história toda é que, apesar de continuar a intensa procura pelo nome mágico, o Biden brasileiro já foi encontrado há pelo menos dois meses inteiros – é o ex-presidente Lula.

CANDIDATO ÚNICO – Desde o último dia 8 de março, quando o ministro Fachin, com o apoio em massa do STF, anulou de uma vez só as quatro ações penais contra Lula, inclusive a sua condenação em terceira e última instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-presidente passou a ser o candidato único da oposição a Jair Bolsonaro. É ele e ninguém mais.

Podem ficar procurando, pelo resto da vida, um candidato “contra os extremos” – não vão encontrar e, aí, o antiextremista vai ser Lula. É a velha história: se não tem tu, vai tu mesmo.

Tanto faz o que aconteça com Lula em sua campanha. É 100% certo que ele será apresentado como um fenômeno de equilíbrio, moderação e bondade – um Biden para ser elogiado pelo próprio Joe Biden. Mais cedo ou mais tarde vai cair a ficha indicando que só Lula pode disputar as eleições de 2022 com chance real de vitória.

O HOMEM DO CENTRO – Desse momento em diante, todos vão fazer de conta que não há nada de errado em colocar na Presidência da República um político legalmente condenado pela Justiça como ladrão. Ele vai ser o homem do “centro”; tudo resolvido.

Lula é a garantia de que nada mudará no Brasil velho que manda na vida pública. É bom para 99% do mundo político, da elite e de todos aqueles, das empreiteiras de obras às estrelas do Petrolão, cujo maior sonho é deixar errado tudo o que está errado.

27 thoughts on “Em busca de um Biden brasileiro, não encontraram ninguém, a não ser Lula, é claro

  1. Uai, há tanta gente boa – basta abrir os olhos para ver: Mandetta provou que é capaz e loquaz; há um Amoedo, talvez até um Azevedo, mas é preciso procurar. Em vez de só elocubrarem, os nossos jornalistas e artistas e cientistas deveriam ajudar a mostrar o quanto é nocivo ao país o infeliz que até o momento ainda está presidente. Quanto ao Lula, lembrem os brasileiros o que ele fez de mal para todos com o seu partido corrupto. Chega: não queremos mais bebuns, nem loucos varridos, nem estrelados convencidos que não sabem mais que o soldado.

  2. Lula é a garantia de que nada mudará no Brasil velho que manda na vida pública. É bom para 99% do mundo político, da elite e de todos aqueles, das empreiteiras de obras às estrelas do Petrolão, cujo maior sonho é deixar errado tudo o que está errado.

  3. O “PROBREMA” não é o Brasil, estúpidos. E a piada pronta tb não é o Brasil. É a república do FEBEAPÁ (Festival de Besteiras que Assolam o país ), dia sim outro tb, via golpes e via eleições, via situação e via oposição, pela direita, pela esquerda e pelo centro, ou será o FEBEAPÁ da república que nunca conseguiu restaurar a moralidade pública e quase todo mundo partiu para o locupletamento (como bradou, há mais de 50 anos, o saudoso Sérgio Stanislaw Pontepreta Porto), e daí fodeu geral, deu bosta$ para todos os lados, direita, esquerda e centro, quase tudo virou bosta$, o enriquecimento rápido, fácil e ilícito virou regra na cabeça da elite delinquente que domina o país, louca por poder, dinheiro, vantagens e privilégios, sem limite$, à moda todos os bônus para ele$ (que tratam o Brasil e o Povo como se fossem fiofó de bêbado), e o resto que se dane com os ônus, com cidadãs e cidadãos levados no bico, apaixonados, torcendo e até brigando pelo seu político, algoz, ou bandido, de estimação, salvo exceções, sob a égide da qual quase tudo vira bosta, como cantam, há décadas, Rita Lee e Moacyr Franco, e quase todos, infelizmente, se acostumaram com as bosta$, e preferem chafurdar nelas dia sim e outro tb, ao invés de mandar o conjunto da obra, inteiro, para o esgoto da história do Brasil, como propõe, há mais de 20 anos, a RPL-PNBC-DD-ME, o projeto novo e alternativo de política e de nação, a Terceira Via de Verdade, além da situação e oposição, a Nova Política de Verdade, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso. https://www1.folha.uol.com.br/colunas/catarina-rochamonte/2021/05/do-mensalao-ao-bolsolao.shtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=compfb&fbclid=IwAR2uViGV3cZFB6YOT8dzp7if_w1fxUq9N7ihZro2SIGp8V_U87i5v2DzEuI

    • É por aí, caro senhor.
      Qdo digo que neste antro chamado Brasil, não existe porcaria nenhuma.
      Nem esquerda, nem direita, nem nada, só um bando de velhacos usando roupas diferentes, com o mesmo mau cheiro de sempre.

      Qdo isto digo, tentam até me rotular, fazendo com que as vezes percamos a paciência…

  4. Que texto hemmmm não precisa firula, deixem esse Antamitoloco ai mesmo, com milhares e milhares de desempregados, economia afundando, desmatamento na amazônia descontrolada, ataque aos índios, fome cada vez mais aumentando, desmonte nas politicas sociais educacionais e em pesquisas. Fack news montadas por um centro onde deviriam estar produzindo politicas publicas para o país mas produzem o ódio e a mentira, negação da existência de uma doença e que matou centenas e centenas de brasileiros, muito deles confiaram o voto nesse energúmeno, militares no cargo que só servem de fantoche para estancar a sangria e servir de pano de fundo ao respeito e a ordem….mas não vamos no delongar…. é só o antamitoloko amado e cortejado por milhões se perpetuar no poder e pronto….eu não participo de bandalheira que se tornou o país…

  5. O STF conseguiu proteger uma eleição inauditável do escrutínio público e agora tenta, irresignadamente, formar a tal frente única de esquerda como se fosse um criatório de curió. Fachin, o mais preparado, tem a capacidade de ser contra a delação premiada da PF em qualquer circunstância enquanto, constitucionalmente, diga-se, se curva a interesses poderosos para autorizar a mesma a investigar Dias Toffoli.

  6. Com Lula o Dólar caiu. O FMI foi pago. Desemprego diminuiu. Salário Mínimo superou em muito a barreira dos US$ 100. Muitas Hidroelétrica foram construídas. Não tem mais apagão. Olimpíada e Copa do Mundo. E para finalizar: Até o Papa vinha nos visitar!

  7. Colocar a culpa dos males sociais no sistema é uma retórica herdada dos utopistas, mas que caiu como uma luva para justificar as canalhices praticadas pelos adeptos socialistas. Eles aprontam de tudo: roubam, fraudam, corrompem, mentem e matam e depois, quando pegos, quando sua atuação maligna é descoberta, dizem que o sistema precisa ser mudado, que deve haver reformas estruturais e que é preciso criar leis para impedir o crime. Ex. (prisão em segunda instância, 199/19), simplesmente parado. Ou seja: fazem o diabo e depois culpam o capeta. Só cai nessa conversa quem é muito ingênuo e não percebe que as esquerdas jamais assumem seus erros. Fazem o inferno na terra, mas, no final, sempre arrumam um bode para assumir seus próprios pecados.
    Lula de volta a cena política é saudosismo para ser mais educado.

    • Vc deve ser mais um daqueles ou daquelas que estão mamando a beça nas tetas do erário do sistema podre, para soltar um sofisma desse. Quem não tem coragem sequer para assinar com o seu próprio nome o que escreve, não tem convicção nenhuma sobre o que escreve, logo não merece consideração nenhuma sobre o que escreve.

      • A comunicação, por definição, pressupõe que entre o emissor e o interlocutor existe algo comum. Ela seria impossível, inclusive, se não houvesse isso. Se cada pessoa vivesse em seu próprio mundo, com suas próprias definições e com suas próprias percepções, seríamos todos autistas e, certamente, não haveria a civilização como a conhecemos.
        Ainda assim, a ideia de verdade absoluta foi rejeitada. Falar dela tornou-se anátema em um mundo absolutamente relativista. Dizer que existe algo que é imutável, que todos deveriam reconhecer, na mentalidade de hoje é ser intolerante.
        Com isso, o que cada pessoa carrega é a sua própria verdade. Uma verdade íntima, pessoal, personalizada. Uma verdade tirada de não sei onde, pois, se não há uma verdade última, a convicção de cada um só pode ter saído de suas próprias entranhas.
        O que vemos é um multidão de gente fechada em sua própria visão de mundo, com suas próprias certezas e arredia a qualquer ideia de universalidade. Todo mundo batendo no peito e dizendo: “Esta é a minha verdade”.
        Claro que tudo isso em nome da tolerância e da diversidade. Porém, com a absoluta convicção de que qualquer ideia de absoluto é intolerável.
        Essa gente não vê que esse negócio de “a verdade de cada um” não existe. O que cada um possui não é a sua verdade, mas a sua versão dela.

  8. Desde a proclamação da REPU(ta)PÚBLICA – Ruy que o diga em O ABC da Monarquia – que se procura uma fórmula mágica para organizar um puteiro. O que é pior: um gigolô moralista

  9. Por que a Imprensa brasileira não repercute nada, nada, nenhuma vírgula, as eleições no Chile em que a direita apenas conseguiu eleger menos de 1/3 das vagas e, portanto, não terá qualquer influência relevante no processo de escrita da nova Constituição Chilena???

  10. Podem ficar procurando, pelo resto da vida, um candidato “contra os extremos” – não vão encontrar e, aí, o antiextremista vai ser Lula. É a velha história: se não tem tu, vai tu mesmo.

    Fazer este pensamento (Como eu infelizmente fiz) para eleger Bolsonaro pode.

    Para mudar a tragédia de plantão não pode.

    Que chá servem ais bolsonaristas que passam a considerar o coiso um Deus e eles o gado eleito???

    Até tu guzzo , viriu gado cego e fanático ???

    Meu Deus

  11. Jornalixos, ops, errei, Jornalistas enfeitados com penas de faisão já noticiavam que o novo ZéBidê tinha de ser o famoso Rei do Çuará, CorrupTasso, do Quadrilhão do FHChorume.
    Mas, foi uma tempestade de um dia, já caiu no esquecimento dos militantes jornalixos midiaticos.

    Comédia ao Céu Aberto…
    eh!eh!eh!eh

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *