Em diálogo com advogados petistas, Moro desafia Lula para debate “sobre mensalão e petrolão”

Ex-juiz Sergio Moro afirma que testou positivo para a Covid-19 | Paraná | G1

Moro botou os advogados petistas em seu devido lugar

Deu no site Terra

Estreante numa campanha eleitoral, o pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sérgio Moro, se tornou alvo de desafios para debates cara a cara. E tem feito o mesmo com os rivais. O ex-juiz da Lava Jato foi provocado a debater a reforma do Judiciário pelos integrantes do grupo de advogados Prerrogativas e reagiu chamando para um confronto direto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “a qualquer hora, sobre mensalão e petrolão”.

Moro fez o desafio ao petista em publicação nesta sexta-feira em suas mídias sociais. O desentendimento entre Moro e o Prerrogativas, autodenominado grupo de advogados “progressistas” e “antilavajatistas”, esquentou após o advogado Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do grupo, declarar que o plano do candidato do Podemos de fazer mudanças no Judiciário causa “espanto”.

ADVOGADOS CORRUPTOS – Moro chamou o coletivo de “clube dos advogados pela impunidade” e de “advogados corruptos”. Após esse comentário de Moro, integrantes do grupo mantiveram o desafio por meio de novas publicações em rede social, e o ex-juiz retrucou, devolvendo o convite para debater com Lula.

O grupo Prerrogativas foi responsável por organizar um jantar em dezembro de 2021, no qual o ex-presidente Lula e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin se encontraram pela primeira vez em público após a revelação de uma possível chapa com o ex-tucano.

Após deixar o PSDB, Alckmin negocia sua filiação, principalmente com o PSB e o Solidariedade.

TROCANDO FARPAS – Após lançar pré-candidatura pelo Podemos, Moro tem trocado farpas com o também pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT).

 Em dezembro de 2021, durante entrevista ao canal MyNews, Moro disse que não participaria de debates com Ciro sem que o adversário mudasse sua “postura ofensiva e agressiva”.

Em live no canal do YouTube, Ciro respondeu o comentário: “Ele não quer debater comigo porque eu vou dizer que ele é um corrupto”, disse.

DISSE BOLSONARO – As cutucadas sobre a realização de debates e os desafios entre candidatos são cada vez mais recorrentes. O presidente Jair Bolsonaro (PL), que participou apenas de dois debates nas eleições de 2018, disse a apoiadores que o pré-candidato Sérgio Moro “não aguenta 10 segundos de debate”.

Em resposta, o ex-juiz disse que Bolsonaro está com medo de não conseguir se reeleger e, portanto, fica “desviando o foco das pessoas” com ofensas.

Como os debates só ocorrem após agosto, os desafios na verdade não surtem efeito prático.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– O ex-juiz, que testou positivo para Covid, tem razão nessa briga. O tal Grupo Prerrogativas é formado por advogados que enriquecem defendendo corruptos. Por se dedicarem a essa rentável especialidade, são contrários à Lava Jato, abominam qualquer iniciativa de combate aos crimes a esses crimes de desvio de verbas públicas o e defendem a candidatura de Lula, criador do maior esquema de corrupção do mundo. Ou seja, esse grupo representa a maior vergonha da Advocacia brasileira. Seus abonados integrantes são antípodas de Sobral Pinto e Jorge Béja, que jamais cobraram honorários de seus clientes e souberam honrar a profissão.  (C.N.)  

10 thoughts on “Em diálogo com advogados petistas, Moro desafia Lula para debate “sobre mensalão e petrolão”

  1. O que todo mundo quer e em todos os países é que os juízes sejam IMPARCIAIS. Sejam justos. E só condenem COM prova do crime.
    Aquela história de “matar a cobra e mostrar o pau” é balela. Tem que “matar a cobra e mostrar a cobra morta”!

    • Seria surpreendente q advogados q batalham a favor da impunidade de corruptos e outros grandes criminosos estivessem do lado certo da Justiça. É de sua natureza promover chicana e buscar alianças com magistrados tipo Gilmar Mendes para garantir prescrição e impunidade. É de sua natureza. Nenhuma surpresa.

  2. A julgar que foi escrito Moro estraçalhou nessa postagem.
    Não gosto do Moro, voto no Bolsonaro, mas nessa ele foi contundente.
    Para Lula, Moro falou de corda em casa de enforcado, bebo um tonel de cachaça se o cachaceiro topar um debate sobre Petrolão.

    • Em qialquer pais civilizado todos tem direito a um juiz imparcial e um advogado.
      Menos nos comandados por tiranos.
      Esse fascista não cansa de dar amostras do que ele é.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.