Em reação à fala de Bolsonaro na ONU, senadores convocam CPI de queimadas e meio ambiente

Atual7

Senadors Eliziane Gama lidera a convocação da nova CPI

Pedro Henrique Gomes e Sara Resende
G1 e TV Globo

Senadores protocolaram nesta quarta-feira (23) o pedido de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Crise Ambiental. A instalação da CPI depende agora da autorização do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O recolhimento das assinaturas foi capitaneado pela senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), coordenadora da Frente Ambientalista no Senado. Segundo Eliziane, o objetivo é investigar o “desmonte da governança ambiental” no Poder Executivo, além das queimadas na Amazônia e no Pantanal.

AGRESSÃO AOS FATOS – “Culpar índios e caboclos pelos incêndios na Amazônia e no Pantanal, como fez Bolsonaro no discurso para a ONU, é um acinte à inteligência nacional e internacional, uma agressão aos fatos, ao não falar de madeireiros, grileiros e especuladores impatrióticos”, criticou a senadora durante discurso no plenário, nesta quarta.

O número de 27 assinaturas corresponde a um terço dos 81 senadores com mandato, mínimo necessário para a abertura de uma CPI. O pedido foi protocolado na Mesa Diretora do Senado, mas a comissão só pode ser instalada se houver autorização de Alcolumbre.

INCOMPETÊNCIA – A senadora Eliziane Gama criticou a condução da política ambiental pelo governo federal, em especial pelo Ministério do Meio Ambiente. “Os dados apontam que tivemos apenas 0,4% de execução orçamentária do recurso para o meio ambiente, ou seja, nós temos pouco dinheiro para o meio ambiente, e o pouco dinheiro que temos ainda não é aplicado, o percentual, de fato, muito baixo”, declarou.

Em geral, as CPIs instaladas no Congresso têm prazo de 180 dias para funcionamento e, ao final, emitem um relatório para embasar processos das polícias e do Ministério Público.

A CPI tem poder de investigação similar ao das autoridades judiciais. Pode, por exemplo, determinar diligências, ouvir indiciados e testemunhas e requisitar serviços policiais.

CONVITE A AUTORIDADES

Também nesta quarta, a comissão do Senado que acompanha os incêndios no Pantanal aprovou convites para que quatro autoridades federais visitem as áreas afetadas pelo fogo.

Foram convidados o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e os ministros Ricardo Salles (Meio Ambiente), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), e Tereza Cristina (Agricultura). Por ser um convite, o atendimento dessas autoridades é opcional.

A comissão também aprovou um requerimento para realizar uma audiência pública com a presença do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. A reunião ainda não tem data para acontecer.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O Senado é muito diferente da Câmara e lá o Centrão tem menos integrantes. Entre os senadores, Bolsonaro dificilmente conseguirá formar maioria para suas iniciativas mirabolantes. (C.N.)

6 thoughts on “Em reação à fala de Bolsonaro na ONU, senadores convocam CPI de queimadas e meio ambiente

  1. Jornalista Carlos Newton ( Tribuna da Internet ) – isso e verdade a Cpi pode correr de acordo com o mandamento e pode esquentar para o Bolso naro – a Imprensa vai acompanhar e divulgar.

  2. ELIZIANE GAMA, que se diz protestante, sempre que o comunista e ateu confesso, Flávio Dino, precisou de se pintar de “crente”, para abocanhar os votos dos evangélicos, a senadora serviu de coiote e avalista para apresentar o atual govetnador maranhense nos templos:

    https://www.fernandomelo.blog/2017/07/eliziane-gama-flavio-dino-igreja.html?m=1

    A senadora, que adora vender o tipo de boa samaritana, teve um período de aspereza com os jornalistas: foi quando o seu marido, Inácio Melo Cavalcante Neto, teve prisão decretada por causa do não pagamento de uma pensão alimentícia:

    https://www.blogsoestado.com/danielmatos/2019/07/17/marido-de-eliziane-gama-tem-prisao-decretada-por-nao-pagar-pensao-alimenticia/

  3. Carlos Marchi (via Facebook)

    A FASCINAÇÃO POR DINHEIRO SONANTE

    A última é que o deputado Eduardo Bolsonaro usou R$ 150 mil em dinheiro vivo para pagar dois apartamentos na zona sul do Rio.
    Os apartamento foram comprados em 2011 e 2016, segundo o jornal O Globo.
    O que salta à vista, além da fascinação da família por dinheiro vivo, é a repetida aplicação da grana em imóveis.
    E salta mais ainda a comprovação de que a criação da nota de R$ 200,00 é pra ajudar a movimentação financeira da família.
    Cabe urgentemente que seja informado à sociedade brasileira quantos imóveis cada membro da família tem em seu nome.
    Os que estão em nome de cada um e os que estão em nome do laranjal.

    https://www.facebook.com/carlos.marchi.3/posts/5230004657016980

  4. Noticia em primeira mão em outubro 2020 – pela liberdade de imprensa e de opinião no Brasil – Agora para todos os Jornalistas a Imprensa de todo o Brasil temos a AIB e que vai emite a credencial carteira de Jornalista e com validade nacional, a ( AIB filiada a Fenai – Brasília – Df ) – pela liberdade de imprensa no Brasil seja muito bem AIB – Brasil 2020.

  5. Obs. a AIB vai a partir outubro 2020 – estará emitindo a credencial carteira de jornalista, para todos os Jornalistas a Imprensa de todo o Brasil – ( a AIB esta filiada a Fenai – Brasília – Df ) – pela liberdade de imprensa uma otima noticia nacional – 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *