Em respeito à jornalista Ticiana Villas Boas, esposa de Joesley Batista.

Protesto da Filha do General

As duas Ticianas merecem todo o nosso respeito

Jorge Béja

Duas belas jornalistas – Cláudia Cruz e Ticiana Villas Boas – que foram apresentadores de jornais da TV Globo (a Cláudia) e da TV Bandeirantes (a Ticiana ), após deixarem a televisão, passaram a despertar o interesse e a curiosidade do povo. Motivo: o que seus maridos aprontaram. E nem é preciso tornar a relembrar o que os maridos fizeram. Todos sabemos. São eles, o ex-deputado Eduardo Cunha, esposo de Cláudia e que está preso; e Joesley Batista, esposo de Ticiana e que deveria estar preso também. A propósito de um texto que começou a circular na internet, escrito por Ticiana Haas Villas Bôas, filha do General Villas Bôas, mostrando não ser ela a Ticiana esposa de Joesley, a mim enviado pelo colega João Amaury Belem e cujo teor vai reproduzido a seguir, me veio à memória fato comigo ocorrido em 2012.

Daí surgiu a ideia deste artigo que visa mostrar que Ticiana, a jornalista, deu provas de ser uma pessoa atenciosa, meiga, carinhosa e humilde e de caráter. Vamos ao que aconteceu.

Primeiro, a reprodução do desabafo de Ticiana, a filha do general e que circula na internet. Com talento, bom humor e sem ofensa, mostra que apesar da confusão causada pela identidade dos nomes, ela não é a Ticiana esposa de Joesley:

Ticiana Vilas Boas X Ticiana Vilas Boas – Eu tenho cara de louca, ela tem a cara da nobreza. Eu sou mais legal, ela é mais bonita. Eu tenho tiques, ela não. O meu pai é general, o dela advogado. Eu sou pobre, ela não. Eu sei o preço da gasolina, ela não. Eu sou resendense, ela soteropolitana. Meu marido é micro empresário, o dela é mega. Eu ando sossegada, ela não. Eu posso postar essas asneiras aqui, ela teve que sair de todas as rede sociais. O filho dela é Joesley, eu jamais faria isso. Me deixem em paz, e ela tbm. Gratas!”.

TICIANAS – Sim, Ticiana, filha do general, você tem virtudes e valores próprios. Mas a sua homônima, a jornalista, também as tem. E não é porque ela veio a se casar com um mega empresário, tido por corruptor dos políticos e que na surdina da noite, dentro do residência oficial em Brasília, relatou a prática de uma montoeira de crimes ao presidente da República, sem ao menos ter sido admoestado quanto mais recebido voz de prisão, não é por isso que a jornalista perdeu seus pendores de pessoa de bem, de pessoa humilde, sem vaidade e atenciosa com o próximo, até mesmo com o próximo que não conhece, com quem nunca falou e de quem nunca ouviu falar.

Os crimes e pecados do marido, pelo menos até aqui, não a contaminaram. Ela se casou com um homem que já era multimilionário. Trabalhou até perto do filho nascer. Depois deixou a carreira, que era promissora, e não precisou mais trabalhar para se manter. Que erro há nisso?

UM FATO FORTE – No primeiro trimestre de 2012 fui convidado a me apresentar ao piano no Morro do Alemão, num dia de sábado à noite. Mesmo não sendo um pianista virtuoso, aceitei. Preparei quatro peças. E como último número, escolhi a Sonata nº 14, em Dó Sustenido Menor, Opus 27, nº 2, de Beethoven, conhecida por Sonata ao Luar. Acreditava que naquele sábado o Alemão seria mesmo iluminado pela claridade da Lua. Mas na dúvida, obtive o e-mail de Ticiana (tboas@band.com.br) e lhe enviei mensagem. Mesmo sem a conhecer –e nem ela me conhecia e jamais ouviu falar de mim – me apresentei e perguntei se no dia seguinte (sábado) estava prevista chuva para a capital do Rio. E expliquei o motivo da pergunta. No final da mensagem, escrevi meu telefone.  À noite, Ticiana anunciou no Jornal da Band que o Rio teria um sábado e domingo nublados durante o dia e chuva forte à noite. Pronto, a informação foi suficiente para cancelar a apresentação que seria a céu aberto. E uma chuva, fina ou forte, seria fatal para o piano Steinway&Sons. Ou para qualquer outro instrumento de difícil deslocamento.

SENTIMENTO E CARÁTER – Mas que nada. O serviço de meteorologia errou. E no sábado durante o dia fez sol e toda a noite de sábado para domingo foi bastante quente. Foi aí que veio o gesto nobre. Na segunda-feira, por volta das 3 da tarde o telefone tocou aqui em casa. Atendi. Era Ticiana. Ela me perguntou “o senhor tocou no Alemão sábado passado?”.

Quando respondi não e disse o motivo, a moça caiu em prantos, ao mesmo tempo em que me pedia perdão. Sem ser, sentia-se culpada pela decepção que causou a um estranho por uma previsão que não foi ela quem fez, mas apenas leu. Foi difícil consolá-la. Mas consegui. Qual outro famoso televisivo faria o que Ticiana fez?

VIRTUDES E MAIS VIRTUDES – Foi ou não foi um gesto de nobreza de Ticiana? Eu lhe era estranho. E Ticiana não tinha nenhuma obrigação de me ligar. Menos ainda para pedir desculpas. E jamais chorar por isso. Seu gesto a revelou por inteiro. Nela, há sentimento, respeito ao próximo, ética, dignidade, pudor, responsabilidade, comoção, simplicidade, humildade. Ela é jornalista. Trabalha com a notícia. E não faz representação nem interpretação. Ela é autêntica. Ela não é atriz. A senti pura e cândida. Bem diferente desse pessoal de televisão, que são vaidosos, que depois da fama colocam óculos escuros e disfarces para não serem reconhecidos. Que, por conveniência e vergonha, talvez, se esquecem das origens que tiveram.

E quando passam a ser famosos, se tornam soberbos e ásperos justamente com aqueles que os aplaudem. Ou seja, são ingratos com a sorte que a vida lhes deu e com aqueles que as conheceram desde a tenra idade.

UM BRASIL MELHOR – Digo a Ticiana (filha do general) que a Ticiana (jornalista) é nobre mesmo. Que tem as mesmas virtudes que as suas. Que teve ela tão bom berço quanto o seu. Que ela chora com facilidade. Que tem o sentimento à flor da pele. Gostei muito ao ler que na mensagem Ticiana pede paz para as duas: “Me deixem em paz, e ela tbm. Gratas”.

Joesley Batista, passe a contar tudo à sua esposa, mãe de seu filho. Ouça-a. Siga-a. Ela tem bagagem intelectual e espiritual para limpar e dar um banho de descarrego em você, que anda imundo e carregado. Ore com ela. E deixe seu amigo Temer prá lá. Pague pelos seus crimes. Renuncie à corrupção. Enfrente os políticos e os partidos. E ajude a construir um Brasil limpo para seus filhos, para os filhos e netos de todos nós.

32 thoughts on “Em respeito à jornalista Ticiana Villas Boas, esposa de Joesley Batista.

  1. Caro Dr. Beja,
    Muito bom o seu artigo.
    A esposa do empresário que comete desatinos não pode ser execrada porque mantém uma relação conjugal com o malfeitor e, sobretudo o seu filho não pode pagar pelo erro do pai.
    Parabéns!

  2. Texto brilhante! extremamente inteligente!

    —–

    “A criatividade é um dos mais verdadeiros testes de inteligência, por ter menos limitações que os caprichos de um indivíduo.

    É preciso visão, determinação, carisma e personalidade para dirigir ideias criativas ao mainstream – compartilhadas pela maioria das pessoas e consideradas normais ou convencionais.

    Brilhante alguém poder escarranchar essas características, e ter uma saída original e criativa no final.”
    – Jesse Watson, I is smart

  3. Se a mulher do Cunha está sendo processada por atividades corruptas do marido, que dirá a mulher do maior mafioso do Brasil (depois de Lula), o tal Joesley Batista? Não seria o caso de investigar a bela Ticiana Villas Boas, a jornalista, que também está agora numa Boas????? Qual a diferença da situação entre ela e a mulher do Cunha? Garanto que a situação pro lado da mulher do açougueiro deva ser muito, mas muito mais grave!!!

    • Se houver mínimo indício a esposa certamente será investigado, caso já não tenha sido. O que se deplora é a suposição sem fundamento, graciosa, leviana, insultuosa contra uma pessoa que deu prova da sua grandeza, conforme relata o artigo. Cada um projeta no próximo o que tem e traz dentro de si e na história de sua própria vida.

      • Há em curso, então, um “assassinato de reputações”, Dr? E o que o Sr. me diz a respeito do jornalista Reinaldo Azevedo? A “Imprensa” foi livre…agora, nem tanto? Gostei do artigo! Nos faz pensar em muitas coisas além da objetividade…Saudações!

        • Nelson, o jornalista Reinaldo Azevedo envereda pelo Direito sem conhecimento de causa. É tendencioso. Ataca a Lava Jato e os procuradores da República. É meio atrapalhado nas aparições no jornal da Rede TV.
          Mas o que fizeram com ele é covardia. É arbitrariedade. É violência contra os Princípios Fundamentais da Pessoa Humana, não apenas previstos na Constituição Federal Brasileira, bem como nas Cartas do Direito Internacional. Até a Lei de Imprensa, revogada pelo STF, fruto da ditadura, resguardava a liberdade de imprensa, de uma imprensa sadia e responsável.
          Realmente, começo a reparar que generalizou-se o conceito de que ninguém presta. Bom, no Parlamento até pode ser. Na cúpula do Executivo nacional e estaduais, idem. Mas na sociedade civil, o povo brasileiro é ordeiro, honesto, trabalhador e hospitaleiro.

          • Obrigado pelo comentário/resposta , Dr. Béja! Eu acho que, de repente,sem querer, “mirei em um alvo e acertei em outro”…Desastrosa essa participação Janot/Fachin, não? Saúde, paz e um grande abraço!

      • Protesto, Dr. Béja! Não quero dizer que ela tenha a ficha suja, não!! Sou admirador da bela!! Apenas quis compará-la à esposa do Cunha, que também está sendo massacrada (se com razão eu não sei) por culpa das tramóias do marido!!

      • Sr. Béja, a ultima frase nesta resposta ; “Cada um projeta no próximo o que tem e traz dentro de si e na história de sua própria vida.” foi tão significativa quanto o texto para nos ajudar a meditar quanto a acidez da motivação as vezes estraga o que poderia ser uma experiência edificante.
        Parabéns!

  4. Dr. Jorge Béja: Oportunas suas palavras de Sabedoria. Se a Ticiana jornalista teve ou tiver algum comprometimento comprovado, terá que responder na justiça. A propósito, seu escrito cai como uma “serenata ao luar” que serve para aclarar e acalmar a fumaça nesta noite escura de nossa Pátria!

    • Prezado leitor Oscar,

      seu comentário me leva à obra de outro Oscar, o Wilde: A Importância de ser Honesto. Ou A Importância de ser Prudente, para alguns outros tradutores.

      O essencial é o escrito de Wilde.
      Obrigado por ter lido e comentado, agradecimento que externo a todos os leitores da TI.

  5. Corroborando o que voce está escrevendo tive a oportunidade de ler uma matéria da Ticiane como entrevistada, antes desse turbilhão todo, aonde ela mostra, apesar de não declarar expressamente, um certo desconforto com avida que leva atualmente, uma espécie de bolha que a faz ficar alheia até
    mesmo do preço de um litro de gasolina. Nossa questão é com o marido dela, mas jamais com ela.VAMOS POUPÁ-LA SIM!

    • Willy Sandoval,
      seu comentário é de suma importância. Não conhecia essa entrevista. Nada existe de desabonador contra a jornalista. Realmente “nossa questão é com o marido dela, mas jamais com ela. E vamos poupá-la, sim”.

  6. Ambas são, no mínimo, cúmplices dos crimes praticados pelos respectivos maridos. Assim me dizem os conceitos de ética e moralidade.

    • Prezado leitor Mário Assis.

      O senhor fez afirmação pública grave e que desafia comprovação. Fiquemos no âmbito e tamanho que o senhor estabelece para acusar, no caso, Ticiana: o âmbito mínimo.

      Da prática de qual crime (ou quais crimes) o senhor imputa, no mínimo, à jornalista Ticiana Vilas Boas?

      Por favor, diga-nos descritivamente. Caso contrário, o senhor corre o risco de estar cometendo crime, também no mínimo, de difamação e/ou injúria. E com a agravante de ter sido praticado por meio de veiculação pública, como é o caso da Tribuna da Internet. Quando se acusa alguém da prática de crime, sem dizer qual o crime, o delito de quem faz a acusação é de injúria e/ou difamação. Mais de injúria.

      Fiquemos no aguardo da sua resposta, necessária e indispensável, eis que vivemos numa Democracia e sob o império das leis..

      • Senhor Mário Assis,
        estou à espera da sua resposta. O senhor disse, referindo-se às jornalisas Cláudia Cruz e Ticiana Villas Boas, que ambas, no mínimo, são cúmplices dos crimes praticados pelos seus maridos.
        Considerando que seu comentário foi postado em artigo que assinei, cobrei explicação. E até agora o senhor não as deu.
        Ontem, o juiz federal Sérgio Moro, por meio de sentença, absolveu Cláudia Cruz. Estou à espera, amigável, da sua explicação referente à gravíssima imputação que, publicamente, lançou contra as duas jornalistas. Registro que tanto Cláudia Cruz quanto Ticiana Villas Boas leram o artigo e todos os comentários, segundo informação que um amigo comum me passou ontem pelo telefone.
        Como esses comentários de artigos passados perdem a atualidade e não são mas lidos e relidos, peço ao nosso editor a gentileza de encaminhar para o e-mail do referido leitor o comentário que fez e as cobranças que em seguida fiz e estou à espera.

        • Torno a reiterar a resposta do leitor Mario Assis à minha pergunta. O assunto começa a ganhar corpo e consequências. Uma resposta, digna e respeitosa, pode encerrar tudo.
          E torno a pedir ao nosso editor, que tem o e-mail do leitor, que envie desde a mensagem em que ele acusou as duas esposas e jornalistas e minhas subsequentes intervenções, inclusive esta. Por favor.

          • Torno a reiterar o que contém nas considerações anteriores que postei, tanto ao leitor que insultou, quando ao pedido feito ao editor. Não vou desistir.

  7. Na minha consciência não vejo Joesley Batista como criminoso. Joesley é o produto de uma sociedade enferma que se serve de metódos escusos. Acho na verdade que Joesley está prestando um grande serviço ao Brasil. Denuncia quem se aproveita de seu dinamismo para extorqui-lo por anos a fio. Tendo que pagar pelo que fez , que pague. Mas não se pode tê-lo como criminoso. Criminoso é o golpista Temer que há muito tem vivido de corrupção nas “Docas de Santos”. Como Secretário de Polícia em São Paulo esteve no episódio do “massacre de 100 presos no Carandiru”. Amigo do coronel Ustra, o maior torturador aparecido no Brasil. Foi dele testemunha de defesa junto com Maluf (condenado) e José Maria Marin, preso nos EEUU. Tem um sítio em nome do coronel da PM de Sergipe onde o coronel Ustra fazia seus “passeios”, possivelmente para comer quibe e tomar arack. Para sublimar, o Wekileaks “vasz” que ele é “agente da CIA”. Eu ficaria 24 horas falando das patifarias de Temer.

    • Entendo, perfeitamente, o raciocínio e a conclusão a que chegou o leitor Antonio Santos Aquino. Esses empresários, porque muito ricos, passam a ser extorquidos. Os políticos e governantes deles se aproveitam para extorquir. Submetê-los a “um dá ou desce”, ou a um “entrega ou morre”, como acontece nos assaltos. Isso acontece mesmo. Ficam eles submissos, sem saber para que lado correr. O poder e a força que enfrentam é superior e não encontram e nem têm como enfrentá-los.

      Mas se noticia que antes do governo Lula essa JBS era empresa de porte razoável. E foi com Lula, Dilma (e Temer, por que não?) no poder que o império se formou em poucos anos.

      Na corrupção, o corruptor é tão criminoso quanto o corrompido. Ambos levam vantagem ilícita. E a vítima é sempre o povo brasileiro. Creio que à primeira tentativa da prática da corrupção se houvesse reação de uma das partes (reação firme, inteligente, decisiva, até à bala, se necessário) o corruptor recuaria.
      E a corrupção não existiria. E tudo isso acontece pelo dinheiro. Pelo lucro excessivo, ainda que à custa de crimes e em prejuízo do povo.

  8. Dr. Béja, seu artigo, me fez vir lágrimas aos olhos de emoção, o final mostra um aconselhamento de fazer um novo futuro, já que o passado não se pode modificar, como dizia Chico Xavier.
    Creio em uma Doutrina Científica e Filosófica, com Base Moral no Evangelho de Jesus – o Código da vida, a Espírita codificada por Allan Kardec, dada à Humanidade em 18 de abril de 1857, em Paris, que nos mostra, um Deus Misericordioso, para sua criação: nossas Almas eternas e racionais, com duas ferramentas de Progresso: A Consciência e Livre Arbítrio, para nossas Almas/Espírito, através das reencarnações, um Dia no Infinito; alcançar a Luz, por mérito na pratica Amor fraterno.
    Somos todos irmãos em Deus, e Jesus nos disse: Eu sou o Caminho, A Verdade e a Vida, e ninguém vai ao Pai, a não ser por mim, é a Luz Divina, a nos chamar, mas a desprezamos a 2 mil anos, e continuamos a desprezar, o Caos moral e falta de Amor fraterno na Humanidade, não nos deixa mentir, mas, façamos nossa parte de Fraternidade.
    Que Deus, nos abençoe, e a toda sua criação.
    Aceite meu forte abraço.

    • Caríssimo Théo Fernandes, como a Humanidade está divorciada da palavra, da vida e da vinda de Jesus!. Da doutrina de Kardec e de tantos outros iluminados que nos antecederam.

      Na Oração Salve Rainha, tem uma passagem que diz: “…a Vós bradamos os degredados filhos de Eva. A Vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas…”.

      O autor desta Oração foi um autor inspirado. Degredados: exilados, punidos, fora de sua terra… Gemendo e chorando: em dor, em sofrimento, em prantos…Neste vale de lágrimas: é o caminho da passagem pela Terra, é a vida encarnada do Espírito Infinito que habita dentro de nós e que sofre também.

      A paz é impossível?
      Creio que sim. Onde está o Homem (a pessoa humana), está a discórdia, a disputa, o embate, a violência, a guerra…Pode até mesmo estar também a paz. Mas a história da Humanidade não é de paz. É de lutra fratricida. Quem dera se a Humanidade atendesse pelo menos 10% do que prega o Eclesiastes, a Prece de Cáritas, a Oração de São Francisco de Assis….!

      • Caro Dr. Béja … em plena Primeira Grande Guerra o Papa Bento XV, em 05/05/1917, instituiu o “Regina Pacis, Ora pro Nobis” como obrigatório a partir de 01/06/1917 … 8 dias depois tivemos a Primeira Aparição em Fátima até 13/10/1917 – nelas Maria anunciou o fim da guerra … porém, avisou que viria outra maior (e ensinou como evitá-las).

        No célebre discurso da Central, Jango afirmou que rezar Rosário seria inútil – e disse que as reformas seguiam as orientações dos Papas da época.

        Em Medjugorje estariam existindo aparições; pois ainda não foram reconhecidas pela Igreja … em que Maria se apresenta como Rainha da Paz.

        E em 01/06/2017 teremos o Centenário!!!

        Maria em Fátima, como boa mãe judia, pediu às crianças que aprendessem a LER!!!

        Saudações.

        • Grato, prezado senhor Lionço Ramos Ferreira. Sua vasta cultura, mormente sobre religião, a Igreja Católica e a defesa e pregação do Evangelho, muito tem-me sido útil e todos aprendemos com o senhor.

          • Caro Dr. Béja … quero aproveitar e fazer um APELO ao Senhor … Francisco Pedro tem dúvidas sobre Medjugorje (os bispos locais não reconhecem sobrenaturalidade e a Santa Sé ainda não discerniu).

            Acontece que Francisco Pedro em várias ocasiões afirmou que já estamos em Terceira Grande Guerra em Pedaços – afirmou que o Brasil vive momento triste … o senhor não conseguiria dele uma declaração que confortasse nosso Papá do Céu???

            São João Paulo II afirmou que, nas Profundidades Divinas, há sofrimento ao punir HomeMulher, como no dilúvio!!! !!! !!!

            Abraço salesiano de ontem, conforme a Auxiliadora.

          • Caro Dr. Béja … antes do Dilúvio, dizem as Escrituras, que “Noé, entretanto, encontrou graça aos olhos do Senhor”. (Gn 6,8) … … … creio que Francisco Pedro pode pedir por nós para que não se torne em Terceira Guerra Mundial … ele até decretou Ano de Misericórdia!!!

            Não é interferir em seu Pontificado … é só uma sugestão!!! abr.

  9. Senhor Lionço.

    Ontem, 24 de Maio, foi o Dia de Nossa Senhora Auxiliadora ( Maria Auxilium Christianorum). Tendo em meu poder a publicação “A Missa”, da Arquidiocese do Rio de Janeiro, fui à última página da publicação. E no espaço denominado “Leituras da Semana”, onde estão indicados quais as comemorações de cada dia (no caso, de 22/5 a 27/5, não constou o dia 24/5 como sendo o Dia de N.S.Auxiliadora. Omitiram. É como não existisse no calendário litúrgico tão importante data.

    Então enviei para o e-mail privativo do Cardeal Orani uma nota de protesto, com cópia para a editora que imprime o folheto, Editora Nossa Senhora da Paz.

    Até agora não recebi resposta. Este cardeal não é nada cortês nem muito menos simpático. É peso pesado. Não custaria — e era seu dever como Pastor — me enviar resposta. E resposta com pedido de desculpa pela grave omissão. Afinal, me identifiquei com fiel, como devoto de Maria Auxiliadora e roguei explicação.

  10. Lionço, tocaste em um assunto que me é caro: Comício da Central do Brasil em 13 de Maio de 1964: Talvez você não saiba como pouca gente, que as Leis Trabalhistas promulgadas por Getúlio Vargas foram inspiradas na Encíclica Papal “Rerum Novarum” de Leão XIII, de 15 de de Maio de 1891.Traçou o Sumo Pontífice um quadro fiel da angustiante situação, analisou as suas causas determinantes e apontou, com segurança e descortínio, os rumos pelos quais se salvaria a “nauque, aliás, tem mãos mais de um motor da administração pública; de outro lado a fraqueza na indigência, uma multidão com a alma ulcerada pelo sofrimento. (O Trabalhismo brasileiro de Getúlio, Jango e Brizola seguiu os ensinamentos de Leão XIII. Depois de 40 anos, foi reafirmado pelo Quadragéssimo Ano de Pio XI e depois pela Octagessíma Adeventens de Paulo VI. Continuando pelos tempos presentes e vindouros como eterno luzeiro da humanidade.( Não “ipsis literes”)

    • Aquino … Meu amigo … O senhor está certíssimo.

      Citei o Jango te provocando kkk é que a esquerda católica acharia que rezar Terço é coisa de direita, de conservador … No entanto, citei acima que, em Fátima, a Mãe de Jesus mandou os 3 pastorinhos aprenderem a LER.

      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *