Empreiteira corrupta exige R$ 20 trilhões de indenização

Empreiteira alega ter construído parte da obra com recursos próprios

Maria Clara Prates
Correio Braziliense

A Construtora Mendes Júnior Engenharia S/A, uma das empreiteiras envolvidas no escândalo da Petrobras, está cobrando da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) uma indenização de R$ 20 trilhões, em razão de prejuízos que teria acumulado durante a construção da Usina Hidrelétrica de Itaparica, na divisa de Pernambuco e Bahia, na década de 1980. A análise do direito à indenização estratosférica equivalente a quatro vezes o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil está nas mãos do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que adiou o julgamento do recurso da empreiteira, em razão de pedido de vista do ministro Benedito Gonçalves.

A cobrança ocorre justamente quando o Ministério Público e a Polícia Federal apuram um dos maiores escândalos de desvio de dinheiro do país, em volumes ainda indefinidos, já que se estende a pelo menos 12 anos. Entre os empreiteiros presos na sétima etapa da Operação Lava-Jato, está o vice-presidente da Mendes Júnior, Sérgio Cunha Mendes. Em depoimentos à Justiça, ele confessou ter pagado propina ao doleiro Alberto Youssef, considerado o operador do esquema pelos investigadores, e ainda ao ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Para isso, as obras contratadas com a estatal eram superfaturadas.

A Mendes Júnior Engenharia informou, por meio de nota, que apenas pleiteia a compensação porque construiu parte da usina com recursos próprios. “O direito ao ressarcimento deste desembolso foi reconhecido pela Justiça em 16/12/1992, em decisão transitada em julgado”, informa a nota. Segundo a empreiteira, sua única “pretensão é ser indenizada de acordo com decisão judicial e pelo valor a ser apurado pelo poder Judiciário.” Alega ainda que “espera que a lei seja cumprida, que haja respeito à coisa julgada e que a Justiça prevaleça.” E reafirma: “Caso isso não aconteça, a empresa continuará buscando seus direitos.”

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – A empreiteira Mendes Júnior é famosa pelo favorecimento que recebeu no regime militar. Agora, está envolvida no escândalo da Petrobras e exige na Justiça essa modesta indenização. E do jeito que funciona a Justiça brasileira, eesgraçadamente tudo é possível. (C.N.)

8 thoughts on “Empreiteira corrupta exige R$ 20 trilhões de indenização

  1. Sr. Newton, e continua oFestival de Explosões de Caixas Eletrônicos emsão Paulo…
    Essa avenida onde o Banco foi para os ares ébem perto onde vive o francês e sualinda familinha alckiminiaana, protegidos por muros altos, blindados, toda a parafernália de tecnologia desegurança para ele esua familinha linda, e com umadendo, dentro do Palácio tem um Batalhão daPolicia Militar, caso alguns “comedores de criancinhas” desejam adentrar a linda mansão do francês….
    A proposito Sr.Newton, até agora silêncio total no Palácio, nem um piu do des-governador, aquele que “sabe fazer”, “os maispreparados”, somoshonestos”, somos doPartido da Ética….

    http://tvuol.uol.com.br/video/sp-suspeitos-explodem-caixas-no-morumbi-04024D983764C4995326/

    • Caro Sr Armando
      Isto é o pleno emprego, e explodir caixas é multiplicador de empregos, mais produção de caixas, estruturas, alumínio, vidro, dinheiro, prestação de serviços…

  2. Por falar em empreiteiras e corrupção, ontem no Roda-Viva, o excelente jurista e professor de direito Modesto Carvalhosa mostrou com fatos precisos como o PT desrespeitou a legislação.
    E mais, mostrou como nos EUA se faz com as empresas contratadas pelo governo que é através do Performance Bond, em que não há nenhum contato entre os governantes com elas e sim com as seguradoras, que de boba não têm nada e a obra sai no prazo e com preço mais realista.
    Carvalhosa citou o exemplo da ferrovia norte-sul e a transposição do Rio S. Francisco como obras que jamais terminarão, pois pelos contratos e neles os aditivos que ocorrem durante a construção, a malandragem das empresas e dos políticos vão cavacando cada vez mais dinheiro do estado, evitando matar a boa e velha galinha dos ovos de ouro se concluírem a obra.

  3. A construtora deve cobrar do PT esses vinte trilhões que alega ser credora.
    O partido está com as burras tão cheias de dinheiro, que anda deixando cair por onde anda,
    Os petistas não encontram mais lugar para esconder o produto de seus roubos, então que pague à sua cúmplice em negócios escusos esta quantia que reivindica.
    É muita roubalheira, e descarada, deste pessoal desonesto e corrupto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *