Empreiteiras, tão enriquecedoras quanto bancos e seguradoras.

Na sexta-feira e no sábado, falava aqui sobre as obras para a Copa de 2014. E chamava a atenção para os preços (multiplicados) que seriam cobrados pelas “mesmas” empreiteiras de sempre, que dominam o mercado, há dezenas de anos.

Ontem, já apareciam as primeiras providências para a reforma (deve ser a quarta nos últimos 10 anos) do Maracanã. O trajeto é este, as nobres empreiteiras estão fartas de percorrer o caminho, sem encontrar o menor obstáculo.

São três, as exigências: 1 – Licitação. (Foram “habilitadas” OAS, Andrade Gutierrez, Odebrecht, nenhuma surpresa). 2 – Habilitações. (Desde econômicas e técnicas, nenhuma preocupação). 3 – A mais “suculenta”, comparação dos preços (guardados em envelopes fechados, Ha!Ha!Ha!)

***

PS – Depois dos bancos, seguradoras, telefônicas, mineradoras, não há nada mais “fascinante” do que empreiteira de obras, naturalmente públicas. Começam, (mas não terminam) na casa dos BILHÕES.

PS2 – Temos que reconhecer duas coisas. 1 – Essas empreiteiras adoram LICITAÇÃO. 2 – Têm uma concorrência a-m-a-b-i-l-í-s-s-i-m-a, não existe registro de uma delas entrar na Justiça contra outras.

PS3 – Por favor, não só os setores citados por mim são ENRIQUECEDORES. Toda a elite empresarial é beneficiada, sem riscos. Não deixem de incluir indústria automobilística, estaleiro, e tudo que se relaciona com petróleo.

PS4 – Vargas era chamado de “pai dos pobres e mãe dos ricos”. Dona Dilma garante, “a elite não precisa ficar assustada, não represento nenhum perigo”. Numa das raras vezes, não está mentindo,

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *