Empreiteiro envolve Lula no lobby da obra do Porto do Rio

Lula, quando era presidente, ao lado de Cabral, então governador do Rio, e do prefeito Eduardo Paes

Três patetas: Cabral, Lula e Paes fazem a festa e o FGTS paga

Estelita Hass Carazzai e Mario Cesar Carvalho
Folha

Um bilhete escrito pelo presidente de uma empreiteira relata o lobby feito para pôr de pé um negócio de R$ 8 bilhões, a revitalização da zona portuária do Rio de Janeiro. Léo Pinheiro, presidente da Construtora OAS, conta no texto de abril de 2007 que “o presidente da República e o governador não só tomaram conhecimento como já desencadearam ações de apoio ao projeto”. O presidente à época era Lula (PT), e o governador, Sérgio Cabral (PMDB).

O projeto, conhecido como Porto Maravilha, começou a ser executado em 2010 por um consórcio com OAS, Odebrecht e Carioca. Está previsto para ficar pronto em 2016.

O autor do bilhete foi preso no dia 14 pela Operação Lava Jato da Polícia Federal, sob acusação de pagar propina para obter contratos na Petrobras, o que seus advogados negam. Mais três executivos da OAS estão presos.

Entre outras ações que o presidente teria desencadeado, o executivo da OAS diz que o Ministério das Cidades coordenaria a participação do governo federal e de bancos públicos. Isso de fato ocorreu.

DINHEIRO DO FGTS

A coordenação era importante porque a revitalização envolve uma série de órgãos federais, como a SPU (Secretaria do Patrimônio da União), responsável pelos terrenos do governo. O bilhete relata ainda que o governo do Estado apoiaria a revitalização da área, o que também ocorreu.

O ingresso da Caixa Econômica Federal no projeto, por determinação de Lula, foi fundamental para desatar um dos nós da revitalização: a prefeitura não tinha os recursos para revitalizar o porto.

A Caixa desfez o nó ao se dispor a comprar com recursos do FGTS todos os títulos imobiliários da região, emitidos pela Prefeitura do Rio.

Esses títulos permitem que construtoras levantem prédios com mais andares do que aqueles previstos pela lei. É como se a construtora comprasse o espaço no ar para fazer mais prédios mais altos do que se permite e pagasse ao poder público por isso.

CAIXA FINANCIOU TUDO

Como a Caixa se dispôs a comprar todos os títulos de uma vez, a prefeitura não precisou ficar negociando caso a caso, o que poderia levar anos para levantar os R$ 8 bilhões necessários ao projeto. Por vias indiretas, a Caixa acabou se tornando a principal financiadora da obra.

O texto diz que a OAS estava elaborando o melhor modelo de negócio e sugere que a Companhia Docas do Rio, que administra o porto, precisaria de “novo presidente, com perfil apropriado para gestão da revitalização”.

A troca de presidente não ocorreu, mas em setembro de 2013 a presidente Dilma Rousseff autorizou que a prefeitura do Rio desapropriasse vários imóveis da região que eram da Companhia Docas.

O bilhete foi encontrado na casa do presidente da OAS numa caixa de papelão com a inscrição “Dr. Léo”, guardada no closet do empreiteiro.

 

7 thoughts on “Empreiteiro envolve Lula no lobby da obra do Porto do Rio

  1. Gostaria dos senhores Sérgio Cabral e o Eduardo Paes, que me informassem onde foram parar as cinco vigas com 20 toneladas, cada uma, fabricadas em Aço Corten, que foram removidas da estrutura da Avenida Perimetral e iriam ser reutilizadas no Elevado do Joá.

    Leiam para mais detalhes:
    “Um ano após roubo, transporte de vigas da Perimetral fica mais rigoroso”
    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/10/um-ano-apos-roubo-transporte-de-vigas-da-perimetral-fica-mais-rigoroso.html

    Obs: Aço patinável, também conhecido pelas marcas Corten, Cor-Ten, Cosacor ou Niocor é um tipo de aço que em sua composição contem elementos que melhoram suas propriedades anticorrosivas. Este tipo de aço é muito utilizado na construção civil, apresenta em média 3 vezes mais resistência à corrosão que o aço comum.

    Uma de suas principais características é a camada de óxido de cor avermelhada que se forma quando ocorre a exposição do aço aos agentes corrosivos do ambiente.

    A partir do lançamento do Corten até os dias de hoje, desenvolveram-se outros tipos de aços com características semelhantes, que constituem a família dos aços conhecidos como patináveis.

    Uma de suas principais características do aço patinável, é que sob certas condições ambientais de exposição aos agentes corrosivos, este tipo de aço pode desenvolver uma película de óxido de cor avermelhada aderente e protetora, chamada de pátina, que atua reduzindo a velocidade do ataque dos agentes corrosivos presentes no meio ambiente.

    Além de dispensar a pintura em certos ambientes, os aços patináveis possuem uma resistência mecânica maior que a dos aços estruturais comuns.

    Esta vantagem é melhor observada em ambientes extremamente agressivos, como regiões de orla marítima e também regiões que apresentam grande poluição de dióxido de enxofre. Em ambas situações, os aços patináveis apresentam uma proteção superior àquela inerente aos aços comuns.

    • Quanto as vigas eu não sei, mas a marchinha de carnaval ganhadora do concurso da Fundição Progresso foi sobre elas. Termina assim: Prefeito uma coisa me intriga/ onde o Sr. enfiou aquela viga .

  2. É obrigatória, para as pessoas de bem, a leitura da reportagem do jornal O Globo de hoje sobre o banditismo petista na Bancoop. Apesar de ter comprado o seu apartamento Triplex no Guaruja em 2006, o Lula já recebeu o seu mimo, enquanto vários mutuários que adquiriram os seus imóveis em 2001 estarem a ver navios. Na declaração de rendas de 2006, Lula declarou ter pago um pouco mais de R$ 47 mil por esse mimo de 296 metros quadrado de frente para o mar. Fora o triplex do Lula, há vários cumpanherus com imóveis da Bancoop já entregues, o seu ex segurança e atual funcionário da Petrobras Spnoza, o Bargas e pasmem até a filha da Rose tem um ap. na Mooca. Leitura imperdível.

  3. É impressionante como estes caras estão saindo pela culatra, o MP não manda investigar estes timoneiros de merda, sai na folha de SP que Lula comprou um triplex no Guarujá, vi que ser presidente da república fica rico neste país, é muito inexplicável como os políticos no Brasil ficam ricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *