Enfim é iniciada a ação contra o cartel do Metrô paulista

Mateus Coutinho e Fausto Macedo
Estadão

A Justiça de São Paulo acatou na última sexta-feira, 19, denúncia contra seis executivos das empresas Alstom, Temoinsa, Tejofran e MPE acusados de fraudar as licitações de modernização e reforma de 51 trens da Linhas 1- Azul e 47 trens da Linha 3- Vermelha do Metrô nos anos de 2008 e 2009, durante a gestão José Serra (PSDB) no governo de São Paulo.

Com o valor inicial estipulado pelo Metrô de R$ 1,5 bilhão, as licitações foram vencidas pelo valor de R$ 1,7 bilhão. “A documentação acostada aos autos, fruto de longa investigação levada a efeito pelo Ministério Público, traz indícios da ocorrência dos ilícitos penais descritos na denúncia, assim como revela o envolvimento, em tese, dos réus nos fatos criminosos sob apuração”, afirma a juíza Cynthia Maria Sabino Bezerra da Silva, da 8ª Vara Criminal da Barra Funda.

Os réus Cesar Ponce de Leon (Alstom), Wilson Daré (Temoinsa), Maurício Memória (Temoinsa), David Lopes (Temoinsa) Telmo Giolito Porto (Tejofran) e Adagir Abreu (MPE) vão responder por crimes contra a ordem econômica e contra a administração pública. Eles são acusados de fixação de preços, direcionamento das licitações, divisão de mercado, supressão de propostas (concorrentes que apresentavam propostas não competitivas) e rodízio (alternavam entre eles quem seriam os vencedores dos certames).

OUTROS ENVOLVIDOS

Além destes executivos, o Ministério Público de São Paulo afirma que outros empresários da Bombardier Transportation Brasil Ltda, T’Trans – Sistemas de Transportes S.A., Alstom Brasil Energia e Transporte Ltda, IESA – Projetos, Equipamentos e Montagens S.A. e Siemens Ltda também participaram do conluio, mas ainda não foram identificados pelo órgão.

No despacho, a magistrada negou o pedido de prisão preventiva do executivo Cesar Ponce de Leon, que integrou no Brasil a direção da multinacional francesa Alstom Transport. “O fato de estar o réu em local desconhecido do órgão acusatório não equivale a dizer que esteja em lugar incerto e não sabido, o que somente poderá ser aferido após a tentativa de citação, caso não seja o denunciado encontrado no endereço fornecido nos autos pela sua Defesa”, assinala a juíza no despacho.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Em matéria de corrupção, o cartel dos tucanos é semelhante ao dos petistas. Em São Paulo, como só houve a proposta do Consórcio BT para o lote um (Linha 1- Azul), o Metrô refez a licitação em 2009 e dividiu este lote em 1A (25 trens) e 1B (26 trens), para os quais foram formados dois novos consórcios: o Consórcio Modertrem (Alstom e Siemens) e o consórcio BTT (Bombardier, Tejofran e Temoinsa). Com esse jeitinho tucano, todas as empresas do cartel foram contempladas nas licitações. E do jeito que anda a Justiça paulista, todas as possíveis penas vão acabar prescrevendo. (C.N.)

12 thoughts on “Enfim é iniciada a ação contra o cartel do Metrô paulista

  1. Será mesmo que é igual, sr. Newton? Parece que até pelo volume de dinheiro a diferença é grande, sem se falar que os “pedidos” pela Justiça são todos executivos de empresas. Porém, não sou eu que vou pôr a mão no fogo por ninguém. Se praticaram crime, que sejam punidos.

  2. Aqui no Rio de Janeiro o MP nunca procurou saber sobre as compras de trens para o metrô, pelo que vejo não há esta fiscalização como em São Paulo.

  3. Martim Berto Fuchs, aqui os corruptos iriam para Tremembé, penitenciária no Vale do Paraíba que teve uma ala totalmente reformada, para a hipótese de receber os mensaleiros condenados. Que já estão na rua.

    • Obrigado Mara.
      Tenho comigo que ladrões do dinheiro público sempre houve e sempre haverá, até no Japão.
      A diferença é que lá quando pegam o cara com a “mão na massa”, prendem, e na cadeia o cara não apela para os padrinhos para sair rindo de nós, bobos de sempre: se enforca, de vergonha do seu ato. O resultado aparece no padrão de vida da população.
      No Brasil, o ladrão, pela impunidade que ele mesmo vota à seu favor no Congresso Lamaçal, passeia livremente pelas passarelas da política. O resultado aparece no padrão de vida da população.

      • Os senhores viram nos Estados Unidos?
        Lá diferenciam idoso de “velho ladrão” e estes, mesmo com os cabelos brancos e dentadura, vão para a cadeia! Por aqui sobram motivos legais para que fiquem impunes.

  4. E do jeito que anda a Justiça paulista, todas as possíveis penas vão acabar prescrevendo. (C.N).
    Sr. Newton, concordo plenamente comoSr. emse tratando da Justiça Paulista, o Planeta inteiro sabemuito bem que a Justiça tem um enorme apreço pelos Politicos , tanto assim que até hoje o quércia nunca sofreuuma simples ida a cadeia, roubou tanto que seus entes queridos estão em briga pela fortuna-corrupta deixado pelo politico ladrão
    Há outros casos mais escabrosos de politicos que se dão bem em SP.
    Agora nossa justiça está aliada com o partidão que está no PHODER hpá30 anos, aquela carta de vinhos, champagne , caviar e um bom papo em vários idiomas lá no Apartamento da Avenue Foch em Paris não há Juiz ou Desembargador que resista.., o anfritião do Ap, sabe como ninguém como bajular os “seus”……lógico com dinheiro roubado do povo brasileiro.
    Já é um começo, para desespero da Patrulhinha Franco-Tucana-Suiça e da Tropa de Choque Efeagaciana, a imagem de Santos, honestos, Guardiões da Moral da Ética foi para as cucuias.
    Os franco-tucanos-suiços são igualmente ao seu irmão siamês, CORRUPTOS de mão cheia.
    Então vamos aguardar se o MInisterio Público coloca algum francês de penas de faisão no Cadeião de Pinheiros………

    • PS. A sorte Sr.Newton é q ue esses velhacos ladrões corruptos do dinheiro publico paulista e do Brasil (covas,serra,fhc,aloisio,gerardo,anibal,goldman, anibal)., não cometem esses “pequenos bilhões de “deslizes” lá com meu novo time do Bureau (FBI)., porque lá na Matrix o buraco da bala é mais embaixo, mesmo com 80 anos de idade estavam todos na cadeia e total devolução do dinheiro roubado…….
      /que o diga o corruptola jose marin……eh!eh”!eh

  5. Sr.Newton e demais comentaristas, com um, congresso podre, cuja maioria, deveria estar a ver o sol nascer quadrado, vamos continuar a ser roubados, pois eles fazem as LEIS que os protegem.
    ROUBO DO COFRE PÚBLICO, NÃO DEVERIA TER PRESCRIÇÃO, O VALOR ROUBADO, TERIA QUE RETORNAR AO COFRE, A SRª JUSTIÇA, TAMBÉM ESTÁ PODRE.
    Cito a cidade em que sobrevivo, em 2012, prenderam prefeito e vereadores pelo roubo de 48 milhões, uma cidade pobre à época com 33 mil habitantes, três meses depois, todos na rua, 2017 cai na prescrição, e alguns ladrões, querem vir candidato em 2016, culpado são os ladrões, NÃO, é o eleitor que vende ser voto de alguma forma, neles, sabem ficar reclamando do “CAOS” na saúde, na educação, etc., mas não assumem, sua culpa eleitoral. Portanto cada um tem o que merece”.
    OREMOS À DEUS PELO JUIZ MORO E EQUIPES PF E MPF, PARA QUE CONSIGAM LAVAR A PODRIDÃO QUE ROLA A CADA DIA, E SIRVA DE EXEMPLO, DE DIGNIDADE CIDADÃ E JURIDICA, PARA HOJE E PARA O FUTURO DESSE PAIS, TÃO VILIPENDIANDO, PELOS 3 PODRES PODERES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *