Enquanto Ibope e Datafolha convergem, Bolsonaro diverge de Paulo Guedes

Resultado de imagem para paulo guedes

Paulo Guedes criou uma confusão tributária

Pedro do Coutto

Na quase totalidade dos índices, o Datafolha diverge do Ibope apenas em relação a Ciro Gomes. As duas pesquisas convergem quando colocam Jair Bolsonaro e Fernando Haddad nas duas primeiras posições. Convergem igualmente quando colocam Ciro Gomes em terceiro. Entretanto discordam quanto o percentual atribuído ao ex-governador do Ceará. O Ibope o coloca com 11 e o Datafolha com 13 pontos. O Ibope acentua que o terceiro posto reúne também Geraldo Alckmin. O Datafolha não. Registra uma diferença de dois pontos de Ciro Gomes sobre o candidato tucano. O panorama das duas pesquisas é o mesmo, mas vamos ver se nas próximas pesquisas permanecem nas mesmas proporções as três primeiras colocações.

Enquanto isso, Jair Bolsonaro discordou amplamente de Paulo Guedes quando o economista anunciou a criação de um imposto único na base da antiga CPMF que elevaria a carga tributária do país. 

REINA A CONFUSÃO – Reportagem de O Globo, edição de ontem, destaca a confusão que Paulo Guedes causou na campanha de Bolsonaro. Foi chamada de primeira página também em O Estado de São Paulo, com base em reportagem de Tânia Monteiro e Leonardo Sato. Esta confusão deve acarretar reflexos em todo o país até que Bolsonaro dirija sua divergência de forma mais intensa. Ela se encontra desde quinta-feira nas redes sociais da Internet. Calculo que hoje seja matéria para os principais jornais do país.

O episódio, mais uma vez, ressalta o fato de que o poder não se transfere ou dá motivo para o enfraquecimento de governos e candidatos. O poder também não se divide, afirmação hoje histórica de Juscelino Kubitschek. Toda vez que a delegação de ideias ocorre, surgem contradições inevitáveis.

DISCORDÂNCIA – Paulo Guedes ocupou por 24 horas o espaço que cabe a Jair Bolsonaro. Paulo Guedes, destacado por Bolsonaro, inflou demais sua participação e adiantou uma ideia tributária, que, pelo visto não é da concordância do candidato do PSL.

Pois se fosse da concordância de Bolsonaro, este não teria desautorizado a colocação do economista-chefe de sua campanha. De tanto transferir a matéria econômica para alçada de Paulo Guedes, o Economista cresceu de importância e passou, no fundo, a tentar dividir o espaço do candidato a presidência com seu próprio espaço na assessoria. Foi uma espécie de hipnose que o atingiu, atingindo mais ainda o programa colocado por Bolsonaro junto ao eleitorado brasileiro.

ACIDENTE – Assim acontecem acidentes de peso nas jornadas eleitorais para a presidência do país. O efeito foi ruim, porém não creio que vá acarretar uma perda de votos para Bolsonaro. Os eleitores do candidato do PSL estão fechados com ele.

O tema em discussão, daqui para frente é sobre quem chegará ao segundo lugar, transferindo o resultado das eleições para 28 de outubro.

16 thoughts on “Enquanto Ibope e Datafolha convergem, Bolsonaro diverge de Paulo Guedes

  1. Paulo Guedes desmascara Fake News da grande mídia
    20/09/2018 às 21:07
    A grande mídia, notadamente o jornal Folha de S.Paulo, deturpou uma declaração do economista Paulo Guedes e conseguiu preparar um sórdido Fake News para o candidato Jair Bolsonaro, envolvendo a questão de um eventual retorno da CPMF.
    Paulo Guedes, apontado como eventual ministro da Fazenda de um futuro governo do candidato do PSL, num encontro com investidores sugeriu substituir impostos federais por um único tributo, com objetivo de reduzir a carga tributária.
    Mônica Bergamo, jornalista da Folha, distorceu a declaração do economista e divulgou que a pretensão era o retorno da CPMF, dando a entender que a intenção revelada seria o aumento da carga tributária, com a criação de mais um imposto. Uma mentira deslavada e repleta de má fé.
    O guru de Bolsonaro na área econômica disse o seguinte sobre o assunto:
    “Não é a CPMF. A primeira diferença é que a CPMF é um imposto a mais. (A nossa proposta) seria um imposto único. Não é aumento de imposto de jeito nenhum, é uma simplificação (tributária) brutal. Estamos examinando pegar quatro, cinco, seis impostos e criar um imposto único federal. Não faz o menor sentido aumentar impostos, criar uma CPMF. Não foi isso que foi falado.”
    Inúmeras pessoas do mercado financeiro, que participaram da reunião, confirmaram o desmentido de Paulo Guedes e o Fake News da jornalista.
    Percebe-se, lamentavelmente, que a grande mídia trabalha de maneira incansável e descarada pela manutenção do ‘mecanismo’.
    da Redação
    https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/11483/paulo-guedes-desmascara-fake-news-da-grande-midia

    • Compraram uma Copa do Mundo, Olimpíadas, parte da ONU. A Folha é reduto esquerdista. Tire suas conclusões. É fato e todos sabem que no Brasil, o pessoal da política é quem bate mais pesado.

    • Caro Dr. Belem, o falecido Alvaro Vale, do PL, tinha uma proposta de imposto único, para acabar com a parafernália de impostos, que proporciona ao grande poder econômico, sonegar e os bandidos hediondos da caneta, roubar o cofre, neste últimos 15 anos, se somados União, Estados, Municípios passam a casa do trilhão. Dinheiro público administrado com honestidade há, mas o que temos: corruptos sob um capa de imunidades, proporcionada, por uma Constituição estuprada e vilipendiada com 106 emendas de auto proteção, a isso chamam República Democrática, que se transformou em “Republiqueta democradura”, A chamada grande Mídia Nacional, o sistema Globo, está traindo a Pátria, com sua hipocrisia.
      To com Rui Barbosa: Tenho Vergonha de mim em ser honesto, chegar aos 89 anos, e ver a podridão nos 3 poderes, um Presidente do STF, reprovado 2 vezes para Juiz , soltador de ladrões condenados a mais de 30 anos, José Dirceu, não nos deixa mentir, é o fim da picada.Rui Barbosa, sua Prece a Deus, é o rogo e grito do homem honesto. Rogo a DEUS, sua Misericórdia para o Brasil e Humanidade, desgarrada do Amor fraterno, que gasta bilhões em armas, se gastos, no bem, não triamos milhões de miseráveis, que lhe falta tudo, de seus Direitos Humanos.
      A 2018 anos recebemos o “Espírito Cristo, que chamou-se Jesus” que nos deu o Código da Vida, o Evangelho, o assinamos, seu último: Pai: perdoa, eles não sabem o que fazem, continuamos a não saber, deturpamos sua Doutrina de Amor, fazendo uma banca de negócios, com as seitas religiosas. O Cristo, nos deixou um alerta: “A cada um , segundo suas obras” e “Pagarás até o último ceitil”, para nossas Almas imortal, em razão do Livre arbítrio, e termos o Tribunal Divino em nós: A Consciência, a vida na matéria é passageira, e dela, só levamos o Bem, o Mal, e o Bem que deixamos que fazer. A Dor que grassa no Mundo, é fruto nosso. Que Deus-Pai, abençoe nossa Humanidade.

      • Caro leitor e comentarista Theó Fernandes,
        Espero também chegar aos seus salutares 89 anos de vida.
        A indignação do prezado leitor também é da grande maioria do povo brasileiro que produz e recolhe os tributos que incidem sobre a sua atividade econômica, pois queremos viver em paz e com prosperidade.
        Saúde e paz.

  2. “Foi uma espécie de hipnose que o atingiu, atingindo mais ainda o programa colocado por Bolsonaro junto ao eleitorado brasileiro.”> achtung: Hipnos ou Hypnos (em grego: Ὕπνος, transl.: Hypnos, lit. “sono”), é o deus do sono na mitologia grega.
    Thanatos (em grego: Θάνατος, transl.: Thánatos, lit. “morte”), na mitologia grega, era a personificação da morte…são irmãos gêmeos…

  3. Este é o país administrado trinta anos por esquerdistas:

    “A governadora de Roraima Suely Campos (PP) viajou nesta quinta-feira (20) à Venezuela para uma reunião com o presidente do país Nicolás Maduro. A informação sobre a viagem de Suely foi publicada no Diário Oficial em mensagem governamental enviada para a Assembleia Legislativa de Roraima.

    Segundo o texto, ela se reúne com Maduro para falar sobre questões energéticas referentes ao Linhão de Guri. De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo, um dos assuntos que devem ser abordados por Suely Campos é a manutenção do Linhão pela Eletrobras. O suporte pode garantir a qualidade da transmissão energética ao estado.”

    -Se você acha que está bom um estado promissor ser transformado em jardim zoológico e reserva indígena com as pessoas dentro, ate chegar ao ponto de precisar importar energia elétrica de outro país, vote nos mesmos!

  4. Pois é…

    Se tudo o que não presta neste país, se tudo o que é bandido, corrupto e criminoso está contra ele, OSTENSIVAMENTE e DESCARADAMENTE, então deve ser porque ele pode prestar.
    -Afinal, não eram os brasileiros que viviam reclamando por alguma chance de mudança?

    -E então?
    -VAMOS CONTRARIAR o Sarney, o Barbalho, o Cacciola, o Marcola, o Lewandowski, os Irmãos Marinho, o Joesley, o Lula, a Maria do Rosário, o Roberto Jefferson, o Jucá, o Toffoli e até mesmo o Fernando Henrique Cardoso?
    -Ou iremos votar com eles?

  5. Sr. Amaury Belém, não tente explicar batom na

    cueca, além da “nova” CPMF ele quer, imaginem

    isso: acabar com a contribuição patronal de 20%

    a Previdência Social, caso isso ocorra acaba a

    previdência e também quer colocar a mesma

    alíquota do IR para todos, quem ganha 50 mil

    terá a mesma alíquota de quem ganha 3 mil.

    Isso é uma piada de mau gosto.

  6. Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a

    flecha lançada, a palavra pronunciada e a

    oportunidade perdida.

    Perdeu uma grande oportunidade de ficar calado.

  7. IBOPE E DATAFOLHA CONVERGEM NO QUÊ MESMO?

    Cuidado com essas pesquisas! ‘Esses institutos se tornaram instrumentos de manipulação política do conservadorismo’, já advertia Leonel Brizola há décadas. A pesquisa Datafolha que repõe Ciro Gomes no ‘empate técnico’ (ambiente propício à fraude) com Haddad não é abrangente, como devia, pois o estado de Pernambuco não espelha todo o Nordeste. O pedetista está ligeiramente à frente do petista na região, como atestam outras sondagens tanto gerais e quanto internas. http://www.facebook.com/photo.php?fbid=2144438585772401

    IBOPE FRAUDULENTO: Autor dos editoriais de O Globo, Merval Pereira gagueja tentando entender (ou explicar) os diferentes percentuais entre Datafolha e Ibope em face da indiscutível viabilidade de Ciro Gomes chegar no segundo turno. Confiram no vídeo https://youtu.be/xjTLLBmFglk

    (Reflitam sobre os números desses institutos de indução pública: Ibope Haddad 19% x Ciro 11%; Datafolha Haddad 16% x Ciro 13%)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *