Enquanto o falso Messias tripudia sobre a tragédia alheia, um anjo chamado Lili renasce no Natal

A charge de Luff mostra como Bolsonaro é visto na Alemanha

Vicente Limongi Netto

Perdão, mas não posso deixar de me indignar com tanta hipocrisia, covardia e incompetência. O apalermado Messias de plástico continua debochando dos brasileiros e tripudiando em cima das normas de saúde. Desta vez, indagado sobre o atraso da vacina no Brasil, o antimáscara praguejou: “Não dou bola pra isso”.

Por sua vez, dezenas de países já começaram a vacinar a população. O Brasil segue comandando o atraso. Saudaremos o Ano Novo humilhados aos olhos do mundo, pela incompetência do irrecuperável “mito” das trevas.

A VITÓRIA DE LILI – Enquanto o falso Messias desprezava a desgraça alheia, que levou para o túmulo até a avó de sua mulher, em Belo Horizonte o anjo Lili voltava para casa, na véspera de Natal. Com 101 anos de idade, Maria Auxiliadora Melo de Aguilar, a Lili, como gosta de ser chamada, venceu o coronavírus.

Mostrou ser fortaleza de ternura, paz, esperança e amor.  Aplaudida, deitada na maca, com gorro de Mamãe-Noel na cabeça e boneca no peito, dona Lili recebeu alta, após passar 2 dias  hospitalizada em BH.

“Melhor presente de Natal, mais do que imaginei”, comemorou aliviada sua filha Naneth Aguilar.

A MORTE DA JUÍZA – Inacreditável e surreal: precisou uma juíza ser assassinada pelo ex-marido, na frente das filhas, para finalmente a atitude covarde e brutal que se alastra pelo país merecer o repúdio e a indignação de vozes poderosas do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça.

Como mais nada causa estranheza e perplexidade no louco, hipócrita e perverso Brasil, é provável que membros do Legislativo e do Executivo também exibam colossal repudio contra o feminícidio, caso ocorra semelhante tragédia com alguém de suas famílias, é claro. Francamente. Oremos.

6 thoughts on “Enquanto o falso Messias tripudia sobre a tragédia alheia, um anjo chamado Lili renasce no Natal

  1. Pois é, e quantos colunistas aqui da TI são formadores de opiniáo e ajudaram muito no golpe de 2016?
    Antes de colocar a culpa no impessoal, é bom fazer um exame de consciência.

  2. Vicente Limonge.
    Vivemos um momento de intensa loucura,
    no seio da sociedadee brasileira. Já éramos loucos, conforme Élio Gaspare escreveu nesse domingo, sobre as últimas palavras do imperador Dom Pedro II, sendo humilhado, deposto e desterrado ” vocês são uns doidos”.
    Antes dessa tragédia com a juíza, perpetrada por um covarde sanguinário, o STF pela segunda turma julgaria favorável a excludente de ilicitude em caso crimes de maridos e namorados sob violenta emoção, exemplo do assassinato de Angela Dinis executado pelo playboy Doca Streat.
    Depois dessa morte brutal envolvendo um membro do Judiciário, quero ver se terão a coragem de flexibilizar.
    Os machos desse país, devem aprender, que não são donos da verdade e nem da vida de ninguém.
    O correto seria uma decisão na linha de mais rigor, por exemplo: Feminicidio: crime inafiançável. Pena – 30 anos em Regime Fechado.
    Não tem essa de progressão de pena, coisa nenhuma.
    Aí, quem se habilita a matar por motivo torpe?
    Mas, como somos loucos mesmo, não nutro nenhuma esperança nessa linha.

  3. Ronaldo, Data Vênia.
    Errar é humano. Persistir no erro é burrice.
    O impeachment de Dilma foi a conjunção de múltiplos interesses da classe política e empresarial. No Congresso, a presidente contrariou interesses da cúpula do PMDB. Então, o vice Temer, Moreira Franco, Henrique Alves e Eduardo Cunha armaram a teia contra ela, levando o PT junto. Só não esperavam aquela gravação do Temer no palácio, que destruiu o restante do governo do PMDB.
    A Lei da Delação Premiada, promulgada pela Dilma, que começou a colocar políticos na cadeia, também foi fator preponderante na queda.
    O líder de Temer no Senado, Romero Jucá, foi pego numa gravação telefônica com os seguintes dizeres:
    ” Precisamos estancar essa sangria”.
    Baleia Rossi, o atual presidente do MDB, que votou SIM pelo impeachment, agora pede votos do PT para sua candidatura a presidente da Câmara contra Arthur Lyra, apoiado por Bolsonaro. Coisas da vida.
    São tantas lições e emoções, pena que não aprendem. Cometem sempre os mesmos erros e nós pagando por eles.

  4. Quanto a Dona Lili Aguiar, que o exemplo de resistência dela seja uma força A Guiar os brasilros, no enfrentamento à Covid-19. No Brasil, a Pandemia tem sido mais eficiente na arte de matar, porque está sob o comando de um caudilho pensante, detentor de tirocínio militar.
    Da morte da juíza! Todo problema só é fácil a quem está de fora. Para as pessoas que já se confrontaram, na justiça, tendo como a contraparte uma protegida ou autoprotegida, o senso de avaliação seria diferente. Eu já sentir isso na pele, durante a minha primeira separação. A vontade que dá mesmo é de trucidar alguém. Não com essa impericia animalesca, no episódio, em análise. Hoje a engenharia do crime oferece possibilidades mais sofisticadas e tácitas.
    Este caso de Pernambuco, quando um promotor se valeu da função, para favorecer um familiar seu, em detrimento dos direitos do legítimo proprietário dum patrimônio, isto ilustra bem a minha abordagem.

    https://amarribo.org.br/promotor-de-justica-e-assassinado-com-20-tiros/

  5. Quem trabalhou em jornal e varou a madrugada para fechar a edição, sabe que escrever títulos de matérias é tarefa para craques. É preciso ser profissional calejado, rápido de raciocínio, ter sensibilidade nas veias. Os títulos atraem o leitor, valorizam a matéria. Portanto, mais uma vez Carlos Newton mostrou ser do ramo, dando texto luminoso ao meu despretensioso artigo.
    Agradeço, nessa linha, aos colegas do blog que se manifestaram. saúde, luz e vacinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *