Era só o que faltava: executivos da Odebrecht querem preservar suas imagens…

Imagem relacionada

Ilustração reproduzida do Arquivo Google

Deu no Correio Braziliense
(Agência Estado)

Advogados de executivos da Odebrecht se movimentam para evitar que os vídeos em que os delatores prestam depoimento ao Ministério Público Federal sejam divulgados à imprensa. Há receio por parte dos defensores de que os ex-funcionários da empreiteira baiana sejam reconhecidos e sofram represálias.  Nos depoimentos, os delatores narraram esquemas de corrupção que envolvem caciques políticos de diversas esferas – federal, estadual e municipal – e partidos. A iniciativa será tomada individualmente pela defesa de cada delator uma vez que a decisão não partiu da empresa.

Nesta quinta-feira (9/3), ao menos 16 petições sigilosas sobre o tema foram protocoladas no sistema do Supremo Tribunal Federal (STF). Na prática, para evitar a divulgação das imagens, o advogado de cada um dos delatores deve protocolar um pedido formal na corte. Os pedidos serão analisados pelo ministro Edson Fachin.

Os defensores não pretendem barrar a publicidade do conteúdo dos acordos, mas vão pedir para que seja evitada a exposição dos executivos por meio dos vídeos. A reportagem apurou que os defensores argumentam que a Lei de Organização Criminosa (12 850) prevê em seu artigo 5º que o colaborador tem direito a ter nome, qualificação, imagem e demais informações pessoais preservados.

Os advogados esperam que o ministro siga o exemplo do que foi feito com os delatores da Andrade Gutierrez, cujos depoimentos em vídeo ainda estão sob sigilo na corte. Outro exemplo citado é o do juiz Sergio Moro, que, em audiências com delatores, tem atendido ao pedido das defesas para gravar e divulgar apenas os áudios dos depoimentos.

A mobilização de advogados teve início após a divulgação de informações de que o procurador Janot entregará ao Supremo os pedidos de abertura de inquérito nesta segunda-feira.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Era só o que faltava. Pilantras de elite, altamente remunerados mediante desvio de recursos públicos, agora querem exigir privacidade. Deveriam ter seus retratos e seus nomes afixados nos postes, para o povo conferir, como se fazia antigamente com o resultado do jogo do bicho. (C.N.)

5 thoughts on “Era só o que faltava: executivos da Odebrecht querem preservar suas imagens…

  1. É óbvio que vão conseguir, o stf dá uma ajuda. Eles têm uma mercadoria que deve ser adorada não só por políticos, mas pelo Judiciário. Agora se o cara roubar ovo no supermercado aí meu irmão, são 5 anos de cadeia sem direito a recorrer. Que país é este?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *