Ernesto Araújo justifica isolamento do Brasil e diz que “se falar em liberdade nos faz pária, que sejamos”

Araújo criticou a atuação do Itamaraty em governos anteriores

Emilly Behnke
Estadão

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, destacou nesta quinta-feira, dia 22, que a defesa da liberdade é o diferencial da política externa brasileira na atual gestão, mesmo que isso signifique que o País se torne um “pária internacional”. Em evento de formatura de novos diplomatas, Araújo criticou a atuação do Itamaraty em governos anteriores e justificou que a nova abordagem internacional do País tem conseguido resultados.

“Sim, o Brasil hoje fala de liberdade através do mundo. Se isso faz de nós um pária internacional, então que sejamos esse pária. (…) Esse pária não tem seu nome em nenhuma planilha, não fez negociatas para promover partidos amigos em outros países, não pertenceu ao conselho de nenhuma grande construtora exportadora de propina”, declarou.

“LIBERTAÇÃO” – O chanceler afirmou que antes do governo Bolsonaro o Itamaraty se caracterizava por seguir “conceitos ultrapassados, superficiais, satisfeito com a própria fama” e que agora passa por uma “libertação”. Para os novos formandos do Instituto Rio Branco, o ministro disse que Itamaraty hoje se “renova”.

O ministro fez críticas duras relacionadas à gestões anteriores e a forma como os trabalhos do Itamaraty eram conduzidos. “O Itamaraty ficou muito tempo dentro de si mesmo, cantando glórias passadas, lustrando troféus antigos e esquecendo-se de jogar o campeonato deste ano”, comentou. Ele citou o discurso do presidente Jair Bolsonaro na ocasião de sua eleição para reforçar a nova abertura do Itamaraty.

“O presidente Jair Bolsonaro, então recém-eleito proclamava: ‘vamos liberar o Itamaraty’. E era disso que nós precisávamos: libertação”, disse. Em reforço ao governo, Araújo destacou que o “poder oligárquico pela primeira vez está ameaçado”.

“FILHOS DO CINISMO” – Em críticas aos governos petistas, o ministro afirmou que a partir de 2002 a “esquerda e oligarquia se encontraram e descobriram que eram irmãos há muito tempo estranhados, ambos filhos do cinismo e da sede de poder, que abraçaram-se e puseram-se a roubar do povo brasileiro”.

O chanceler rebateu ainda o rótulo de que há um grupo ideológico no governo do qual seria parte. “Aqueles que nos acusam de ideológicos são aqueles que ideologizam toda a realidade, toda a vida, para concentrar poderes”, disse.

O ministro também destacou, como exemplo da abertura do Itamaraty a partir nova gestão, acordos de importância econômica feitos com União Europeia e Estados Unidos e parcerias com países de “alta tecnologia”, além de aumento das exportações para o mundo árabe e a China.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGBolsonaro e boa parte de sua equipe ao discursarem parecem falar de um outro país, sobre o qual recriam narrativas e inventam realidades que não existem por aqui. Na contramão de inúmeras demandas, Araújo tenta maquiar o isolamento provocado pelo governo federal  e associar o nome de Bolsonaro à liberdade da democracia. Quis mais uma vez entubar um cenário quadrado para descer redondo. Quando deixarem os seus cargos, ministros e presidente, certamente poderão se dedicar à autoria de novelas ou roteiros para o Zorra Total. Só tem piadista nesse governo. (Marcelo Copelli)

15 thoughts on “Ernesto Araújo justifica isolamento do Brasil e diz que “se falar em liberdade nos faz pária, que sejamos”

  1. Ernesto Araújo, excelente escolha para o MRE.

    O Brasil esta tão isolado quanto EUA, Israel, Austrália, Hungria, Polônia…

  2. Ao Ernesto Araújo, eu recomendaria a ele repetir o hábito salutar do patrono da sua Pasta,
    José Maria da Silva Paranhos Júnior ou Barão do Rio Branco, que nos últimos meses de vida fumava 200 cigarros diariamente.
    Ah, fala sério! Agora, nos governos petistas, o Brasil malbaratou a sua tradição diplomática, optando pelos mendigos do mundo, apenas por afinidades ideológicas retrógradas.
    Quando a turma do PT precisou fazer escolhas, segundo tendências esquerdistas, talvez, como era para ajudar o Brasil, não o fez. Qual seja: deixou de comprar os caças franceses Rafale, para a adquirir o inferior jato sueco, Grippen.

    • Paulo III,

      Muito antes dos caças franceses, pois poderia acontecer o mesmo conosco como a França fez com a Argentina com os mísseis Exocet e os caça Super Étendard, que estão no solo porque não funcionam, deveríamos ter adquirido o melhor deles:
      o Sukhoi SU-35.

      O Grippen jamais foi testado em combate, além de ser monomotor, enquanto os caças mais modernos e que transportam mais armamentos possuem duas turbinas.

      Bolsonaro, que se diz muito amigo de Trump, caso o americano for reeleito, que adquira uma dúzia dos F-18, pois os F-22, o Raptor, esse o Tio Sam não vende.

      Ou compre de pechincha uns F-14, 15 e 16, obsoletos, mas fazem barulho, e não há nação sul-americana com essas aeronaves.
      A Venezuela tem os russos, o Sukhoi.

  3. Alô, seu Ernesto!

    Cuidado, hómi!

    Se Vossa Exª se agachar mais e se abrir mais pro Trump é capaz dos seus intestinos caírem pra fora, talquei?

    Lembre-se: quem curva demais a espinha dorsal acaba desguarnecendo as partes baixas…..

    • “Capacho
      (Lamek Randel)

      Sem favores
      Mil pudores
      Sim, senhores
      Quero flores
      Tudo errado
      Me trollaram
      Vão me enterrar

      Que maldade
      Era saudade
      Diz que arde
      Agora é tarde
      Fui largado
      Pus de lado
      Vão reclamar

      E assim gostam de mim
      De mim, riem de mim
      Trajar bondade e caridade exigem
      Mesmo que me seja ruim
      Eu sou capacho, sou tapete a ser
      Pisado e humilhado assim

      Convidado
      Intimado
      Fui marcado
      A ser usado
      Fazem, mandam
      Falam tudo
      Sem pestanejar

      Mal tratado
      Descuidado
      Pago sem
      Certificado
      Forasteiro
      Inconformado
      Vou me ausentar

      Me faltaram
      Com o respeito
      Eu disse e
      Bato no peito
      Sou honesto
      Bom sujeito
      Vou contestar

      E assim riem de mim
      De mim, gostam de mim
      Trocar verdade por maldade exigem
      Mesmo que me seja ruim
      Eu sou capacho, sou tapete a ser
      Pisado e humilhado assim

      Rua!”

  4. Mais uma do Beato Salu!
    Aqui vão outras, veridicas ou não, são muito críveis e compativeis com o pensamento do Beato Salu

    O rabo da estrela vai chegar e arrebatar a todos os justos e crentes Beato Salu vai ser um deles e o Bolsonaro vai ser o 1º a ser arrebatado(cá prá nós, torço para que esse rabo de estrela chegue o mais rápido possivel)

    A vacina chinesa inocula o virus do comunismo. Todos que tomarem a vacina verão estampada nas testas a marca da besta, o numero 666!

    Ser pária é bom, quanto mais sabujo melhor. O que é bom pro Trump é muito melhor para o Brasil

    O sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão! E a Amazonia e o Pantanal vão virar um enorme deserto, depois do grande fogo purificador que queimará todos os comunistas e almas impias! Um enorme deserto da galiléia aonde irá prosperar um enorme reino, o reino bolsonariano das bestas dos últimos dias!

    Esse é o nosso grande profeta o Beato Salú! Sua próxima grande obra será a construção de uma grande arca que vai acolher todos os animais bolsonarianos para salvá-los da grande inundação que irá afogar todos os comunistas

  5. Quando era guri, no curso primário, ouvia a professora declamar o poema de Olavo Bilac, A Pátria, e ficava pensativo quando aparecia a parte que dizia: “Ama com fé e orgulho, a terra em que nasceste! Criança! Não verás nenhum pais como este”.
    Pensava, será que todos os outros países são diferentes?
    Pois não é que depois de velho vim a descobrir que Olavo Bilac tinha toda a razão? Somos realmente diferente de tudo que existe no mundo.
    Se o governo resolvesse criar o “ministério da roubalheira”, estaria apenas seguindo os costumes, e criando alguma coisa condizente com o “espírito público” da galera política.
    E olha que o Olavo Bilac viveu no inicio do século passado.

  6. Depois de uma onda de Governos de Esquerda na América Latina, ( Venezuela, Equador, Bolívia, Argentina, Uruguai, Paraguai, e Brasil de PT-Base Aliada, todos mais ou menos ancorados em China e a pequena Cuba ( pequena na Economia mas Potência na Política), e BRICS, viés Anti-Americano, sendo não radical no Brasil, ganha a Presidência do Brasil o CONSERVADOR Gov. BOLSONARO/MOURÃO e naturalmente muda sua Política Externa.

    O Governo Conservador do Brasil, se alinha com os EUA, Israel (por quem todos temos grande admiração e simpatia), e desenvolve um viés anti-China, embora não radical.

    Mas está havendo muita fumaça e pouco fogo.
    O alinhamento com os EUA ( Gov. TRUMP PR)
    tem rendido pouca contra-partida ao Brasil até agora, o Acordo de Livre Comércio Brasil-EUA muito emperrado, etc.
    O Brasil tem feito grande esforço para manter e ampliar seu grande comércio com a China e tem conseguido acalmar os Chineses, mas a decisão estratégica do 5G (HAWEI) vai complicar muito as coisas o ano que vem.

    No Oriente Médio o Gov. BOLSONARO/MOURÃO prometeu transferir a Embaixada Brasileira de Tel-Aviv para Jerusalém o que desagrada os Árabes, especialmente Palestinos e devido ao grande comércio que temos com os Países Árabes ( que são também nossos grandes amigos) tivemos que “pedalar para trás” e manter a Embaixada em Tel Aviv, Os EUA pressionaram o Brasil para declarar “Terrorista” o HEZBOLLAH Xiita de alinhamento IRAN, o Presid. BOLSONARO tinha aparentemente concordado, mas oficialmente nada se fez.

    Nosso estratégico Acordo MERCOSUL-UE que é complexíssimo segue seu Curso tortuosos, e não há muito que se possa fazer.

    Enfim o Presidente BOLSONARO vai entendendo que pode muito, as não pode tudo, e o Brasil vai defendendo seus Interesses e seu Comércio da melhor maneira que pode.

  7. Sem ser contra nem a favor do contra, eis um detalhe: o mais poderoso caça do mundo, o F-35 stealth fighter, tem uma turbina.

  8. Sujeito cínico este este Ministro !
    Vai lavar esta cara abestalhado !
    Deveria ter vergonha e humildade para entender que você não tem a mínima condição de ser Ministro de porra nenhuma, ainda mais de Relações Exteriores…
    Deve entender bem é de outras relações suspeitas, com esta sua cara de sapo…
    Credo !

  9. A coisa que eu mais gosto neste governo do boçal é que eles acreditam nas próprias estórias, parecem viver na Ilha da Fantasia mas ninguém quer ser o Tatoo, aquele anãozinho. E o pior de tudo, este clima de Ilha da Fantasia parece que vai ter mais uma temporada, então é rezar para não pirar porque rir de piada sem graça não tem a menor graça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *