Ernesto Fraga Araújo pode ser o Chanceler do governo de Jair Bolsonaro

Resultado de imagem para ERNESTO Ernesto Araújo Fraga pode ser o Chanceler do governo de Jair Bolsonaro

Nomeação de Fraga Araújo é cogitada pela equipe

José Carlos Werneck

O embaixador Ernesto Fraga Araújo, diretor do Departamento de Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos do Itamaraty, é um dos nomes mais cotados para assumir o cargo de Chanceler do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro. Antes das eleições ele havia enviado à cúpula da campanha do PSL um artigo de sua autoria, intitulado “Trump e o Ocidente”, que causou excelente impressão aos responsáveis pelo programa de governo de Bolsonaro.

“O presidente Donald Trump propõe uma visão do Ocidente não baseada no capitalismo e na democracia liberal, mas na recuperação do passado simbólico, da história e da cultura das nações ocidentais”, diz Fraga Araújo no texto.

TUDO A VER – O presidente eleito Jair Bolsonaro é um grande entusiasta das ideias do presidente norte- americano Donald Trump. Mas o artigo não foi mandado apenas para a campanha de Bolsonaro. “Enviei para várias pessoas com interesse em política internacional”, afirmou o diplomata, que negou ter mantido maiores contatos com a equipe do então candidato do PSL. “Não conversei com ninguém lá sobre isso”, disse, ressalvando não ter recebido nenhum convite para o Itamaraty.

Um outro motivo lembrado pelos que afirmam que o nome dele está em alta é que Jair Bolsonaro gosta de pessoas de destaque que demonstrem simpatia por ele. Em seu blog pessoal, Fraga Araújo sempre declarou apoio ao então candidato do PSL e criticava o PT, afirmando que “o PT (Partido Terrorista) está se preparando para tomar o poder no Brasil”.

EXPERIÊNCIA – Ernesto Araújo Fraga está há 28 anos no serviço público, além de ser escritor. Diz querer ajudar o Brasil e o mundo a se libertar da ideologia globalista. Em seu entender, Globalismo é a globalização econômica que passou a ser pilotada pelo marxismo cultural. É um sistema anti-humano e anticristão”.

Ele participou das manifestações pró-Bolsonaro realizadas em Brasília e entende que “o movimento popular por Bolsonaro não se nutre de ódio, mas de amor e esperança.”

SUSCETIBILIDADES – No meio diplomático, sua possível indicação é vista com algumas ressalvas, como sempre acontece quando um novo Chanceler é escolhido.

Não obstante Araújo tenha uma brilhante e bem embasada trajetória profissional no Ministério das Relações Exteriores, onde, em 2016, foi galgado ao posto de ministro de primeira classe, o topo da carreira, ele ainda não assumiu representações de peso no exterior.

Um jornalista que já cobriu a área afirmou, ontem, em Brasília, que na avaliação de um membro do alto escalão do MRE, a indicação poderia causar “desconforto”, porque é mais palatável para os diplomatas que seja nomeado um político no cargo de Chanceler do que alguém do Itamaraty que não tenha passado por todas as etapas consideradas por eles como necessárias para à função.

NINHO DE SERPENTES – Segundo este mesmo jornalista, o Itamaraty é “um ninho de serpentes e um santuário de vaidades, onde ninguém é amigo de ninguém” e tudo isto pode ser rápida e facilmente superado.

No Itamaraty, em funções acima de Araújo estão hoje, além do ministro, o secretário-geral e nove subsecretários-gerais, além de embaixadores servindo no exterior.

No Exército, por exemplo, esse tipo de escolha, passando por cima de nomes mais experientes, não seria cogitado. Mas, embora sendo um militar reformado, o presidente Jair Bolsonaro não parece ter a mesma preocupação em relação aos órgãos civis, como é o caso do Itamaraty.

One thought on “Ernesto Fraga Araújo pode ser o Chanceler do governo de Jair Bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *