Escolas públicas e SUS exibem a decadência dos serviços públicos no Brasil

Resultado de imagem para escola publica  charges

Charge do Cazo (Arquivo Google)

Eduardo Aquino
O Tempo

Educação e saúde são irmãos fraternos, solidários, inseparáveis. Nascidos da mãe-pátria e do pai-cidadão, que juraram no matrimônio dedicar-lhes todos os esforços e os sacrifícios para que, gerados no amor, criados com dedicação e responsabilidade, frutificassem uma civilização justa, altruísta, digna. Que geração a geração evoluíssem, desvendando os mistérios e os segredos sagrados que o universo nos reserva. Que evoluíssemos a tal ponto que enfim retornássemos à origem de tudo e, assim, entendêssemos, não sem conflito, pecados, incoerências, imaturidades.

É preciso aprender que somos feitos da matéria original, que, mal-encaixada, pode ser explosiva, mortal, desumana. Quantas vezes, esquecidos que somos, nós brincaríamos de deuses e, por castigo, regrediríamos a fases grotescas.

LUGAR SAGRADO – Inventamos então as escolas. Um lugar sagrado, uma comunidade, onde adultos investidos de uma vida dedicada ao saber, transmitiria seus ensinamentos a crianças e jovens, que, sedentos de conhecimentos, maravilhados com um universo que se revelava naquele meio mágico, tornar-se-iam jovens e adultos muito mais evoluídos para expandir suas fronteiras existenciais.

Na comunidade escolar, pais eram convocados a partilharem suas vivências e comungar suas sabedorias e, junto aos demais funcionários escolares, promoverem um ambiente sadio e agregador da matéria chamada “Vida”. E assim foi desde os tempos bíblicos, passando por civilizações gloriosas, como a egípcia, a grega e a romana, a há algumas poucas décadas.

SEQUESTRO – Isso até que o vírus da tecnologia barata, da informação viciante e rasteira, sequestrou não só a mente de potencial infinito dos jovens, mas devastou os limites básicos da ética, do respeito, da noção de hierarquia. Feras com telas nas mãos destroem intimidades em covardes ataques de bullying, desprezam o conhecimento, pois teclam o oráculo Google, e ingênuos acreditam em redes e se aditam a elas.

Almas penadas virtuais vagam pelas escolas reais, num deprimente espaço paralelo hostil. Não, eu me recuso a falar hoje sobre a banalização sexual com nudes, pegações, sexies, drogas e álcool como se fossem refrigerantes. Exalto as exceções, as escolas que deram show no Enem, como as do Nordeste. Há vida em Marte. Peço que os bons alunos, pais, professores e funcionários não desistam: um novo tempo virá! Entrincheirem-se, resistam. Educadores vão para o céu!

CAOS NO SUS – Enquanto isso, o SUS. Sofredores físicos, psíquicos e espirituais se aglomeram na porta do purgatório. A senha podem ser da mãe desesperada com a febre e a tosse do bebê ou do hipocondríaco querendo fazer o centésimo exame de coração, quando, na verdade, é preciso alguém que o ouça em sua viuvez e solidão. Ou uma jovem caladinha, com uma dor estranha no abdome, que nem reagiu ao saber que era número 58, morrerá às cinco da manhã, aos 36 anos, de infarto, sem nem ser atendida.

Faltam médicos, remédios, exames, humanidade. Falta verba desviada para mansões, jatinhos, sítios, contas na Suíça. Porteiros se vestem como guardas, enfermeiras insones e nervosas fazem o papel de juízas da vida. “Esse entra no posto, esse vai pro céu”.

Vivemos a Idade Média moderna, esperando um renascimento. Mãos à obra!

15 thoughts on “Escolas públicas e SUS exibem a decadência dos serviços públicos no Brasil

  1. Vivemos as piores décadas da História do Brasil, indiscutivelmente.

    Jamais o pais esteve nesta situação, de o seu povo estar desesperado pela falta de trabalho, saúde e segurança.

    Deixo de abordar a educação porque esta vem sendo negligenciada criminosamente pelos governantes há muito tempo, então somos uma nação composta de analfabetos absolutos e funcionais na sua maioria!

    Diante deste quadro, de haver uma população que não conhece os seus direitos, apenas deve pagar impostos, instalou-se a cleptocracia, corroborada pela corrupção institucionalizada e os poderes executivo e legislativo contando somente com ladrões, vagabundos, inúteis, perdulários, irresponsáveis e traidores!

    Em consequência, o artigo em tela retrata fidedignamente o caos nacional, haja vista que sem educação, saúde e segurança não há como o Brasil se desenvolver, e levar consigo o cidadão para este progresso tão necessário.

    Entretanto, na razão direta que o povo empobrece, altos salários são pagos para o Judiciário e Legislativo, onerando em demasia os custos de dois poderes, hoje contestados e criticados pela falta de eficiência e eficácia no serviço que seriam suas obrigações, além de se perceber a união de ambos enaltecendo a impunidade!

    • Caro Sr. Francisco,
      Eu sempre coloquei em primeiro plano, a saúde, porque na falta dela, não se aprende e não se trabalha.
      Veja como são as coisas, hoje, IMPLORO POR SEGURANÇA que passou a ser função zero.
      Chegamos a um nível tão deplorável, que, a única coisa que eu quero é poder ir trabalhar e voltar vivo pra minha casa ao lado da minha família.
      E olha que moro na zona sul do Rio de Janeiro.
      O Sr. Imagine como está o resto da cidade.
      Estamos em terra arrasada!
      Somos galinhas prontas pra degola!
      Neste momento a situação é tão desesperadora que abro mão de absolutamente tudo pela minha integridade física e de todas as pessoas de bem.
      Tá difícil! Muito difícil!!
      Será que estou pedindo muito, Sr. Francisco? Voltar vivo após uma jornada de trabalho, é artigo de super luxo?
      Estamos largados à própria sorte!
      Forte abraço.
      Atenciosamente.

      • Prezado Espectro,

        Tenho reiteradamente escrito que estamos sendo arrasados pelos governantes e aniquilados pela violência.

        Nessas duas circunstâncias o povo está sendo imolado, vítima da incúria governamental, da corrupção, de roubos contra o erário, da incompetência, de salários milionários que são pagos ao inútil, desonesto e venal Legislativo e lento Judiciário, as duas castas mais perdulárias que temos!

        Portanto, estamos mesmo ao “Deus dará”, como se diz, abandonados pelas autoridades que jamais se importaram com o povo, com o cidadão, com o trabalhador.

        Basta analisarmos os últimos 32 anos desta “democracia” falsa brasileira, e constatarmos os males terríveis que os presidentes eleitos praticaram contra nós:
        Desde a inflação, que corroeu o poder aquisitivo da população por vários anos;
        os malogrados planos econômicos;
        Collor, o assassino, que confiscou a poupança e o dinheiro em caixa nos bancos do brasileiro, em ato de terrorismo jamais visto na história, pois nem em tempo de guerra Getúlio – ditador – ousou fazer algo semelhante;
        as privatizações fraudulentas de FHC e o retorno da reeleição, o maior crime cometido pelo PSDB;
        Lula, que foi o presidente que mais roubou uma nação no mundo;
        Dilma, que permitiu e contribuiu para a quase falência da Petrobrás e tirou dinheiro do nosso bolso via BNDES para doações a Cuba e outros países alinhados com a ideologia da quadrilha petista;
        Temer, que deu sequência ao mesmo comportamento corrupto e desonesto do PT, haja vista ter sido o vice de Dilma, preocupando-se somente com a política, largando o povo de mão e os problemas nacionais de lado!

        Naturalmente a violência aumentaria, pois sem combate efetivo;
        Consequentemente a saúde seria deteriorada, em face da negligência criminosa do Planalto;
        Da mesma forma os ensinos Fundamental e Médio sofreriam o desleixo irresponsável dos governos porque quanto mais idiotas e imbecis se tornam os cidadãos, mais fácil para comandá-los e manipulá-los.

        Logo, tens razão neste teu protesto, mas, indiscutivelmente estamos à mercê de bandidos originários dos Três Poderes e dos tráficos de drogas e armas!

        Em resumo:
        SALVE-SE QUEM PUDER!

        A menos que os militares tomem consciência – nessas alturas, impossível -, e decidam fechar o congresso e botar Temer na cadeia, então teremos de volta a paz e tranquilidade que tanto precisamos, e a chance de o Brasil retomar o caminho do desenvolvimento.

        Fora dessa possibilidade, o nosso destino será mesmo catastrófico!

        Um forte abraço.
        Saúde e paz.

    • Caro Bendl, assino o artigo e teu comentário, acrescento na área da saúde, como Conselheiro do segmento “sociedade civil” em Guapimirim/Rj, em 2000, denunciei o prefeito por corrupção ao MPE, que chamou a Policia, que comprovou, e a justiça arquivou, nestes anos todos, denuncio, e nada acontece em defesa da Cidadania espoliada e estuprada, apesar de ser escorchada em impostos, que alcançam 06 meses e 7 dias anuais de nossos miseráveis salários, neste mês o “Leão” defasado em 82%, engole o trabalhador, como se salário fosse renda.
      A Saúde pública no Brasil, não existe, o que existe é uma fraude, é um verdadeiro Caos, sofri um acidente em 2015, desacordado 10 dias no hospital, com diagnostico de morte dado a minha filha, que me retirou do hospital sob sua responsabilidade, para morrer em casa, sobrevivi, por ter meios de pagar o tratamento, (gastei 15 mil) mas fiquei com deficiência e dependente de remedios, e de “andar normalmente”. Continuo nessa luta, por Dever de consciência, estou com denuncia grave no MP e estou indo a Justiça, sem Esperança, pela corrupção que grassa no País, mas com a Consciência tranquila, por não ser omisso.
      Bendl, muita saúde e longa vida, Théo.
      Oremos a Deus-Pai, rogando sua Misericórdia.

      • Meu caro Théo, decano desta Tribuna da Internet,

        A mesma resposta que dei ao Espectro, se me permitires, seria a mesma que eu te daria, a criminosa irresponsabilidade dos governantes com relação ao povo!

        Saúde, educação, segurança, simplesmente abandonados, negligenciados, em razão de os poderes somente se preocuparem com seus salários, a política, seu bem-estar, enquanto o povo é roubado, sofre e é explorado!

        E não tem solução, se for através de eleições fraudulentas e urnas manipuladas!

        Logo, se quisermos ter alguma esperança, indiscutivelmente somente através de uma intervenção militar, que fechasse o antro de venais, o congresso, e colocasse Temer e sua quadrilha na cadeia, então voltariam a paz e a tranquilidade.

        Um grande e caloroso abraço.
        Muita saúde, paz, e vida longa, Théo, pois precisamos muito de ti neste espaço democrático e blog incomparável!

  2. Além dessas duas necessidades básicas que o Estado tem obrigação de nos oferecer, há a decadência também da terceira obrigação, razão de ser do Estado Moderno, que é a segurança. Estamos no caos.

  3. O dinheiro da saúde, da educação e da segurança foram usados, subtraídos, para o pagamento da dívida pública.
    E olha que ela ainda nem engloba 80% do orçamento!

    • O q me deixa perplexo é o fato q são justamente essas pessoas que querem Lula outra vez. Ele q foi o verdadeiro criador desses caos sociais e humanitários.

  4. Os sem bens .
    O juiz Sérgio Louzada, da 2ª Vara da Fazenda Pública do Rio de Janeiro, decretou hoje, em decisão liminar, a indisponibilidade dos bens móveis, imóveis e ativos financeiros no Brasil e no exterior de Sérgio Cabral, do ex-secretário de Saúde Sérgio Côrtes e mais vinte réus.

    A decisão foi tomada como resultado da ação civil pública foi movida pelo Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro por fraudes em licitação, pactuação de termos aditivos sem requisitos legais, além de pagamentos indevidos relativos ao Fundo do Estado de Saúde.

    O juiz Louzada já requisitou aos cartórios a relação total dos bens de Cabral, Côrtes e dos outros vinte implicados — como a célebre casa de Cabral em Mangaratiba, vista na foto acima. Em ofício ao Banco Central, pediu também a lista dos valores de contas-correntes e aplicações dessa turma do barulho.

    Entre aqueles que ficarão com seus bens bloqueados, estão mais dois ex-secretários da Saúdel: além de Côrtes, Marcos Musafir e Felipe Peixoto.

    (Atualização, às 1834. A assessoria de Felipe Peixoto enviou a seguinte nota: “Felipe Peixoto informa que, até o momento, não foi citado no referido processo. Quando acontecer irá apresentar sua defesa prévia e solicitar a exclusão do seu nome da ação. A medida terá como base uma série de ações adotadas por Felipe durante sua gestão à frente da Secretaria de Estado de Saúde. Entre elas há diversas sindicâncias e a criação da Corregedoria da SES, responsável pela investigação na administração dos armazéns de medicamentos e insumos que resultou na descoberta do escândalo dos remédios vencidos” )

  5. Analfabetismo funcional já é bordão que vem navegando nos mares do emburrecimento há vários anos. Atualmente, com a infiltração ideológica na escola e o incentivo ao politicamente correto, a Educação mergulhou nos mares da desconstrução. Assim, precisamos admitir que os nossos atuais estudantes ficarão em situação crítica ao tentarem, no futuro, disputar vagas em setores onde só terá vez quem tiver estofo para operar e manter ocupações ligadas à de tecnologia de ponta. Hoje, é comum vermos graduados em curso superior vendendo sanduíche nas praias…

  6. A necessidade do caos para acordarmos do sono profundo que estamos vivendo há séculos, mas, se realmente quisermos, poderemos mudar este estado de coisas, como? cobrando compromisso de nossos eleitos, renovando os que nos dirigem; somente assim poderemos melhorar isso tudo; pois somos o Patrão.

  7. Caro demolidor, somos patrão no papel, mas na realidade, somos 220 milhões de escravos a alimentar a “hiena governamental”, de uma republiqueta democradura. A podridão nos poderes públicos, está para oceano, como dizia Gandhi: todo governo é hipócrita, e este goveriicho, corrompe até a hipocrisia, com suas mentiras monumentais. Pobre Brasil, tá ferrado, votar com dignidade, não reelegendo e repudiando os partidões e seus penduricalhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *