Esporte disputado e comentado: burrice em Brasília do Estevãozão, no basquete.

O time da capital, mais uma vez disputa o título com o Flamengo. Em 5 jogos, quem teve a melhor classificação, joga mais vezes “em casa”. Ano passado, o Flamengo, por isso, campeão.

Este ano seria o Brasília, que jogaria o quinto jogo na capital. Por conta da selvageria do terceiro jogo, perderam o mando do quinto jogo. (Fui o primeiro a defender isso). Agora jogará em Anápolis. Perdeu a vantagem.

Primeira semi de Ronald Garros

Quase surpreendente, o jogo Soderling-Berduich. Pelo que vinha jogando, ligeira vantagem para o sueco. Foi dificílima sua vitória, em 5 sets, 3 horas e 29 minutos, 53 games.

Segunda semi de Roland Garros

Contra Almagro, usando 70 por cento do seu tênis pós-tendinite dos joelhos, ganhou com enorme dificuldade. Hoje, usando 60 por cento da capacidade enfrentando Melzer, venceu com grande facilidade. (Com exceção do 10º game do terceiro set. Sacando para fechar, não fechou, prorrogou a permanência de Melzer por mais 8 minutos e um tiebreak).

Se vencer domingo, contra Soderling (quem melhor está jogando, Nadal conquista o quinto título em Roland Garros. E volta a ser o número 1 do mundo, condição que só perdeu pela contusão e a doença.

O vôlei de Bernardinho

Ganhou da Bulgária, um adversário forte e difícil, que chegou a assustar a fortíssima equipe brasileira, vencendo o primeiro set.

O time de Bernardinho, muito remodelado, ganhou os outros três sets, sendo que dois, sem nenhuma facilidade.

Amanhã, às 9 da manhã, o segundo jogo contra a Bulgária.

Messi, coberto de razão

Falou que a Argentina está “cheia de grandes valores individuais”, o que é inegável. Isso não dá certeza nem segurança para a vitória. Mas será adversário dificílimo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *