Esportivas, sem emoção, mas com amargura

1. O Cruzeiro entrou em campo vitorioso, de faixa e engalanado, que palavra, mas é a verdadeira. E embalado pelo primeiro time de colunistas, prontos para festejar.

2. Esqueceram que o Estudiantes era tri de verdade, ganhou a Libertadores em 1968, 69 e 70. E quem estava em campo? Um jogador com a classe e a raça do Veron, cujo pai ganhou esses três títulos.

3. Frustraram 64 mil no estádio e centenas de milhares em casa, não existiam ingressos. Foi tristeza pura, achavam que o zero a zero da Argentina fora sensacional e positivo.

4. Pior ainda: o treinador Adilson Batista que faz um bom trabalho, provavelmente será demitido. O Cruzeiro tem algum interino mais barato?

5. A “orientação” dos clubes agora, é gastar menos com os treinadores. Melhor exemplo: Luxemburgo ganhava 700 mil, (mensais, mensais) ficou o interino, que ganha 40 mil, menos de 10 por cento.

6. Esse interino, Jorginho, vem “agradando” os dirigentes, por três motivos: ainda não perdeu, o clube está em segundo lugar, e não fala em aumento.

7. Essa fórmula que começou ontem no Fluminense, foi decepcionante, é duro suceder Parreira, o “tetra” de um título só.

8. Além do mais, pagaram uma fortuna ao Fred para jogar mal ou não jogar (sinônimos), foi expulso pela segunda vez seguida. Como não acontece nada, vai repetir. O Fluminense afundando nos últimos lugares.

9. Tem “companheiros” ilustres. São Paulo, Botafogo, Cruzeiro, (lá se vai o Adilson) se a esta hora já não foi. Hoje, o São Paulo enfrenta adversário difícil. O Botafogo não joga, por malabarismos dos dirigentes.

10. Dessa maneira, em 2010, a série B será a nova atração. Podem até juntar o Vasco, que já está lá, reagiu com duas vitórias. Mas com jogador expulso aos 10 minutos de jogo, como acreditar?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *