“Eu penso tanto, que às vezes penso em não pensar jamais”, dizia poeticamente o genial Millôr Fernandes

Não devemos resisitir às tentações: elas podem não voltar.... Frase de Millôr Fernandes.Paulo Peres
Poemas & Canções

O desenhista, humorista, dramaturgo, tradutor, escritor, jornalista e poeta carioca Milton Viola Fernandes (1923-2012), mais conhecido como Millôr Fernandes, no poema “Reflexão Sobre a Reflexão”, fala de suas decisões relacionadas ao ato de pensar.

REFLEXÃO SOBRE A REFLEXÃO
Millôr Fernandes

Terrível é o pensar.
Eu penso tanto
E me canso tanto com o meu pensamento
Que às vezes penso em não pensar jamais.
Mas isto requer ser bem pensado
Pois se penso demais
Acabo despensando tudo que pensava antes
E se não penso
Fico pensando nisso o tempo todo.

8 thoughts on ““Eu penso tanto, que às vezes penso em não pensar jamais”, dizia poeticamente o genial Millôr Fernandes

  1. O capitalismo é a exploração do homem pelo homem. E o comunismo é exatamente o contrário

    [POEMEU EFEMÉRICO]
    Viva o Brasil
    Onde o ano inteiro
    É primeiro de abril

    Aniversário é uma festa
    Pra te lembrar
    Do que resta.

    O desespero eu aguento. O que me apavora é essa esperança.

    Acreditar que não acreditamos em nada é crer na crença do descrer

    O futebol é o ópio do povo e o narcotráfico da mídia

    Está bem. Deus é brasileiro. Mas pra defender o Brasil de tanta corrupção só colocando Deus no gol.

    Com muita sabedoria, estudando muito, pensando muito, procurando compreender tudo e todos, um homem consegue, depois de mais ou menos quarenta anos de vida, aprender a ficar calado.

    Tudo do Millôr e ainda tem muito mais (grande Millôr Fernandes).

  2. Não digo nada,
    se não tenho o que dizer.
    Por não mais ser moço,
    Os outros pouco ouço.
    Mas me parece contrasenso
    Refutar o pensamento
    Para ​criar ou o novo conhecer
    E saiba aquele, a quem isso apraz,
    Que pensar e amar nunca é demais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *