Eunício prometeu votar fim do foro privilegiado nesta quarta-feira. Vai cumprir?

Resultado de imagem para eunicio oliveira charges

Charge do Clayton (O Povo/CE)

Deu no Estadão

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou que a votação da proposta que extingue o foro privilegiado para autoridades por crimes comuns deve ser votada nesta quarta-feira (dia 17), em segundo turno, no plenário da Casa. A emenda constitucional (PEC) foi aprovada em primeiro turno por unanimidade, no dia 27 de abril.

Na manhã desta terça-feira, Eunício Oliveira disse que a matéria estava “pronta” para que os senadores realizassem logo a última sessão de debate sobre o assunto. “Se conseguirmos fazer a discussão hoje (terça-feira), amanhã a matéria estará sendo votada porque estará na pauta”, declarou o peemedebista.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Pelo jeito, não se pode mesmo confiar em Eunício de Oliveira, de codinome “Índio” na delação da Odebrecht. Promete uma coisa e faz outra. Ao invés de colocar em debate a extinção do foro privilegiado nesta terça-feira, conforme anunciou, o presidente do Senado preferiu discutir a eliminação de direitos trabalhistas. Como só pode colocar a proposta em votação após encerrar a fase de debates, é improvável que o Senado aprove nesta quarta-feira o fim do foro privilegiado. Se isso acontecer, terá sido um milagre e precisaremos agradecer, penhorados, clamando: “Aleluia, irmão!”. (C.N.)

2 thoughts on “Eunício prometeu votar fim do foro privilegiado nesta quarta-feira. Vai cumprir?

  1. Enquanto ficamos aqui “hipnotizados” com novelão judicial brasileiro, torcendo para que o diretor/roteirista não estrague o esperado final de conto de fadas, com nossos heróis da justiça correndo de mãos dadas na direção de um lindo amanhecer de um Brasil livre da corrupção…

    Temer e sua trupe, de um lado, vão destruindo nosso presente, a indústria brasileira, como denuncia Steinbruch

    “a desindustrialização avança a passos de gigante e o neoliberalismo radical impõe a ideia de que a indústria brasileira deve ser entregue à sua própria sorte, sem ter as condições para competir em igualdade com os concorrentes internacionais”

    https://goo.gl/z9bt95

    E ao mesmo tempo, vão desmantelando nosso futuro, ao vender a soberania nacional como denuncia o Clube de Engenharia, quando:

    -entrega a grupos estrangeiros o pré-sal, trazendo imensos prejuízos à cadeia produtiva de óleo e gás e à engenharia nacional;

    -realização, a toque de caixa, de leilões do Pré-Sal, projetando um Brasil exportador de petróleo bruto, sem agregar valor ao recurso natural;

    – abandono da política de incorporação crescente de “conteúdo local”, vigente desde a criação da Petrobrás;

    -retrocesso no BNDES, em detrimento de seu histórico papel de propulsor do desenvolvimento, com conseqüente repercussão na engenharia nacional;

    -transferência, à iniciativa privada do monitoramento da Amazônia que, por três décadas, era feito pelo INPE;

    -extinção da estratégica RENCA (Reserva Nacional do Cobre), área preservada nos Estados do Pará e do Amapá, para entregá-la a grupos estrangeiros;

    – transferência, à iniciativa privada, dos canais digitais do primeiro satélite geoestacionário do Brasil, recém lançado ao espaço;

    -mudança radical na política externa, subordinando o Brasil aos interesses dos EUA;

    – distanciamento dos BRICS, do UNASUL e do continente africano, especialmente Angola, África do Sul e Moçambique, dificultando a inserção da engenharia nacional nos mercados externos;

    -abandono da política de integração com as Forças Armadas dos países sul-americanos;

    – reintrodução de militares dos EUA em assuntos dos povos sul-americanos, consubstanciada no inédito convite feito ao Exército dos EUA para participar de exercício militar em nossa Amazônia.

    Vamos ficar aqui tão distraídos exclusivamente a espera do final do novelão judicial, sem perceber que nossa soberania esta sendo subtraída não em tenebrosas transações, mas a luz do dia?

    https://goo.gl/v1WsrN

  2. Além disso esperamos dele e da casa que ele comanda, que foi concebida com o intuito de ser uma casa revisora, as alterações mais do que necessárias na reforma trabalhista !

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *