Ex-assessor revela que até o advogado de Geddel era pago com dinheiro vivo

Resultado de imagem para geddel charges

Charge do Son Salvador (Charge Online)

Murilo Ramos e Marcelo Rocha
Época

O ex-assessor parlamentar Job Ribeiro – que trabalhou para a família Vieira Lima por décadas e cujas digitais foram encontradas no bunker de Salvador – entregou R$ 50 mil em espécie ao escritório do advogado do ex-ministro Geddel, Gamil Föppel, como parte de seus honorários. Procurado pela Época, o advogado de Job, Marcelo Ferreira, confirmou a informação e disse que seu cliente só fez esse pagamento em dinheiro vivo à banca. O restante dos recursos foi pago, segundo Ferreira, pelo próprio Geddel e por sua mãe, Marluce Vieira Lima.

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso em Brasília, e seu irmão Lúcio, deputado federal, estão incomodados com o prefeito de Salvador, ACM Neto. A dupla acha que ACM Neto está por trás do movimento de esvaziá-los no MDB baiano. O vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, tenta ocupar o espaço dos Vieiras Lima, atingidos em investigações da Polícia Federal.

TROCA DE COMANDO – Com a Lava Jato nos calcanhares do ex-ministro Geddel Vieira Lima – que está preso – e do deputado federal Lúcio Vieira Lima, o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, enxerga a possibilidade de tomar as rédeas do PMDB na Bahia.

Reis se articula para isso e ganhará ainda mais força em 2018, quando assumir a prefeitura. O prefeito, ACM Neto (DEM), deixará o cargo para se candidatar ao governo do estado ou para embarcar numa candidatura a vice-presidente da República.

3 thoughts on “Ex-assessor revela que até o advogado de Geddel era pago com dinheiro vivo

  1. Balbúrdia promovida pela inexistência da justiça !

    Raquel Dodge está prevaricando e essa atuação da PGR de Temer é inaceitável !

    Raquel Dodge é a Prevaricadora Geral da República !!!

    Já era pra PGR ter feito a 3ª denúncia contra Temer no caso da MP do porto de Santos faz meses !!!

    Mas Raquel Dodge, a Prevaricadora Geral da República, foi escolhida por Temer justamente pra isso: continuar engavetando essa denúncia !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *