Ex-deputado reclama que ninguém tem coragem de prender Lula

Corrêa prestou depoimento à CPI na cadeia de Curitiba

Ricardo Brandt, Julia Affonso e Fausto Macedo
Estadão

O ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE) – condenado no mensalão e preso pela Operação Lava Jato – afirmou à CPI da Petrobrás que foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que colocou Paulo Roberto Costa na Diretoria de Abastecimento. Ouvido em Curitiba por parlamentares da CPI, o ex-presidente do PP afirmou que “só não prenderam Lula porque ninguém tem coragem”.

“O diretor de Abastecimento da Petrobrás, que se eu não me engano a memória era um tal de Manso, ele se atritou com a diretoria e o presidente Lula convidou o Paulo Roberto Costa para ser diretor de Abastecimento”, afirmou Corrêa, ao comentar a nomeação do delator ao cargo, em 2004. “Isso era a notícia que chegou para mim.”

“O presidente Lula, depois de achar que o Paulo (Roberto Costa) deveria ser diretor de Abastecimento, disse então que ele ficaria na cota de autoridades que poderiam ter a chancela do Partido Progressista”, disse Pedro Corrêa.

“Lula disse isso?”, questionou o deputado Onix Lorenzoni.

“Não disse isso a mim. Mas disse isso ao líder do partido, que era o Sr. Jose Janene”, respondeu o ex-deputado.

SERIA UMA CATÁSTROFE

“Qual é a influência hoje dele (Lula), se querem botar ele na cadeia? Agora ninguém tem coragem de botar ele na cadeia. Porque eu tenho certeza que aí sim vai existir o que aconteceu na época do Getúlio (Vargas, ex-presidente) quando ele deu um tiro no peito e o povo saiu para rua com paus, panelas para quebrar tudo”, retrucou Corrêa.

“Nunca recebi dinheiro ilegal do senhor Youssef”, afirmou o ex-deputado. Novamente perguntado pelos parlamentares da CPI sobre se achava que Lula seria preso, Corrêa voltou a falar no assunto.

“Eu, se tivesse uma bolinha de cristal, certamente não estaria aqui. Mas eu acho, na minha avaliação pessoal de um camarada que está fora da política desde 2006, que a prisão dele (Lula) seria uma catástrofe para esse País.”

Ex-deputado por Pernambuco, pai de políticos, Corrêa disse que no Nordeste a prisão de Lula enfrentaria resistência.

“Pelo que conheço da minha região do Nordeste, e pelo que andei nas casas daquele povo pobre, a gente quando chega lá encontra um retrato do padrinho Padre Cícero, junto com o de Lula e de Miguel Arraes (ex-governador morto de Pernambuco). É um discurso da gente enfrentar, colocar o rico contra o pobre é uma coisa difícil de se enfrentar.”

21 thoughts on “Ex-deputado reclama que ninguém tem coragem de prender Lula

  1. E é pelo que diz no final desta reportagem o senhor Pedro Correia: Leiam a parte final desta reportagem do Tribuna da Internet. O Nordeste rende graças a este Molusculo. Povo sem instrução e que se acha dominado por inteiro por este corrupto mor e por toda a sua turma. E nós é que pagamos a conta de tanta corrupção que este molusculo colocou com sua turma no Brasil. Vergonhoso tudo isto.

    • Não é o Nordeste que rende graças a esse molusco, é a pobreza endêmica do Nordeste, Norte, do Sudeste e do Sul que rende esses salamaleques ao molusco de nove dedos, sem contar com os políticos do PT, que circulam em dia de eleição com sacos de dinheiro comprando votos, com a estrita conivência do STE, diga-se, dos corruptos Senhores Juízes Eleitorais.
      É ou era ovacionado pela nova Classe C e agora à beira da extinção.
      As pessoas decentes do Nordeste, aqueles que ajudaram e muito na construção desse esqueleto chamado Brasil se sentem ofendidos com essa figura trapaceira e sinistra.

  2. É, não é a toa que o nordeste é o que é em tantos aspectos….
    Porém, há nordestinos acordados, pois, antes de serem nordestinos são brasileiros. Aqui mesmo em Santa Catarina, onde muitos deles escolheram viver, lamentam terem acreditado no lula um dia. Antes tarde do que nunca. Assim como eles, gaúchos, catarinenses, paranaenses etc também ajudaram a eleger este asno. Enfim. Acredito que ele será pego sim, tudo se encaminha para isso.

    • Vez ou outra vejo uma discriminação contra o Nordeste, vocês do Sul só são o que são graças aos colonos europeus, esses sim acostumados com o trabalho, são povos que passaram todo tipo de miséria nos seus países de origem, vieram trabalhar, o brasileiro nato do Sul é tão mambembe e indolente quanto o do Nordeste, o Sul felizmente está no mesmo barco furado e sem direção que o Nordeste.

      • Antônio, nem o nordestino nem o sulista são mambembes nem indolentes, esta discriminação de que você fala apareceu como uma discriminação de ricos contra pobres, quando dos grandes influxos de nordestinos pobres para a região sudeste, cujas cidades aliás eles ajudaram a construir. Eu sou mineiro, descendo de portugueses, tchecoslovacos e de índios caiapós e índios charruas, e, como quase todo brasileiro, muito provavelmente tenho algum sangue negro. O brasileiro é um povo como qualquer outro, e são fatores culturais, muito mais do que de ascendência, que determinam o nosso comportamento. Agora, que foi uma pena o “felizmente” com que você rematou seu comentário, isso foi…

        • Não considero uma “pena”, pois se uma boa parcela do pessoal do Sudeste e Sul se consideram uma espécie de raça superior, isso conheço de perto, nunca sofri discriminação por parte de nenhum de pessoas dessas regiões, quando digo que conheço, porque conheço, sou Geógrafo e participei de muitas pesquisas sobre diversos temas, entre eles uma que fruto de um trabalho que rendeu um relatório imenso, com centenas de entrevistas e que envolveu várias Universidades do Brasil, nesse estudo ficou bem claro o “asco”, o “desprezo”

    • O problema não é trabalhar ou deixa de fazê-lo, mas como fazer, como trabalhar correto, eficiente, evitando a ganância, respeitando a Natureza. Trabalhar qualquer um trabalha. Estar vivo é ter que “trabalhar”. O “trabalho” do índio era caçar para manter sua família e o fazia muito bem em harmonia com o meio ambiente.

      Lógico que sem as facilidades técnicas que temos hoje. Técnicas estas, aliás, utilizadas em grande escala para fazer dinheiro e não como necessidade real. O excesso tecnológico mostra grande poder de destruição. Com uma obsolência excessivamente curta, os produtos úteis vão parar no lixo apenas por que produtos mais modernos são lançados.

      A humanidade mostra, com tudo isso que estamos vendo, que foi longe demais, é imperioso regredir. E me parece que neste ponto o governo brasileiro, apesar dos desmandos e corrupção vem fazendo, mesmo que involuntariamente, no chute. Mas é preciso redistribuir as riquezas, é prioritário, a não ser que dizimemos os pobres e as favelas com napalm ou os fuzilemos todos.

      O mundo está repleto de pobres em países como a Índia onde há 1,2 bilhões de seres humanos e a China em menor grau, apesar das altas taxas de crescimento do PIB, o que inclusive significa pouco hoje em dia. Medir riqueza pelo PIB cai em desuso, dado que é preciso levar em conta a sustentabilidade do crescimento, não basta considerar o que se extrai e vende. Não há recursos crescendo em velocidade para suportar o fardo humano que o planeta precisará suportar, bocas e mais bocas em busca do seu naco de conforto e divertimentos tecnológicos.

  3. Enquanto isto, a Odebrecht vai caminhando, silente, e por fora dos problemas…
    Vejam o artigo de http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2092

    Lá estão a LLX do Eike Batista, a Braskem (Odebrecht), Klabin, Vale (!!!), Lojas Americanas (!!!) e claro, muitas da Lava Jato, a UTC, a OAS etc, etc, etc.

    Não sei porque, mas acho que reclamar só do Lula e do PT, diante de tantos outros nomes mais convincentes e monetariamente muito mais relevantes, a mim me soa muito falso. Lula e o PT são parte do nossos problema, sem dúvida.

    Mas não são todo o problema.
    Atacá-los, só aos dois, ou três, incluindo a Dilma, fica parecendo uma Ode a Brecht invertida…

  4. Se a bolinha de cristal dele continua errada como antes de ser preso, o melhor seria, sem dúvida, enquadrar e prender o chefão capo Lula o quanto antes. Estamos quase lá.

  5. Nós, com muito orgulho e amor, pernambucanos, somos “mamelucos”, mistura de branco, negro e índio, e, que unidos, forjamos a Nacionalidade Brasileira nos Montes Guararapes com a junção das três raças, expulsando a Maior Armada da História naquela epoca que eram os Holandeses. Em Pernambuco realmente o Brasil nasceu como Nação, Povo e Pátria formando a Nacionalidade Brasileira. Infelizmente, aqui também nascem bandidos e marginais que se fazendo de pobrinhos, nos envergonham e partem para o “crime organizado”, formando imensas quadrilhas que hoje infestam o Estado brasileiro, e, não posso pedir desculpas por bandidos, basta termos uma Justiça séria e voltada para o interesse público para que logo mais o “canalha pernambucano” possa responder juntamente com sua gente pelos crimes de lesa-pátria que praticaram e ainda praticam impunemente !

  6. Falou e disse, Roubaram o Brasil de Mim. Os bons pernambucanos são inteligentes, brilhantes mesmo. Para o bem. Os maus pernambucanos também são inteligentes, mas espertos e daninhos, como aquele que todos conhecemos. Brasileiro bom e brasileiro ruim há em todas as regiões. Graças a Deus, conheço só os bons, de toda parte deste nosso país.

  7. Vou encerrar por aqui, pois os comentários estão fugindo da questão tratada no artigo, sobre o medo de prenderem o Lula, como se fosse um deus ou o quer que o valha.
    Respondi ao José Paulo de Resende, pois não gosto do tom de culpa que costumam por no Nordeste e sobre o nordestino sobre todas as mazelas que ocorrem nesse simulacro de país, gostaria que essas pessoas conhecem melhor o Nordeste, sou de Petrolina-PE, hoje considerada um polo de desenvolvimento no semiárido, com a fruticultura irrigada, liderando aquela região do Vale do São Francisco na produção de uvas e vinhos, citado no Globo Repórter da última sexta feira, além de outras frutas exportadas para a Ásia, Europa e Estados Unidos, pelo seu Aeroporto Internacional.
    Hoje o Nordeste possui várias Universidades de renome, como a UFCG (Campina Grande, com um polo tecnológico com produção de softwares, Pernambuco e Ceará se destacam no setor industrial naval com construção de navios e barcos pequenos, ainda o Ceará é hoje referência na moda com seu polo têxtil, na climatologia também Pernambuco e Ceará se destacam uma vez que são referencias na meteorologia, no Ceará a FUNCEME e em Pernambuco o ITEPE, o Rio Grande do Norte, falta água, pois está no semiárido, mas flutua sobre petróleo. Não é possível descrever o que é o Nordeste, mas tem violência? Tem, tem gente preguiçosa? Também tem, mas isso é fruto da própria diversidade humana.
    Não vou mais retomar esse assunto, apenas que parem de achar que o Nordeste com seu povo é o responsável pelas sujeiras que ocorrem no resto do Brasil, se querem culpar alguém por ter posto e reposto o Lula no poder, podem culpar a miséria a que esse povo está submetido, o nordestino praticamente se acostumou a literalmente “tirar leite de pedra”, aprendemos a derrubar os obstáculos, o Sudeste hoje está passando por uma crise hídrica, é bom, para que saibam o que não ter água, vocês aí do Sudeste nunca ficaram sem água de verdade, tiveram um racionamento disfarçado. No interior do Nordeste as pessoas ficam sem água por meses, dependendo da vontade política, das migalhas que os “coronéis” lhes concedem. Culpem a ignorância de pessoas que pouco sabem, pois os políticos assassinaram a Educação, Culpem a dor de pessoas que só tem um posto de saúde ou menos que isso, mais culpado que esses, só um pouco de falsa esperança que o Lula e sua patota deu a esses despossuídos, com um teto e algum dinheiro para que pudessem sonhar. Não culpem o pobre, pois como minha mãe dizia: “A fome tem cara de herege”
    Os que aplaudem o Lula foram enganados, porque são ingênuos, mas aqueles que são oportunistas, que viram no Lula uma porta escancarada para a corrupção, são de todo Brasil, esses, não “rendem graças”, esse defendem o Lula por baixo dos panos, torcendo para que o Valete e a Rainha de Copas continuem no trono e eles controlando as finanças.
    Posto isso, encerro meus comentários. Não tenho nenhum preconceito contra os habitantes do Sudeste e do Sul, tenho um carinho muito grande, pois conheci e conheço muitos que são dignos, são pessoas que infelizmente estão conosco nesse barco furado, repleto de problemas, ratos e com um timoneiro alucinado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *