Confirmado: Ex-diretor da Petrobras cobrava até 20% de propina a empreiteiras

PRESSÃO Paulo Roberto Costa. Em sua delação, ele tem muito a perder se esconder informações da polícia (Foto: Sergio Lima Folhapress)

Deu no Correio Braziliense

O ex-diretor de Refino e Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa revelou que os contratos da Petrobras eram superfaturados para o pagamento de propina. Segundo declarações do ex-dirigente, preso pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava-Jato e solto esta semana devido a benefício da delação premiada, os percentuais variavam de 18% a 20%.

Costa afirmou que houve fraude em licitações em duas das maiores obras da estatal: a Refinaria de Abreu em Lima, em Pernambuco, e o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). As denúncias foram publicadas pela revista Época.
Em um dos casos relatados pela reportagem, em 10 de dezembro de 2009, a Petrobras assinou um contrato de R$ 3,1 bilhões com um consórcio formado pelas empreiteiras Odebrecht e OAS. O contrato, segundo Costa, só foi fechado após um acerto entre ele, Renato Duque, diretor de Serviços da Petrobras; e o diretor da Odebrecht Rogério de Araújo. O acerto previa pagamento de propina a Paulo Roberto Costa em paraísos fiscais e o compromisso de que haveria “colaboração” com as campanhas dos partidos da base aliada.

6 thoughts on “Confirmado: Ex-diretor da Petrobras cobrava até 20% de propina a empreiteiras

  1. Não sei Fred-SP se o retratado se parece com o ex-presidente… a barba, poder ser…
    Sabemos todos, que o Paulinho, amigo do Lula , foi convidado de Dilma no casamento da filha; personagem que a presidente também disse no debate que foi exonerado por ela, e logo depois foi descoberto, desmentida, que ele saiu por vontade própria e com os maiores elogios da direção da Petrobras.
    No fundo e no raso, todos participando de esquema milionário. Mais na frente, quando das revelações das delações premiadas de Paulo Roberto e Alberto Youssef pelo Ministério Público e Polícia Federal, vai se perder a contas de cabeças que irão rolar…
    Lavar tanta roupa suja, só acabando de uma vez por todas com o PT. Sempre, inevitavelmente, o partido político sempre enrolado até o gogó em todas as safadezas, escândalos e esquemas de corrupção que são descobertos.
    Apoiar o PT ,com o seu voto, é se tornar cúmplice de toda essa esculhambação e roubalheira que a Nação diz repudiar.
    Reflexão é o remédio certo. Com você mesmo, tome a decisão mais acertada. A patriótica.

  2. Paulinho de Lula deve estar mentindo. À boca pequena, e à boca grande também, comenta-se que nos últimos anos em toda licitação há sempre um REZADOR e as suas propinas: agora é UM TERÇO! Se está mentindo, com certeza aprendeu com o CHEFÃO. Cuidado, Paulinho de Lula: quem mente, ROUBA!

    Aliás, por falar nisso: ninguém fala mais na Rosemary Ardente, ou melhor, Rosemary dos vôos ardentes?

  3. Votar no PT é aceitar todas as trapaças, mentiras e atos corruptos praticados durante últimos anos. É não enxergar, não querer enxergar ou, simplesmente, aceitar e concordar com a corrupção do lamaçal.
    E não venham com a história de que sempre foi assim, que os tucanos fizeram o mesmo, etc.
    Não buscaram responsabilizar FFHH e seu grupo para poder fazer o mesmo, em mais escala.
    Aécio e marina, Marina e Aécio, qualquer que seja o adversário de Dillma, TEM DE SE COMPROMETER em construir mecanismo sério para levar todas as verdades sobre as denúncias que não param de surgir, dia após dia.
    A Petrobrás merece isto. A parcela séria e honesta da sociedade também.
    Será o início de uma nova era de prosperidade, ética e confiança nas instituições.
    Manter Dillma será aprofundar a lama e das negociatas.

  4. Isso é prova cabal de que toda empresa, grande, média e pequena está nas mãos desse estado gigantesco do Brasil , nas pessoas de seus burocratas, chefes do partido no poder e oda laia que ocupa a máquina pública corruPTa.

    E o pior de tudo é que, depois de fatos acachapantes como esse da orgia com o dinheiro da Petrobrás , ainda tem gente querendo mais estado. Mais estatais.
    Só pode ser gente do tipo de Paulo Roberto Costa ou bobinha mesma.
    Um aqui até diz que tem esperança reverter as privatizações. Pasme.

    É o “capitalismo” brasileiro.

    Por essas e outras, impostos e infra-estrutura precária, alguém tem que pagar isso. O povo.
    E, essa conta vai para o preço final dos produtos que, em qualquer parte de mundo custam menos da metade que aqui neste país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *