Ex-ministros Abraham Weintraub e Ernesto Arajo criticam acordo entre Bolsonaro e centro

Bolsonaro como 'boneco' do Centro na charge do dia | Charges | O Liberal

Charge do Joo Bosco (O Liberal)

Deu no UOL

Os ex-ministros do governo Jair Bolsonaro (PL) Abraham Weintraub (Educao) e Ernesto Arajo (Relaes Exteriores) fizeram crticas ontem, durante uma live, aliana do presidente com os partidos do centro. Para o ex-titular da Educao, os conservadores foram “substitudos por essa turma [do centro]”.

O ex-chanceler, por sua vez, disse que o bloco poltico “comeou a dominar o governo e pautar o governo”.

As crticas ao centro comearam quando o lder religioso Silas Malafaia disse que os ministros Ciro Nogueira (Casa Civil), Flvia Arruda (Secretaria de Governo) e Fbio Faria (Comunicaes) no fizeram esforo para aprovar a indicao do nome de Andr Mendona para STF (Supremo Tribunal Federal). A indicao demorou quatro meses e meio para ser analisada pelo Senado.

DISSE WEINTRAUB – “Uma das frentes que a gente est sofrendo grandes ataques, os conservadores, justamente da turma do centro”, disse Weintraub.

“[] um grande obstculo que ns conservadores estamos passando, sendo atacados continuamente, e substitudos por essa turma do centro que voc citou”, emendou o ex-ministro, dirigindo-se a Malafaia.

As declaraes dos antigos integrantes do governo aconteceram durante uma live do “ConservaTalk”, programa no YouTube do qual os dois fazem parte, ao lado do tambm ex-ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) e de outras personalidades do campo da direita.

DISSE ARAJO – O ex-chanceler Ernesto Arajo reforou as crticas do colega que comandava a pasta da Educao. “E o que aconteceu quando o centro comeou a dominar o governo e pautar o governo? Fui cada vez mais isolado e tirado da capacidade de levar adiante essa poltica externa transformadora. Esse centro que veio a um centro que acha que a poltica externa fazer tudo o que a China quer”, disse Arajo,que foi demitido em maro do ano passado por presso do Congresso.

Apesar das crticas, Salles, Malafaia e o deputado federal Paulo Eduardo Martins (PSC-PR) afirmaram que a era necessrio manter o grupo prximo ao governo.

“Essa histria do centro tambm no pode virar um cavalo de batalha. Por qu? Porque a poltica feita de alianas. A poltica feita de unio”, afirmou o ex-ministro do Meio Ambiente.

###
MORO TAMBM CRITICA O CENTRO

O ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro, que comandou a pasta da Justia e Segurana Pblica, foi ao Twitter dizer que o centro comanda a gesto do presidente. “O centro d as cartas no governo Bolsonaro, como deu nos governos PT. Ajustam-se os interesses, o discurso e pronto”, escreveu o ex-ministro.

O comentrio foi feito por Moro ao mencionar a vitria do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, na indicao do economista Jos Gomes da Costa como presidente interino do Banco do Nordeste (BNB).

Moro pr-candidato Presidncia da Repblica pelo Podemos e aparece em terceiro lugar nas pesquisas de opinio, atrs do ex-presidente Lula e de Bolsonaro.

4 thoughts on “Ex-ministros Abraham Weintraub e Ernesto Arajo criticam acordo entre Bolsonaro e centro

  1. Os ex-ministros Abraham Weintraub e Ernesto Arajo, respectivamente, da Educao e das Relaes Exteriores es,to abrindo dissidencias com o Bolsonarismo.
    Bolsonaro defenestrou os dois, porque causavam mais problemas do que soluo para o Governo.
    Eram duas nulidades, primrios e incompetentes. Um destruiu a Educao, lgico, no entende nada da Pasta, seu salvo conduto que o atual ministro tambm no sabe nada. O Ernesto, conseguiu transformar o Brasil em um Paria da Diplomacia. Ernesto um anti diplomata. Arrumou briga com a China, o nosso maior parceiro comercial para agradar o golpista Donald Trump.
    Como um cara desse nvel conseguiu passar no concurso da Escola do Itamaraty?
    Deveria conhecer, uma mxima da Diplomacia: pases no tem amigos, tm interesses.
    O Brasil sempre foi uma Escola de magistrais diplomatas: Oswaldo Aranha, Saraiva Guerreiro, Azeredo da Silveira, Rubens Ricupero, me desculpem se esqueci mais alguns nomes exemplares. Ento, Bolsonaro escolheu muito mal, o Ernesto. Entretanto, se redimiu. Agora, o ex chanceler ataca o Centro, achando que saiu por exigncia do grupo que apia Bolsonaro e todos os governos de todos os tempos, inclusive apoiaram Lula tambm.
    Os dois dissidentes, no so conservadores, so reacionrios. O conservador quer manter o estado de coisas, o reacionrio deseja ampliar as desigualdades Sociais.
    Daqui para frente, essas figuras das trevas vo pressionar o presidente, em busca de espao para conseguir um mandato parlamentar.
    O Weintraub est magoado, porque pretendia ter o apoio presidencial para ser candidato a governador em So Paulo, mas, o mito j escolheu o Ministro Tarcsio de Freitas. Ernesto Arajo no lembrado para nada. Gostaria de ser deputado distrital por Braslia, mas, a famlia Bolsonaro est fechada com Bia Kiss, fiel escudeira do grupo.
    Est difcil conciliar tantos desejos polticos. No Rio, o amigo Fabrcio Queiroz quer se candidatar a deputado federal, mas, a famlia tem outro nome na agulha, alm do Hlio. O que fazer?
    A vida no est fcil para ningum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.