Fabricio Queiroz se sente abandonado e ameaça disparar a metralhadora “cheia de balas”

Queiroz

Queiroz postou a foto e reclamou dos amigos que desapareceram

Por Jornal Nacional

O ex-assessor do senador Flavio Bolsonaro (Patriota-RJ) Fabricio Queiroz se manifestou em uma rede social neste domingo (25), após um longo silêncio sobre assuntos políticos. Pela manhã, Queiroz publicou uma foto que já havia sido divulgada há três anos pelo hoje deputado Helio Lopes (PSL-RJ), amigo de Jair Bolsonaro.

Na imagem, além de Queiroz, Hélio e Jair Bolsonaro, aparecem o assessor da presidência Max Guilherme Machado de Moura e o assessor Fernando Nascimento Pessoa, que trabalha com Flavio Bolsonaro.

ESQUEMA DE RACHADINHA – O Ministério Público do Rio acusa Queiroz de ter sido o operador de um esquema de rachadinha no gabinete de Flavio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), quando o filho do presidente era deputado estadual.

Queiroz escreveu: “É! Faz tempo que eu não existo para esses três papagaios aí! Águas de salsichas, literalmente! Vida que segue…”

O ex-assessor de Flavio Bolsonaro ainda respondeu a comentários de seguidores. “Minha metralhadora tá cheia de balas”, disse a um deles, citando um verso da música “O Tempo não Para”, de Cazuza e Arnaldo Brandão.

ERA UMA “ESTRATÉGIA” – Diante da repercussão, Queiroz fez outro post dizendo que a publicação seria uma “estratégia” para identificar petistas infiltrados em seu perfil, que é aberto ao público. “Coloquei uma isca no Facebook, consegui pegar vários PTralhas inflitrados entre meus amigos. Bolsonaro 2022!!”, escreveu.

No fim da tarde de domingo, Fabrício Queiroz apagou a postagem com todos os comentários.

Queiroz chegou a ser preso, em 2020, em um imóvel do advogado Frederick Wassef – que defendia Flavio Bolsonaro no caso das rachadinhas. O ex-assessor chegou a ficar em prisão domiciliar mas, atualmente, está em liberdade por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Esta matéria necessita de tradução simultânea. Ficou claro que Queiroz está se sentindo abandonado pela família Bolsonaro. Revoltado, jogou a isca e imediatamente teve resultado, porque tomaram providências para acalmá-lo e evitar que fale o que não deve, digamos assim. Vocês podem imaginar o que significa essa frase de Queiroz: “Minha metralhadora está cheia de balas”… (C.N.)

8 thoughts on “Fabricio Queiroz se sente abandonado e ameaça disparar a metralhadora “cheia de balas”

  1. O país onde, na política, com raras exceções, um segura o rabo do outro. No entanto quando esquecem que estão segurando o seu rabo, o que segura, abre o bico. Até ser lembrado de novo.

    • Mas, o Antônio Pallocci falou tudo, entregou o Lula em juízo. Delatou e denuncio com testemunho e devolução de dinheiro roubado; e o supremo não aceitou. Por que com o Bolsonaro, só um testemunho de rachadinha de dinheiro trocado (mixaria) nesse caso serve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *