Falta impulsionar bons negócios para o Estado brasileiro

Profa. Guilhermina Coimbra

Segundo o Presidente dos EUA Barack Obama, o Estado precisa impulsionar a economia porque é dele que depende sua sobrevivência. Pois é, precisamos aprender tudo aquilo que não prejudicar o Brasil com os que deram certo, e isso não significa que o que é bom para um Estado seja bom para o Brasil. Consciência crítica é preciso.

Mas, aprender, com os que deram certo, tudo o que puder ser bom para o Brasil não é demérito, é questão de inteligência.

O Brasil tem embaixadas em 192 países do mundo. Isto significa que os contribuintes brasileiros têm 192 bancas de negócios (alguns dizem balcões) no mundo, para impulsionar o desenvolvimento do Brasil, fazer bons negócios de Estado para o Brasil e não, apenas, para fazer negócios e impulsionar negócios privados de brasileiros, com os interessados fora do Brasil.

COM OS TRIBUTOS

Isto significa que os contribuintes brasileiros de direito e de fato suportam o ônus de manter, estóica e arduamente, as 192 Embaixadas e os Consulados brasileiros ao redor do mundo – através do pagamento de tributos, cada vez mais altos (impostos, taxas, contribuições) e em meio a uma terrível e inominável ausência de infraestrutura com a qual são obrigados a conviver no país onde residem, de modo a suportar o referido ônus.

Os 28 Estados-membros da OTAN e a União Europeia não são todo o mundo. Os 28 Estados-membros da OTAN e a União Europeia são a comunidade Euro-Atlântica – com seu importante peso, naturalmente – mas, não são a Comunidade Mundial e sim, somente uma fração dela.

Logicamente, os contribuintes brasileiros aguardam que as demais 162 Embaixadas brasileiras trabalhem corretamente, para fazer negócios públicos – negócios de Estado – lucrativos para o Brasil, haja vista que, dos bons negócios de Estado depende a sobrevivência do Estado brasileiro.

 

3 thoughts on “Falta impulsionar bons negócios para o Estado brasileiro

  1. Caro CN … saudações!

    Clicando em meu nome … se chega em meu blog de conversas – compras – vendas … para bons negócios!!!

    Só em 1820 chegaram as idéias liberais (todos são iguais perante a LEI LEI LEI) ao Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, com a Revolução do Porto.

    Só em 1988 a CIDADANIA se plenificou no Brasil com a Constituição Federal de 1988!!! Está lá:

    TÍTULO I
    Dos Princípios Fundamentais
    Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
    I – a soberania;
    II – a cidadania
    III – a dignidade da pessoa humana;
    IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
    V – o pluralismo político.
    Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.
    … … …
    Destaques para CIDADANIA (Todos e Todas) e LIVRE INICIATIVA (Empresários) e VALORES SOCIAIS DO TRABALHO (Trabalhadores) … a CF CIDADÃ não abre espaço para lutas de classes … para o “nós … eles”.

  2. Sobre a Profa. Guilhermina Coimbra … O IBIN foi criado para integrar profissionais liberais de diversas nacionalidades e das diversas áreas do conhecimento científico, principalmente da área do Direito. Objetivos: promover, planejar, coordenar e organizar Congressos, Seminários, Simpósios, Painéis e outros eventos de alto nível; divulgar o conhecimento científico jurídico em reuniões pragmáticas, através do intercâmbio de experiências pessoais profissionais. … IBIN – Instituto Brasileiro para Integração das Nações

    Muito interessante a atuação da professora … precisamos estudar e aplicar mais e melhor nossa LEI LEI LEI MAIOR!!! !!! !!!

  3. Professora entusiasta, otimista, como todo bom brasileiro.

    Ainda bem que os políticos, por necessidade fisiológica precisam dormir.
    Enquanto dormem, o país dá os passos no tamanho que pode dar… para não parar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *