Faz sucesso na internet a “Carta ao Professor”, atribuída a Abraham Lincoln, em 1830

 

“Caro professor, meu filho terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, para cada vilão há um herói, que para cada egoísta, há também um líder dedicado, ensine-lhe por favor que para cada inimigo haverá também um amigo, ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada, ensine-o a perder mas também a saber gozar da vitória, afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso, faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros do céu, as flores do campo, os montes e os vales.

Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos. Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

Ensine-o a ouvir a todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho, ensine-o a rir quando está triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram. Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço, deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

Eu sei que estou a pedir muito, mas veja que pode fazer, caro professor.”

Abraham Lincoln, 1830

###

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – O texto nos foi encaminhado por Vicente Limongi Neto. Fomos pesquisar na internet  e descobrimos que circula também a advertência para a possibilidade desta carta não ter sido escrita por Lincoln. Bem, se o grande presidente americano não o fez, deveria ter feito. A carta é comovente. (C.N.)

6 thoughts on “Faz sucesso na internet a “Carta ao Professor”, atribuída a Abraham Lincoln, em 1830

  1. Caro Sr. Newton, qualquer cidadão/Pai, compreende nessa carta, a formação do Cidadão com valores morais, hoje tão vilipendiados.
    Parabéns, ao Sr. Limongi, esta carta dada como de Lincoln, só o engrandece, entrou na História Universal como grande ser humano.
    Hoje, estamos pobres, de chamadas para ás VIRTUDES CIDADÃS, E SEMPRE É BOM, TOMAR CONHECIMENTO DESSE TEOR.

  2. Pena que nossos jovens não foram ensinados ou levados a ler textos como este.
    Aliás, lamentavelmente, se oferecermos este resumo de vida e de exemplos, a grande maioria, para compreendê-lo, deverá receber uma tradução anexa.
    Há termos cujo significado são desconhecidos ou repulsivos, para uma considerável camada de nossa sociedade idiotizada.
    Não querendo escorraçar, nossa classe política, na sua maioria, deve odiar a forma e o conteúdo com que valores são apresentados no texto.
    Mesmo possuindo alguns defeitos, aprecio e agradeço a oportunidade de conhecer mais esta obra prima do pensamento humano.
    Obrigado ao Limongi, ao grande CN e a maravilhosa Tribuna, nosso espaço de lazer, cultura e entretenimento mental e espiritual.
    meu doi=mingo está encerrando bem e amanhã acordei bem disposto.

  3. “…mas por favor diga-lhe que, para cada vilão há um herói, que para cada egoísta, há também um líder dedicado…”

    Diga-lhe, também ( acrescento eu), que para toda regra há uma exceção, como o atestam países como o Brasil…

    Saudações,

    Carlos Cazé.

  4. Ouso dar uma sugestão às autoridades a quem compete a Educação em nosso país: por que não incluir o presente texto, magnífico, para ser objeto de comentários ,na prova de português do ENEN ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *