Fecham-se as cortinas de 2020, então vamos reabrir a janela da esperança para 2021

Frases de Chico Xavier para FacebookPedro do Coutto

Abrir a janela da esperança foi uma frase do artigo de Miriam Leitão, O Globo de 31 de dezembro. Nada melhor do que a janela da esperança para que todos possamos aguardar dias melhores do que aqueles que terminaram ontem na passagem de um ano para outro. Na realidade, 2020 foi um péssimo período para os assalariados brasileiros que, exceção do mínimo, tiveram prejuízos acumulados ao longo de 12 meses, tendo de enfrentar a escala inflacionária, tendo de amargar suas perdas.

Isso porque temos que se confrontar a taxa inflacionária registrada pelo IBGE com os valores imobilizados na estrada salarial.

ARROCHO SALARIAL – Por exemplo: o salário mínimo foi reajustado em 5,2%, em decorrência da curva do custo de vida admitido pelo governo para o período que terminou ontem. A inflação de novembro de 2019 a 2020 foi de 3,9%, mas como o ministro Paulo Guedes estima que o índice inflacionário registra 1,3% no mês de dezembro, chegamos então a 5,2%.

Pela lei em vigor, o reajuste do salário mínimo aplica-se automaticamente aos aposentados e pensionistas do INSS. Os demais salários do país, incluindo os funcionários federais, estaduais e municipais são envoltos pela corrente de 0%. A isso se chama arrocho salarial.

EQUIPARAR POR BAIXO – A política do salário mínimo faz com que todos os anos aumente o número daqueles que descem a escada social, passando a se integrar no piso nacional. Ou seja, se a remuneração dos que ganham mais do que o mínimo não for alterada, no decorrer do tempo os 33% dos trabalhadores e funcionários que ganham acima do piso vão se deparar com sua própria inclusão na faixa do mínimo.

A longo prazo, será o resultado da política imposta pelo ministro Paulo Guedes, uma equiparação por baixo.

Os preços sobem, como ocorre no dia a dia, enquanto os salários afundam em uma temperatura congelada.

E A PROFECIA? – Aliás por falar em política econômica, pergunto ao ministro Guedes como ficou sua profecia de que a reforma previdenciária iria permitir uma economia anual de 100 bilhões de reais, o que levaria no final da década a um trilhão de reais.

Os preços do ouro e do dólar avançaram, o que a meu ver comprova o descontrole do projeto que leva o nome do ministro da Economia.

Por fim, muito bonito o poema de José Eduardo Agualusa, edição de ontem de ontem de O Globo. Vamos esperar.

4 thoughts on “Fecham-se as cortinas de 2020, então vamos reabrir a janela da esperança para 2021

  1. Nesse dia 31, no Segundo Caderno do Globo, Cora Ronai fechou com chave de ouro.
    “Já não era sem tempo”.
    Ela escreveu sobre as Pandemias que enfrentamos nesse ano:
    Covid, Obscurantismo, Arrogância, Politicagem, Descaso, Deboche, Incompetência e Estupidez. Data Vênia, quem ganhou esse troféu de ponta a ponta? Quem leva essa assinatura triste?
    Quanto a economia de 100 bilhões anuais e de 1 trilhão na década com a Reforma da Previdência foram previsões feitas para não serem cumpridas. Puro jogo de marketing e retórica política para passar no Congresso a perda de direitos dos aposentados.
    Pior de tudo isso: a maioria dos aposentados votaram no Bolsonaro.
    O Guedes não acertou nenhuma das duas previsões. O mundo político e empresarial já percebeu que ele promete muito e não entrega nada. É como aqueles galanteadores que prometem tudo e no final, não levam a noiva para o altar.

  2. Nascimento, meu caro,

    Faz muito tempo – mais de três décadas – que estamos sendo vítimas de estelionatos eleitorais.

    Gente que promete céus e terras, que garante melhor qualidade de vida (insuportável essa expressão advinda dos corruptos), que diz que vai fazer e acontecer.

    Assumem a presidência, e suas primeiras medidas são contra o povo!
    Plano Cruzado, Bresser, de Verão, do Inverno, Primavera …
    Nenhum, até o presente momento, foi mais prejudicial e danoso que o Plano Collor, o famoso e criminoso confisco.

    Tivemos outras medidas de impacto, inegáveis e indiscutivelmente, perniciosas e nefastas:
    A privatização de FHC e a compra de deputados naturalmente ladrões e desonestos, na aprovação da maldita e desgraçada reeleição!

    Lula não ficou para trás, e não poderia.
    Um sentimento de vingança porque perdera três eleições antes de se tornar presidente – Collor e duas vezes para FHC -, o motivou a roubar o povo e país de formas jamais registradas na História!
    O Brasil se tornou, nas mãos dos petistas, o cofre particular, onde dinheiro era roubado de todas as áreas possíveis e imagináveis.

    Mas, a sordidez de Lula e seu falsos projetos sociais foram com relação à criação do Bolsa Família.
    A petezada, de uma só vez, condenou milhões de brasileiros à miséria e à pobreza até o fim de suas vidas!!!

    Lembro-me bem quando, uma empresa de calçados aqui, do RS, famosa e próspera, aproveitando a guerra de isenção de impostos entre os Estados da Federação, mudou-se para uma certa região brasileira.
    Pois bem.
    O Bolsa Família paga 41,00 por mês, e cada família pode acumular até 5 benefícios, atingindo 205 mensais.

    A empresa oferecia 800 vagas de trabalho oferecendo UM SALÁRIO MÍNIMO, incluindo, obviamente, os direitos trabalhistas, ou seja, INSS, FGTS, férias, 13º, vale transporte, vale refeição …
    Conseguiu a pau e corda uns 100 candidatos.
    Foi averiguar a razão de tão pouca procura, e soube que as pessoas não se ofereceram porque perderiam o Bolsa Família!

    Dilma aumentou o contingente de necessitados.

    Bolsonaro, o,maior dos estelionatários que tivemos, pois este não se preocupa COM A VIDA DO POVO – ontem deu declarações que, o uso da máscara ´é “ficção” -, da mesma forma que seus “inimigos” socialistas e comunistas – cínico e hipócrita -, também ampliou a esmola para mais brasileiros, que continuarão passando fome,e jamais terão a chance de se reerguer na vida!!!

    Resultado:
    Um brutal e criminoso desemprego, causado pelos governos;
    uma hedionda injustiça social, protagonizada pelos poderes “constituídos”, onde um corrupto, desonesto, ladrão e vagabundo parlamentar, recebe do povo pobre e miserável, 200 mil mensais.
    Não satisfeito, ainda rouba, e se envolve em golpes contra a população e este Brasil!

    Pois o Judiciário e o legislativo, atualmente são as nossas castas.
    Intocáveis;
    impuníveis;
    isentos e imunes de crises;
    mordomias, privilégios, regalias, proventos milionários, planos de saúde extensivo às famílias e até à décima geração, aposentadorias especiais, diárias, indenizações de despesas pessoais, à título de “manutenção da atividade parlamentar” – explicação que, para mim, sintetiza o escárnio contra o povo em seu nível mais abjeto e solerte!

    Não há como termos esperanças para 2021, e lamento não concordar com o pensamento otimista do excelso Pedro do Coutto.
    Também não estou sendo pessimista mas, apenas e unicamente, realista, de acordo com os acontecimentos que estão deixando este país cada vez mais atrasado, pobre, miserável, na razão indireta que nossos poderes são os mais bem pagos do MUNDO!!!

    A discrepância absurda e desumana entre os poderes e a população, no que tange à sobrevivência do povo em contraste com a opulência de vida das castas mencionadas, sequer existem no país onde elas se originam, na Índia!

    Dito isso, precisaremos mesmo de muita resistência e capacidade para suportar mais sofrimentos e perdas em 2021, enquanto assistiremos, como sempre de maneira passiva e até mesmo irresponsável, o desfilar de acordos espúrios, negociatas, nivelamento de salários, indenizações por férias não “gozadas”, corrupção cada vez mais ampla e profunda – aliás, usando a expressão do momento, a nossa corrupção é “raiz”.

    Meu amigo, nessas alturas não existem mais altar, igreja, noivo, noiva, padrinhos e madrinhas … mais nada!
    No entanto, sobrou a festa “en petit comité”, naturalmente paga por nós!

    Abração.
    Saúde e paz.
    E te cuida, meu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *