FHC é um recalcado sem grandeza

Vicente Limongi Netto: “O presunçoso FHC, gaguejando mais do que nunca, tropeçando nas palavras, com dificuldade para falar, disse um monte de sandices no programeco que tucanou de vez, caiu a máscara, Manhattan Conection. O gênio de palha FHC não se conforma, a exemplo de todo PSDB, com a surra que pegaram de Lula nas urnas. Não tem a grandeza de admitir que Lula fez muito em beneficio da população. Tanto que deixa a Presidência da República com 87% de apoio popular.
FHC é um oceano de mágoas. Mas não perde a pose de sábio de meia pataca. O enfadonho FHC também é mesquinho com o ex-presidente Collor. Não tem aquilo roxo para admitir que foi Collor quem abriu o mercado brasileiro à economia internacional. FHC e outros indecorosos não têm a decência de proclamar que todos os presidentes que sucederam Collor, seguiram o projeto econõmico traçado pelo atual senador do PTB. Não dizem, por má-fé e burrice, que leis do governo Collor estão em vigor, trazendo benefícios para o cidadão. Enfim, cada um dar o que tem. FHC é podre.”

Comentário de Helio Fernandes:
Você acertou na palavra, Limongi, recalcado. Podia ser ressentido, deprimido, angustiado com o silêncio em volta e diante dele. Então tem que exaltar o próprio governo, já que o povão está exaltado, mas contra ele. “Aqui jas a Comissão de Desestatização”. Onde ficaria bem colocado?

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *