Fiasco de domingo demonstra que quem comanda as ruas ainda é Jair Bolsonaro

AO SEQUESTRAR O SETE DE SETEMBRO, BOLSONARO CERTAMENTE DESAGRADOU À CASERNA - Agenda do Poder

Enquanto Jair Bolsonaro enchia as ruas, o PT saía de fininho…

J.R. Guzzo
Gazeta do Povo

As manifestações públicas contra o presidente Jair Bolsonaro, contra seu governo e contra os “atos antidemocráticos”, convocadas para este fim de semana, foram um fiasco de primeiro grau. Aconteceu o pior: os organizadores chamaram o povo, e o povo não apareceu. O resultado é que conseguiram exatamente o contrário do que pretendiam. O inimigo, que deveria ser enfraquecido, saiu mais forte do que estava. 

Em outra ocasião, o fracasso seria apenas um fracasso. Vindo logo depois de Bolsonaro ter enchido as ruas com as maiores manifestações desde as “Diretas Já” ou o “Fora Dilma” de 2016, foi um desastre com perda total.

UM VÍCIO ANTIGO -A culpa por isso é de um dos mais velhos e resistentes vícios da política brasileira: os donos das manifestações acham que são eles, e não os manifestantes, que têm o poder de lotar a praça. Dá nisso: se o povo não quer ir, podem ficar convocando a vida inteira que não vai acontecer nada.

O contraste patético entre os atos a favor de Bolsonaro, no dia Sete de Setembro, e as paupérrimas aglomerações da “oposição” deixam claro que o presidente, até agora, está com o comando das massas que vão para a rua.

Seu grande adversário nas eleições de 2022, o ex-presidente Lula, não consegue nada parecido com o seu sucesso de público — por isso, aliás, não está querendo ganhar o jogo na Avenida Paulista, na Esplanada dos Ministérios ou na praia de Copacabana.

PT FUGIU DA RAIA – Na derrota deste fim de semana, aliás, o PT nem quis se aliar aos organizadores, que ficaram falando sozinhos — mesmo porque, nas suas teorias, eles querem um Brasil sem nenhum dos dois, Bolsonaro ou Lula. 

Movimentos que fizeram parte do comando das manifestações anti-Dilma e anticorrupção estão entre os organizadores dos atuais protestos em “defesa da democracia”; imaginam, como dito acima, que o sucesso de 2016 se deve a eles, e não ao povo brasileiro.

É como o galo da fábula, que se convenceu que o sol só nascia a cada dia porque ele cantava. Sua causa, então, era diferente. É claro que colhem agora um resultado também diferente. 

A esquerda e o PT, a mídia e os intelectuais, o “centro liberal” e quem mais se coloca na oposição ao presidente da República insistem em praticar o mesmo erro. Acreditam que o povo brasileiro só pode pensar igual a eles; quem não faz isso é “gado”.

DIANTE DA REALIDADE – Não se conformam com a realidade; negam que multidões tenham se reunido para apoiar Bolsonaro. Mas então o que era aquele mar de gente vestido de verde e amarelo, com bandeiras do Brasil e gritando “mito”? 

“Gado” inconsciente, irrelevante e irresponsável, diz a oposição. É um equívoco fundamental. O que os comandantes da guerra contra o presidente não percebem é que o “antibolsonarismo” não é, nem vai ser, uma causa popular no Brasil.

Enquanto não enxergarem essa evidência, continuarão a sonhar com as “pesquisas de opinião” que garantem que a popularidade de Bolsonaro “nunca esteve tão baixa” — justo no momento que fotos, vídeos e o testemunho dos participantes mostra as ruas tomadas por seus aliados.

(artigo enviado por Mário Assis Causanilhas)

20 thoughts on “Fiasco de domingo demonstra que quem comanda as ruas ainda é Jair Bolsonaro

  1. Esse Guzzo cada vez mais hilário. Comentários simplistas que não rompem a carapaça mental dos alienados. Mas eles serão genuínos ou apenas escreve para agradar os ceguidores?

  2. A mãe de todas as manifestações.

    Noventa e nove virgula nove por cento de adesão para o “Fique em Casa.” patrocinado pela esquerda vociferante.
    A retaliação retumbante que abateu a manifestação do sete de setembro já entrou nos anais da história.

    Os jornalões não vão ficar como cachorros que sentem falta de motocicleta para correr atrás, arranjaram nova retórica*, criaram novos termos para a caçada ao bruxo, agora é Pacote de Bondade e Pacote de Maldade, doravante tudo que for gerido no governo federal vai ser enquadrado em uma das duas caixas de Pandoras, hehehe como é fácil analisar certas cabeças doutrinadas.
    Exemplo da Caixa de Bondade do Globão, “Bolsonaro cria financiamento para militares adquirirem a casa própria.”
    Caixa de Maldade: deixo em branco pra que os especialistas em massacrar reputações usem e abusem.

    *Onde coube a *retórica caberia o termo narrativa que não gosto de usar por ser propriedade de uso restrito. Tem dono.

  3. VC SABE POR QUÊ, LULA E BOLSONARO SÃO DOSE PRA LEÃO ? Porque, na verdade, verdadeira, vc só pode ser apenas duas coisas em 2022, a saber: isso tudo que ai está há 131 anos, representado por Lula e Bolsonaro, seus puxadinhos, suas variantes e respectivos exércitos, OU o LEÃO, porque É O LEÃO, É O LEÃO, É O LEÃO, a Terceira Via de Verdade, que tem o megaprojeto novo e alternativo de política e de nação na mão, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, contra tudo isso que ai está com prazo de validade vencido há muito tempo, megaprojeto que lhe foi confiado pelo Paizão, que pode empolgar o conjunto da população e fazer do Brasil uma grande nação, olho no olho, sem enganação, face ao qual o resto é tudo mais dos me$mo$, ou puxadinhos, ou variantes, dos me$mo$, só mais continuísmo da mesmice raso e seco, confusão e embromação. Logo, não é porque 60% da população não quer mais o Lula e nem o Bolsonaro que ela quer qualquer um da mesma e velha política do mais dos me$mo$, puxadinho dos me$mo$, que costumam se jogar na frente do idealismo para roubar-lhe a oportunidade como está fazendo a patota oportunista da terceira via de araque, da patota do mais dos me$mo$, como fizeram em 2018, cujos argumentos são os mais pífios possíveis, mancomunada com o bolsonarismo e o lulismo, ao que parece, que, à evidência, estão jogando sujo e ocupando todos os espaços para impedir o povo de enxergar e colabore com o levante da Terceira Via de Verdade, que é a Nova Política de Verdade, a Democracia Direta, tal seja o megaprojeto novo e alternativo de política e de nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, que é tudo que pelo menos 60% da população do Brasil está querendo desde Junho de 2013, quando se manifestou nas ruas do país em prol da Democracia Direta, com meritocracia, aos gritos de “sem partidos, sem violência, sem golpes, sem corrupção, vocês não nos representam”. Portanto, a playboyzada do mais dos me$mo$ que está tentando se passar pela terceira via, à moda de araque, está causando um grande mal à política, ao país e à população confundindo na cabeça da população a terceira via de verdade, antissistema, com a terceira via de araque, que esteve fazendo comício na Avenida Paulista no último 12 de setembro, no palanque da qual tinha mais presidenciáveis no palanque do que eleitor no chão. Assim não dá, assim não é possível, como diria o FHC. A turma do mais dos me$mo$, puxadinho do Lula e do Bolsonaro, não tem nada a ver com a Terceira Via de Verdade, antissistema, que propõe as mudanças de verdade, sérias, estruturais e profundas, a Nova Política de Verdade e o Novo Brasil de Verdade, a Democracia Direta, diferente da terceira via de araque que é tudo mais dos me$mo$, centrão, centro e centrinho, blá-blá-blá, gogó e trololó, e nada de borogodó, digo, de projeto novo e alternativo de política e de nação, de novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso. https://www.brasil247.com/blog/fiasco-dos-comicios-da-direita-mostra-amadurecimento-do-eleitor?fbclid=IwAR18UYTyaLUbXs1D_GP6bkdIB6-1fuN1rkkiYik8ZMm4vVOOSBuUpXEw_Sg

    • Assim não dá, assim não é possível, como diria o FHC.

      O mesmo que chamou os aposentados de vagabundos, sendo ele um “aposentado” aos 50 anos de idade,
      Aliás, uns dizem 49 outros 50., será ele um vagabundo também.:??:

  4. Até a Dona Tucanína Paschoal tirou uma onda com a Micro-Mini-Nano Infestação do Movimento da Bundinha Tucana.
    A proposito Dona Tucanína está muito brava com o famoso Mamae Kaguei, este chamou a Deputada de “corrupta.””
    Vejam a que ponto chegou a “terceira-via-dos-mesmos”….

  5. E´verdade, multidão. Talvez, tenha reunido no Brasil inteiro uns 20 milhões. Tudo bem, mas isso da 10 por cento da população. E a rejeição é 60 por cento. Pois é…

  6. O movimento nas ruas do dia 7 nada quer dizer. Exceto que separou aqueles que nada sabem ou pouco sabem. Foram usados, simples assim. E com muito financiamento. Nas manifestações pra tirar o PT, colocamos nas ruas 5 milhões de pessoas a nível Brasil, bolsonaro teve então 53 milhões de votos. Comparem. Agora teve o que? No maximo 1 milhão em apoio? Aqueles que não estão nas ruas é que vão tirar esse cara nas urnas em 2022.

  7. BROXAnaro não comanda nem o próprio intestino
    … quanto mais as ruas.

    BROXAnaro não comanda nem sua própria poupança nem a da consorte… que o diga fabrício queiroz.

  8. As ruas de domingo era da “Terceira Via”.

    Essa era a oposição.

    Aqueles da direita que se sentiram traídos por Bolsonaro e pessoal de centro, e alguns de Ciro e da bancada do Lemman no Congresso que alegam ser de esquerda mas não são (p.ex. Tabata Amaral).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *