Filosofia

O deputado de primeiro mandato (e que não fosse) tentou justificar suas 40 viagens ao exterior em apenas 18 meses com passsagens oficiais, da seguinte forma: “Neste mundo, estamos todos de passsagem”. Não sendo punido pela loucura por viagens, não devia escapar por conta do humor negro.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *