Flávio e Eduardo endossam pronunciamento de Bolsonaro em defesa do fim do isolamento social

Irmãos defendem a quebra de protocolos adotados mundialmente

Deu no O Globo

Filhos do presidente Jair Bolsonaro e aliados políticos utilizaram as redes sociais para defender o pronunciamento dele, exibido nesta terça-feira, dia 23, em cadeia nacional de rádio e televisão. Contrariando medidas recentes de prefeitos e governadores, Bolsonaro defendeu o fim do isolamento social como medida de combate ao avanço do novo coronavírus, que já deixou 46 mortos no país.

O senador Flávio Bolsonaro (Sem partido-RJ) repetiu o tetor da fala do pai, exaltou-o pela “coragem” e pediu que as pessoas voltem a trabalhar.

VOLTA AO TRABALHO – “Aqueles que torcem para que o vírus vença o Brasil estão revoltados com a coragem do presidente de escancarar a verdade! Vamos sair do isolamento horizontal para o vertical, protegendo os mais vulneráveis e permitindo que pessoas voltem a trabalhar”, escreveu o Flávio.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) escreveu que “líderes mundiais se preparam para o fim do confinamento”. “Resguardar os grupos de riscos e permitir que a epidemia tenha sua natural curva de declínio — igual foi com o H1N1, que é mais letal do que o coronavírus — sem que com isso a recessão destrua todos os países”, registrou parlamentar.

CONTRAMÃO – O líder do governo na Câmara, deputado Vítor Hugo (PSL-GO), também elogiou o presidente. “Excelente pronunciamento do nosso presidente! A sua visão de estadista e a sua coragem em ir na contramão da histeria coletiva, construída sem critérios racionais, vão salvar as vidas de milhões de brasileiros”, escreveu.

Em nota oficial divulgada pouco após o fim do pronunciamento, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), classificou as falas de Bolsonaro como “graves” e afirmou que o Brasil precisa de uma “liderança séria, responsável e comprometida com a vida e a saúde da sua população”. O texto também foi assinado pelo primeiro vice-presidente do Senado, Antônio Anastasia (PSD-MG).

DESAGRADO – Além de Alcolumbre, houve críticas de governadores e parlamentares. Na esfera estadual do Executivo, demonstraram desagrado com o pronunciamento os governadores Wilson Witzel (PSC-RJ), Renato Casagrande (PSB-ES) e Flávio Dino (PC do B-MA).

Houve reprovação também na Câmara dos Deputados, como mostraram mensagens publicadas pelos parlamentares Joice Hasselmann (PSL-SP) e Alessandro Molon (PSB-RJ), entre outros. No Senado, Rodrigo  Pacheco (DEM-MG) e Weverto Rocha (PDT-MA), líderes de seus partidos na Casa, também criticaram Bolsonaro.

Manifestou-se ainda o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes. No Twitter, ele disse que a crise não suporta a insensatez e afirmou que “a pandemia da Covid-19 exige solidariedade e co-responsabilidade”.

37 thoughts on “Flávio e Eduardo endossam pronunciamento de Bolsonaro em defesa do fim do isolamento social

  1. A turma do posto ipiranga mandando o povo ir para a rua através da insensatez do presidente da nação, enquanto eles, o posto ipiranga, seus ministros, a classe política, enfim, todo o paquidérmico estado brasileiro em casa protegido. No fundo alguém tem que trabalhar para sustentar, com a absurda carga tributária brasileira, as benesses e altos salários do topo da pirâmide. Se milhares de “baratas” morrerem não interessa, desde que a manutenção da mordomia sobreviva.

  2. ” Andrés Manuel López Obrador convida a população mexicana a sair às ruas, frequentar restaurantes e ignorar a pandemia do coronavírus”, Não vi nenhum “estardalhaço” por parte da mídia. Por que será?

  3. “Mexicanos, vamos em frente e não deixem de sair”. Com esta frase, o presidente Andrés Manuel López Obrador convida a população mexicana em um vídeo publicado pelo jornal Clarín, a sair às ruas, frequentar restaurantes e ir a pousadas, apesar da pandemia do novo coronavírus.

    No vídeo, Obrador ainda exalta a etnia dos mexicanos, afirmando que são um “grupo étnico forte, resistente a estes tipos de calamidades”.

  4. Relatório sigiloso da ABIN vazado pelo Intercept na noite de terça(24) projeta que apenas o estado de SP poderá ter o total de infectados da China em cerca de 10 dias. No pior cenário o Brasil deve ter mais de 200.000 infectados até a primeira semana de abril e mais de 8000 mortos

    https://bit.ly/39eXeyt

  5. E alguém achou que seria diferente? Estranho é não haverem se manifestado antes de Napoleão.
    Terão que abrir mais vagas no manicômio.
    Entronizemos Dom Orléans e Bragança, pois o primeiro ministro e conselheiros reais já dispomos.

  6. O problema deste país sempre foi o ensino, em que desde criança o cidadão aprende a desaprender a realidade. Nos EUA, por exemplo, é o contrário.
    Com paulo freire a coisa se agravou de tal maneira que nas avaliações internacionais sempre estamos nos últimos lugares.
    O brasileiro com diploma por isso vive de fantasias. É um desorientado completo a ponto de, como se vê muitos aqui, se comportarem como crianças o tempo todo o que configura nessa gente sintomas claros de retardamento mental. Pasme, ainda agora elegeram Botafogo e Alcolumbre como os salvadores da pátria.
    Claro, toda regra tem exceção e aqui as temos como na maioria do povo brasileiro que aprende o que tem que aprender , o que acontece no dia a dia da vida e não nas nossas escolas.

  7. Sabe como o é apreciador de comida processada em lugar da natural. São viciados nela. Desinformados naquilo de que realmente elas se tratam.

    O que muitos aqui arrotam é pura informação processada, pior que a tal comida, pois já está mesmo é podre.

    Tenho visto ao vivo declarações de todos os atores da cena política e seus vídeos estão no You Tube.
    99% delas não confirma o que se publica aqui. Aqui é puro processamento. Degeneração.
    O pior é que os néscios daqui adoram esses petiscos em estado de decomposição.

    • Não entendi Mario Jr., afinal de contas, já disseste que torces para o país. Eu também. Mas vamos ao que interessa sem tergiversar. Concordas que temos que dar o fim no isolamento, já? A despeito da opinião dos especialistas?

        • Mario Jr.,
          especialistas são aqueles especializados em determinado assunto. Aqueles que estudaram e pesquisaram muito. Ora, se esses cientistas especializados tem uma visão sistêmica do que pode acontecer se não forem tomadas as medidas necessárias, não é um leigo no assunto que poderá contestá-los, sob argumentos que desafiam a ciência.

      • O vírus não afetou o sistema de respiração do Mario Jr, mas a sua cabeça, a mente – como ele mesmo diz, a mente, mente!

        E, a sua, tá sendo uma tremenda mentirosa, enganadora, falsa, que tem levado de roldão o raciocínio absolutamente atabalhoado e ilógico desse “comentarista”.

        Se a TI está aquém da tua sabedoria e conhecimentos, fazes aqui o quê??!!

        Te manda!

        Mais valem 100 bons comentaristas que cinco mil imbecis e idiotas, e que se não aproveita uma letra do que registram.

        • Migo, vc é gente boa, é bem intencionado, mas vc se deixa levar pelo absoluto e isso subtrai qualidade em seus comentários aqui.
          Vc vai bem até certo ponto, aí escorrega no absoluto como por exemplo no capitalismo, que vc acha ser o contrário de socialismo. Isto se chama maniqueísmo: o ‘bem’ contra o ‘mal’. É uma infantilidade, porque nós humanos negociamos tudo e isso é o capitalismo. Não existe socialismo sem capitalismo, só que ele sofre intervenções que o enfraquecem. E por aí vai.

          Há pouco vc falou de um mensageiro de uma maneira tão infantil, para não dizer coisa pior, deixando de lado o principal, a mensagem dele que , esta sim, deve ser criticada.

          Enfim, vc precisa de refinar mais um pouquinho sua visão da realidade a estudando com mais afinco.

          Não se deixe levar por informação processada.

          No You Tube hoje vc pode ter contato direto com as fontes e com isso fazer um diagnóstico mais realista sobre os assuntos.

        • O problema é não e não entender nada, o problema mesmo é ão entender os entendidos.

          Não dou importâcia a mensageiros, sejam eles Olavo ou o capeta. Meu empenho é restrito às mensagens.

          Pelo que vc deixa transparecer, caro Vidal, é que se o capeta dizer para vc que uma árvore é uma árvore, vc então não mais acreditará que uma árvore é uma árvore.
          Tô certo?

          • Bem, caro Mario Jr.,

            nesses caso me atenho aos fatos. Se a grande maioria dos cientistas falam sobre o que tem de ser feito, baseados no que já ocorreu em várias partes do mundo, digo que vou pela maioria, até porque não entendo nada sobre a estrutura e a disseminação dos vírus. Como vou negar os fatos?

            Agora, esse exemplo que destes é anticientífico. Por exemplo, já foi provado que a terra é redonda pela totalidade de cientistas, então, se um capeta disser que ela é plana não vou acreditar. Nesse caso estás errado.

          • Antigamente achavam que a terra era o centro do universo, até que um cientista provou que não. Alguns continuaram a acreditar no geocentrismo. Talvez até hoje haja gente que acredita.

          • Prezado Vidal, é o que eu falei: devemos nos ater às mensagens e não nos mensageiros e conferir se nelas existem alguma verdade.

            Quanto à medicina, são os próprios especialistas que afirmam que nela nada é exato.
            Há fatores nas doenças e nos organismos de quem se contamina com elas, que ainda são desconhecidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *