Fluminense: paixão e campeão

Antonio Aurélio: “Helio, você acertou que o clube iria ser campeão, teve a coragem de antecipar. Mas errou ao dizer que era o primeiro título comemorado no Engenhão. E o título do Botafogo?”

Comentário de Helio Fernandes:

É fácil desdizer, Aurélio, mas fácil ainda errar no afirmar ou no “corrigir”. O Botafogo foi campeão, estadual, no Maracanã.

Prefiro ficar com a Ofélia Alvarenga e seu texto admirável, no qual afirma corajosamente: “Gostaria de ser apaixonada por um clube, mas não sou”. E conclui (meus parabéns): “Tenho um filho que é apaixonado pelo Flamengo, é maravilhoso”.

Outros leitores que moram no Engenho Novo, lógico, (onde fica o Engenhão) escrevem e descrevem esse bairro importantíssimo. Como todos sabem que nasci no Meyer, despertam lembranças, saudades, recordações.

Tinha uma tia, irmã de minha mãe, que morava na Rua Honório, a mais importante ligando os dois bairros, eu ia muito lá, principalmente jogar pelada.

Nessa Rua Honório, Luiz Carlos Prestes foi preso em 1936, 6 ou 7 meses depois do que os “jornalões” da época chamavam de “Intentona” comunista de 1935. Ficou preso desde 1936 até 1940, o homem mais torturado do Brasil e provavelmente do mundo.

Em 1940, pedido de Stalin a Vargas (os dois países eram “aliados” na Segunda Guerra Mundial), Prestes não foi libertado, mas era como se fosse, transferido para a Penitenciária da Frei Caneca, onde não havia tortura.

Em 1937, a Central do Brasil foi eletrificada sob o comando do depois ministro da Viação de Vargas, Alencastro Guimarães. Antes, todas as vias férreas eram a famosas “marias fumaças”, que iam espalhando vapor e barulho a todas as horas. (Central, Leopoldina, Linha Auxiliar, Rio Douro, acho que havia mais uma, não tenho certeza.

Com a eletrificação, Engenho Novo ficou ainda mais importante. Na estação foi construído o maior vão coberto da América Latina (ainda existe), com um fato inacreditável: é um espaço enorme, SEM NENHUMA ESTACA. Isso há 73 anos, agora ainda seria impressionante.

***

PS – Engenho Novo ainda é um bairro “horizontal”. Quando o “Engenhão” começou a ser construído, e depois, já pronto, voltei, belíssimo.

PS2 – Em relação ao jogo, além do título merecidíssimo (já disse, não sou sócio nem torcedor), apenas três palavras: DRAMÁTICO, EMPOLGANTE, EMOCIONANTE.

PS3 – O Pedro do Coutto, que é especialista em números, estatísticas e pesquisas, diz: “As duas maiores torcidas do BRASIL são Flamengo e Fluminense. O Corinthians só tem torcedores em massa em São Paulo”.

PS4 – Ele é Fluminense, “antes” da fundação, exatamente como Nelson Rodrigues, de quem foi grande amigo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *